Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ONDE ESTAVAS TU
ARCIONE JOSÉ DE ÁZARA

ONDE ESTAVAS TU

Estou olhando aquela foto!

Ainda estou apreciando a pedra preciosa que encontrei. É uma tarefa a ser feita sem pressa, contemplando os detalhes, como quando olhamos uma bela obra de arte. Aliás, belíssimos detalhes, o leve sorriso, a pele alva e macia, a luz natural, a luz escultural, a luz interna da “modelo”. É mesmo uma obra de arte, e que arte soberba!

Onde estavas tu escondida, em que estrela vivias, em que mundo que não era o meu encantavas, e me deixavas à míngua, e me deixavas pensar que não existias, que teus tesouros me negavas, que no meu sonho não comparecias, e que já o mundo por ti pirava, que a lua, envergonhada e cabisbaixa, de ti se escondia, pra não ver teu sorriso, pra não ver tua luz, pra não ser contigo comparada, pra não ser mais humilhada?

É esse o motivo, você e teu esplêndido brilho, você e tua história de vida, você, a rainha vibrante, você, e teu olhar radiante, fez a lua, rangendo de medo, uivando de inveja, se eclipsar, desistir de lutar, assumir a derrota, te passar a coroa dos céus, e pra dentro de si só olhar.

Estou tão perto... tão perto de ti, que até quase posso tocar, estou em sintonia, em êxtase, em frangalhos, mas em harmonia, estou dominado, completamente domado, rendido e apaixonado, que nem sei se você é sonho ou loucura, só sei que esse “mel”, que é você, é tão doce, é tao puro, é tão divino, que eu me faço um menino e te rogo: deixa eu provar, deixa eu me perder ou me salvar, mas não me deixe sair dessa vida, sem conhecer, e tocar, e beijar, e em volúpia insana te amar!

Se esse “mel” não vier, você terá dívida no céu, e que Deus não me escute, nunca mais vou sorrir, nunca mais vou chorar, nunca mais vou amar, pois todas as minhas lágrimas por ti, aqui e agora, haverão de rolar!

Número de vezes que este texto foi lido: 79


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas 9 de Março - The Day After (Dias Eternos) ARCIONE JOSÉ DE ÁZARA
Poesias ONDE ESTAVAS TU ARCIONE JOSÉ DE ÁZARA
Poesias LONGA NOITE ARCIONE JOSÉ DE ÁZARA
Poesias HÁ CHUVA LÁ FORA ARCIONE JOSÉ DE ÁZARA
Poesias O AMOR RENOVA ARCIONE JOSÉ DE ÁZARA
Poesias ESSA TAL DE FELICIDADE ARCIONE JOSÉ DE ÁZARA


Publicações de número 1 até 6 de um total de 6.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 62646 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53952 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 42911 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 40098 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39980 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 37844 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 37024 Visitas
Amores! - 35071 Visitas
Desabafo - 34611 Visitas
Faça alguém feliz - 33017 Visitas

Páginas: Próxima Última