Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
OCRE 8 IND 16 ANOS
DE RICO FOG E IONE AZ
paulo ricardo a fogaça

Resumo:
BOM


               Giovana termina a canja de milho com caldo de frango que fora congelado, agora já satisfeita, olha para as duas ali.
    - E então?
    - O quê?
    - Ele tem agido bem?
    - Sim comadre.
    - Pode me dizer a verdade Selma, eu te ajudo a colocar este calhorda a socos para fora de sua casa.
    - Não Giovana, Cícero é um bom homem, não é filha?
    - Sim mãe, vó ele mudou, esta um novo homem.
    Giovana olha para Cícero que vem até ela e recolhe o prato levando para a pia, lava e enxuga as mãos, na sala dá boa noite a elas e segue para seu quarto.
    - Ouçam bem, este homem é um monstro.
    - Não, olhe, sei que tens tudo contra ele, mais esqueça, ele se tornou bom, acha, eu morei com ele, dividimos uma cama, ele é outro.
    - Por falar nisso..........
    Giovana olha para Priscila que só entende com o sinal de sua mãe, ela sai desejando boa noite e pedindo a benção da vó.
    - Deus lhe abençõe.
    Agora sozinhas, Giovana olha firme para Selma.
    - Ele já tentou algo contigo comadre?
    - Tipo, sexo?
    - Sim.
    - Não, ele me respeita e muito, afinal eu deixei bem claro quando o convidei para vir morar aqui.
    - Graças, mais não se esqueça, olhe te trouxe isso.
    - O que é isso?
    - Uma arma de choque, parece uma lanterna mais é uma arma de choque, só um aperto deste na pele dele e pronto derruba até boi, comadre.
    - Não, eu não posso aceitar comadre.
    - Aceite, sei que irá precisar, com este bicho ai dentro de sua casa.
    - Obrigada.
    Selma guarda o objeto e minutos depois as duas decidem por dormir, Giovana foi para o quarto de Selma.
    Cícero já dormira um pouco quando acorda ouvindo um barulho, ele sai da cama e calça seus chinelos, sai pelo corredor e ouve outro barulho vindo da área dos fundos, ele abre a porta e vê Selma arrastando algo para dentro de um quartinho avulso.
    - Pretende fazer uma boa coleção de corpos?
    - Quem sabe, o que quer?
    - Nada, só vim pelo barulho.
    - Obrigada.
    - Pelo quê?
    - Por não ter dopado ela.
    - Acha mesmo que eu faria isso?
    - Vai saber.
    - E então?
    - Ela vai ficar por uns 4 dias, seja legal com ela, eu falei coisas boas sobre.....
    - Sei, o que eu ganho?
    - Dias a mais vivo.
    - Tem certeza que só isso?
    - O que quer?
    - Sua palavra.
    - Sobre?
    - Não mais remédios ou outros truques dessa iguaria.
    - Não sei.
    - Tudo bem, amanhã levanto mais cedo e preparo o meu bom café completo.
    - Tá, tá certo, nada de truques.
    - Sério?
    - Sim.
    - Palavra?
    - Sim.
    Cícero faz sinal de cabeça para ela e retorna ao seu quarto, assim que fecha a porta ele abre de novo e ali no corredor esta Priscila com uma faca.
    - Vai dormir garota.
    - Deixe minha mãe em paz.
    - Fale isso a ela.
    A garota lhe sorri e volta para seu quarto, ele balança a cabeça, balbucia algo e fecha a porta do quarto.
    Giovana acorda cedo e Cícero já esta na cozinha no preparo do café.
    - Pelo jeito ainda esta pelas fazendas?
    - Oi sr Cícero, não vou dizer bom dia, por que em sua companhia nunca o é.
    - Tudo bem, come ovos?
    - Sim.
    - Já estará pronto.
    A mulher olha ele preparar tudo ali, logo Selma e Priscila juntam-se a mesa.
    - Bom dia.
    - Benção vó.
    - Bom dia e que Deus lhe abençõe querida.

                    040721.....


Biografia:
amo escrever e ler
Número de vezes que este texto foi lido: 47289


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas A ESTRANHA CAÇADA paulo ricardo a fogaça
Crônicas TE ODEIO paulo ricardo a fogaça
Contos INTENSO 2 IND 18 ANOS paulo ricardo a fogaça
Contos INTENSO IND 18 ANOS paulo ricardo a fogaça
Contos OCRE FINAL paulo ricardo a fogaça
Poesias ESTRANHA REALIDADE paulo ricardo a fogaça
Poesias ESTRANHO DESESPERO paulo ricardo a fogaça
Contos OCRE 9 IND 16 ANOS paulo ricardo a fogaça
Contos OCRE 8 IND 16 ANOS paulo ricardo a fogaça
Contos OCRE 7 paulo ricardo a fogaça

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 138.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
O cocheiro - Onihara 50093 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 50065 Visitas
La senda de las flores oblicuas - Eva Feld 50028 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 50004 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 49996 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 49798 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 49796 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 49779 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 49755 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 49719 Visitas

Páginas: Próxima Última