Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
PROFUNDO 18 IND 16 ANOS
DE RICO FOG E IONE AZ
paulo ricardo a fogaça

Resumo:
BOM

18




               - É amanhã.
   - Sim, não acredito.
   - Finalmente vai se casar.
   - Ai, obrigado Dani, você não imagina o quanto sou grata.
   - Que nada, afinal é a minha cunha, linda.
   - Estou linda?
   - Perfeita.
   Ali na loja de um conceituado estilista de noivas, Simone desfila seu lindo vestido, saindo dali, ela e Dani vão as compras de jóias e outros acessórios, horas depois seguem para a boutique, Simone aproveita a descontração dela.
   - Sobre a festa, o Marcelo.........
   - Fique tranquila, eu enviei os convites tanto para ele quanto para ela, mais já sei, ele pode até comparecer, agora ela não virá.
   - Me desculpe sobre aquilo Dani.
   - Você não me deve desculpas, ela sim.
   - Você não fez aquilo que disse antes, na época.
   - Logo saberá.
   As duas seguem para o shopping.
   Mafalda termina ali na escola e sai para o almoço, decidira por ir em sua casa, assim que chega, Regiane vem a ela lhe entregando um envelope.
   - O que é isso?
   - Deixaram, é do juiz, tive de assinar e colocar até documento e.........
   - Mais isso é uma intimação, não acredito que ele esta me processando, mais essa meu Deus.........
   Ao abrir ela descobre que não se trata do ex mais sim de Danielle que a processara.
   - Preciso de um advogado e urgente.
   Mafalda abre a bolsa e faz algumas ligações.
   Na boutique, Simone é servida de champa por Dani.
   - Que luxo cunha.
   - Você merece, afinal será uma mulher casada.
   - Obrigada, mais Dani, você realmente fez aquilo?
   - Da Mafalda, sim, conversei com alguns amigos de meu pai, me orientaram muito bem, acho que ela ja recebera o presentinho que foi enviado para lá, afinal ela achou que iria fazer o que fez e sair impune, jamais.
   - Mais eles tem negócios com vocês e...........
   - Com o Edú e caso eles se queixem, faço sairem disso, afinal já serviram ao propósito.
   - De qual propósito estamos falando?
   - Simone.
   - Me diz Dani, o que sabe que eu não sei.
   Edú chega ali neste momento.
   - Oi amor, que bom que veio, veja como sua irmã esta feliz.
   - Do que falavam?
   - Sobre o propósito de eu e o Marcelo assinarmos e entrarmos de sócios de faxada no frigorifico.
   Edú olha para ela com ar de poucos amigos, logo para a mulher que desvia o olhar.
   - Olhe Simone, é minha irmã, jamais a colocaria em algo que pudesse compromete-la ou causar mau.
   - Sei disso, mais a Dani disse.............
   - Esqueça, olhe que eu te trouxe algo de que vai gostar.
   - O quê mano?
   - O nosso presente para o casal.
   - Sério, não creio, o que é?
   Simone recebe de seu irmão, uma escritura de um apartamento novo.
   - O quê, para mim?
   - Para o casal, agora já pode se mudar daquele para esse, bem maior e melhor localizado.
    - Ai irmão, você é tudo para mim.
   Simone abraça Edú que olha para Dani em repreenssão.
   O delegado termina de ouvir Ivo no hospital, assim que o oficial sai, um médico entra lhe dando alta.
   - Não acredito que já posso sair daqui.
   Ele se arruma para sair, quando a porta é aberta.
   - Mãe, que bom que veio, olhe...........
   - Não Ivo, estou longe de ser sua mãe.
   Leticia ali parada no quarto, Jarbas no corredor vigia a porta.
   - O que quer?
   - Por que não fez o combinado?
   - Eu fiz, só não sabia que ele traria os amiguinhos.
   - O que falou a policia?
   - Tudo.
   - Tudo o quê, Ivo?
   - Me deixe em paz, não falei de você e nem de seu negócio.
   - Se não falasse, eles não teriam ido até a clube.
   - Eu juro.
   - Pare, você mente muito mau.
   - Saia daqui.
   - Claro que vou, afinal eu nem estive aqui, na verdade eu estou arrumando meu look para um velório.
   - O que quer dizer com isso?
   Um homem entra ali e golpeia Ivo, Leticia injeta um medicamento que faz ele desmaiar.
   - Leve-o. Jarbas e o homem sai com Ivo dali, logo estão no carro seguindo para fora da cidade.
   - Ai Ivo, a pior coisa é mentir e se virar contra mim.
   Levi termina a sopa ali na cozinha, quando Macedo entra.
    - Vamos acelerar o negócio todo.
   - Por que?
   - Você é tolo, por que foi usar de seus conhecimentos de luta na frente deles, por que, logo agora?
   - Acha que é fácil apanhar de 3, 4 pessoas de uma vez só?
   - Sempre soube que isso poderia acontecer, fora bem preparado para isso, esta é te faltando tato, depois que se alojou com aqueles seus amigos, viu no que se tornou, nem te conheço.
   - Vá ao inferno e não, o plano continua como está, sabe que a última palavra é sempre a minha.
   - Ficou louco, temos é que acelerar o quanto antes.
   Júlia entra ali.
   - O nosso moço tem razão, amor.
   Levi olha para ela com certo desdém.
   - Por que?
   - Por que com certeza a policia vai estar é na cola dela.
   - Dela?
   - Leticia, afinal foi ela que contratou o amigo do nosso filho para mata-lo.
   - O quê?
   Levi olha para eles ali, Macedo confirma num gesto de cabeça.
   - Concordo completamente, meu amor.


                    04122020........................


Biografia:
amo escrever e ler
Número de vezes que este texto foi lido: 188


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O ENCONTRO 5 paulo ricardo a fogaça
Contos LAPSOS EM CRISES P1 paulo ricardo a fogaça
Crônicas O REAL VERDADEIRO? paulo ricardo a fogaça
Crônicas O NOVO LOCK DOWN paulo ricardo a fogaça
Crônicas A MÁQUINA PÚBLICA paulo ricardo a fogaça
Contos IZAÍAS 4 LGBT IND 18 ANOS paulo ricardo a fogaça
Crônicas O BBB21 O REALITY DA HUMILHAÇÃO? paulo ricardo a fogaça
Crônicas SOBRE MIM paulo ricardo a fogaça
Contos IZAÍAS LGBT 3 IND 18 ANOS paulo ricardo a fogaça
Contos IZAÍAS LGBT 2 IND 18 ANOS paulo ricardo a fogaça

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 90.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 76141 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 62080 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50315 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50065 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49628 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49294 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 49012 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48831 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48801 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 48254 Visitas

Páginas: Próxima Última