Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
CUIDADO ABELHA QUE O ABELHARUCO VEM AÍ!
Saulo Piva Romero

ERA UMA VEZ UMA COLMÉIA ONDE VIVIAM MELBI, A ABELHA RAINHA, MEGANON, O ZANGÃO E A ABELHINHA MAGNA, A FILHA DO CASAL.
MAGNA ERA UMA ABELHINHA MUITO SAPECA QUE VIVIA DESOBEDECENDO AS ORDENS DADAS PELA RAINHA- MÃE.
ELA VIRA E MEXE SEM SAÍA DA COLMÉIA E ACABAVA SE METENDO EM GRANDES CONFUSÕES, POIS, FORA DOS LIMITES DA COLMÉIA, AS ABELHAS TINHAM MUITOS INIMIGOS.
O MALVADO ABELHARUCO ERA UM DELES.  ESSE PÁSSARO SEMPRE FICAVA COM A ANTENINHA LIGADA PARA QUE QUANDO A PEQUENA MAGNA SAÍSSE DA COLMÉIA, ELE COMEÇASSE UMA IMPLACÁVEL PERSEGUIÇÃO NA BUSCA DE CAPTURÁ-LA, POIS O OLHO DO ‘COMEDOR DE ABELHAS’ ERA MUITO MARCANTE, POIS ERA VERMELHO E AINDA É REALÇADO POR UMA “MÁSCARA” PRETA.
AO RAIAR DO DIA A ABELHINHA SAPECA NEM ESPEROU A MÃE CHAMÁ-LA PARA TOMAR O DELICIOSO CAFÉ DA MANHA COM TORRADAS REGADAS AO MEL E SAIU BATENDO AS SUAS ASINHAS EM DIREÇÃO AO BELO JARDIM QUE FICAVA PRÓXIMO DA COLMÉIA ONDE ELA VIVIA.
ASSIM QUE O MALVADO ABELHARUCO A AVISTOU ELE LOGO BATEU AS ASAS E VOOU AO ENCONTRO DA SAPECA E INGÊNUA ABELHINHA.
QUANDO O ESPERTO ABELHARUCO SE APROXIMOU DELA, ELE FOI LOGO AFIANDO SEU BICO PRETO ALONGADO, PERFEITO PARA CAPTURAR  ABELHAS INDEFESAS COMO MAGNA.
NA TENTATIVA DE HIPINOTIZÁ-LA  ELE SOLTOU O SEU BELÍSSIMO E INCONFUNDÍVEL CANTO QUE AGRADAVA AOS OUVIDOS DE QUALQUER INSETO QUE ESTIVESSE NAQUELE JARDIM.
QUANDO A ABELHINHA ESCUTOU PELA PRIMEIRA VEZ O CANTO IMPONENTE DO ABELHARUCO, ELA LOGO SE ENCANTOU E PAROU NO AR PARA PODER VER MELHOR QUEM ERA O DONO DAQUELA BELÍSSIMA VOZ.
ENTÃO AO VÊ-LO A ABELHINHA FICOU PERDIDAMENTE APAIXONADA POR SEU PIOR INIMIGO.
O ABELHARUCO COM AS SUAS PLUMAGENS MULTICOLORIDAS FOI SE APROXIMANDO SUAVEMENTE CADA VEZ MAIS DA ABELHINHA INDEFESA E ELA PARADA NO AR COMO UM BEIJA-FLOR ADMIRANDO O PÁSSARO CHARMOSO QUE A DEIXOU ENCANTADA Á PRIMEIRA VISTA.
MAS, O MALVADO ABELHARUCO SÓ QUERIA A ABELHA COMO ALMOÇO PARA SACIAR A SUA FOME E LOGO ABRIU SEU BICO E COMEÇOU UMA PERSEGUIÇÃO IMPLACÁVEL PARA CAPTURAR A ABELHINHA QUE ASSUSTADA COM A REAÇÃO DO SEU AMADO COMEÇOU A BATER AS SUAS ASINHAS DESGOVERNADAMENTE.
ENTÃO, EIS QUE APARECEU UMA BORBOLETA AZUL E LILÁS QUE VENDO O MALVADO ABELHARUCO PRESTES A ABOCANHÁ-LA DEU UM SONORO GRITO QUE ECOU POR TODA A EXTENSÃO DO JARDIM.
- CUIDADO ABELHA QUE O ABELHARUCO VEM AÍ!
MAGNA SÓ TEVE TEMPO DE RESPIRAR E AO OLHAR PARA TRÁS VIU O MALVADO ABELHARUCO COM O SEU BICO AFIADO E PERFEITO PRONTO PARA ENGOLÍ-LA, VALENTE E GUERREIRA ABELHINHA AINDA TENTOU CRAVAR O SEU FERRÃO CONTRA O PEITO DO SEU AMADO E AO MESMO TEMPO O SEU PIOR INIMIGO.
MAS, A TENTATIVA DA ABELHINHA FRACASSOU E FINALMENTE O MALVADO ABELHARUCO CONSEGUIR FINALIZAR A SUA BEM SUCEDIDA CAÇADA.
DEPOIS DE CAPTURAR A ABELHINHA INDEFESA, O ABELHARUCO A PRENDEU EM SEU BICO AFIADO E A LEVOU PARA UMA ESPÉCIE DE TÚNEL QUE MAIS PARECIA UMA TOCA DE COELHO.
ELE HAVIA CONSTRUÍDO ESSA TOCA DURANTE A PRIMAVERA.  QUANDO CHEGOU LÁ, O MALVADO PÁSSARO DE PLUMAGENS MULTICORIDAS A DEPOSITOU NUMA ESPÉCIE DE NINHO ENQUANTO PREPARAVA OS INGREDIENTES PARA QUE O SEU ALMOÇO FICASSE AINDA MAIS SABOROSO.
ENQUANTO ISSO A BOBORLETA AZUL E LILÁS CHEGA A COLMÉIA E AVISA A MALBI E MEGANON QUE A FILHA DELES FOI RAPTADA PELO MALVADO ABELHARUCO.
ASSIM A ABELHA- MÃE E O PAI ZANGÃO SAEM IMEDIATAMENTE PARA RESGATAR A ABELHINHA DAS GARRAS DO MALVADO ABELHARUCO.
QUANDO ENTRAM NA TOCA DO INIMIGO ABELHARUCO, ELES ENCONTRAM O ABELHARUCO PRESTES A DEGUSTAR A SUA AMADA FILHA.
MEGANON NA TENTATIVA DE SALVAR A VIDA DO-LHE O FERRÃO EM SEU PEITO, MAS ESSA FERRUADA CUSTA-LHE A SUA VIDA.
ENTÃO, MALBI COM O CORAÇÃO DESPEDAÇADO AO VER O MARIDO PERDER A VIDA POR TENTAR SALVAR A FILHA DAS GARRAS DO COMEDOR DE ABELHAS CONVOCA SEU EXÉRCITO DE ABELHAS OPERÁRIAS QUE RAPIDAMENTE INVADE A TOCA DO MALVADO ABELHARUCO QUE TENTA DE TODAS AS FORMAS SE LIVRAR DO ATAQUE EM MASSA DAS ABELHAS COMANDADAS POR MELBI, A SUA RAINHA.
ASSIM O ABELHARUCO QUE JÁ HAVIA SIDO FERIDO PELO FERRÃO DE MEGANON, O ZANGÃO FICOU TOTALMENTE NAS GARRAS DAS ABELHAS QUE RAPIDAMENTE LHE ENCHERAM DE FERRUADAS E LOGO EM SEGUIDA FOI LEVADO A COLMÉIA E PRESO NUMA GAIOLA DOURADA.
O ABELHARUCO FICOU MUITOS ANOS PRESO NAQUELA GAIOLA NO TETO DA SALA DO TRONO DA RAINHA MELBI.  O FATO DE ENVELHECER PRESO ALI FEZ COM QUE SE LEMBRASSE DE UMA IMPORTANTE E VALIOSA LIÇÃO DE QUE SEM ABELHAS, NÃO HÁ VIDA, POIS SEM A POLINIZAÇÃO, A COLABORAÇÃO DAS ABELHAS NO CULTIVO DOS ALIMENTOS, É FUNDAMENTAL PARA QUE O HOMEM CONTINUE VIVENDO NESSA TERRA ABENÇOADA POR NOSSO DEUS.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 33846


Outros títulos do mesmo autor

Contos TICA E NECA Saulo Piva Romero
Contos NO BALANÇO DA LUA Saulo Piva Romero
Contos MISSÃO LESNOCK Saulo Piva Romero
Contos A LUA E EU Saulo Piva Romero
Contos A MENINA E O CATAVENTO Saulo Piva Romero
Contos PAPAI NOEL EM HOME OFFICE Saulo Piva Romero
Contos O SONHO DO PAPAI NOEL Saulo Piva Romero
Contos A INCRÍVEL JORNADA DE UM PARDAL NO ALASCA Saulo Piva Romero
Contos SALZINHO DA TERRA Saulo Piva Romero
Contos O COLAR Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 260.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 49957 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 43339 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 42709 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 41199 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 40760 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 40492 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 40439 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 40424 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 40135 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 40133 Visitas

Páginas: Próxima Última