Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Uma heroína antissistema
DIRCEU DETROZ

Quem assiste ao filme “Millenium – Os Homens que não Amavam as Mulheres”, pode pensar que a estória da hacker Lisbeth Salander termina quando ela joga no lixo o presente que comprou para o jornalista Mikael Blomkvist, ao vê-lo abraçado com uma outra mulher.

Na versão mais conhecida do filme, Blomkvist é interpretado pelo último 007 Daniel Craig. Rooney Mara do filme “Maria Madalena”, interpreta a Lisbeth Salander. Em tempos em que o conservadorismo ganha espaço no mundo, Salander seria vista como um ponto fora da curva. Uma heroína antissistema.

A saga da Lisbeth Salander vai além dos homens que não amavam as mulheres. Ao todo são seis livros. Três foram escritos por Stieg Larsson, “Os Homens que não Amavam as Mulheres”, “A Menina que Brincava com Fogo” e “A Rainha do Castelo do Ar”. David Lagercrantz foi o encarregado de terminar a série com “O Homem que Buscava sua Sombra”, “A Garota na Teia de Aranha” (tem o filme) e “A Garota Marcada para Morrer”.

À medida que lemos os livros, vamos conhecendo detalhes da vida de Lisbeth Salander que vão além dos abusos sexuais. Seu pai era um espião russo que fugiu para a Suécia levando consigo muitos segredos. Para proteger o espião desertor, o sistema político sueco também abusou da nossa heroína quando criança. Desde cedo Lisbeth Salander foi uma sobrevivente.

Na saga de Lisbeth Salander a podridão por trás da política salta aos olhos. Para proteger a mãe doente dos abusos do pai, a menina Salander tenta queimá-lo atirando um coquetel molotov no seu carro. Logo, enquanto ajuda o jornalista Blomkvist, Salander passa a ser perseguida por uma facção comandada pelo seu pai. Ele tem aliados nos altos escalões suecos.

Quando seu pai finalmente morre, Salander descobre que a facção fica nas mãos da sua irmã Camila. Uma espécie de queridinha do papai. Um ódio mútuo mortal nutre as irmãs. Com espionagens e mortes acontecendo durante uma escalada do monte Everest, a saga de Lisbeth Salander termina em “A Garota Marcada para Morrer”.

Mesmo odiando a irmã, o dedo travou no gatilho nas oportunidades que Salander teve para matá-la. Apesar de ser cruel com os inimigos, uma luzinha de consciência nunca deixou de brilhar dentro dela.

Dificilmente uma heroína como Lisbeth Salander conseguirá se ajustar ao sistema imposto pelas sociedades. Ela tem seu mundo próprio. Nele as bebedeiras e as paixões lésbicas são normais. Temo que ela seria capaz de jogar bem mais do que um presente no lixo. Um leve descuido e Lisbeth Salander fará isso com a sua vida.


Biografia:
Sou catarinense, natural da cidade de Rio Negrinho. Minhas colunas são publicadas as sextas-feiras, no Jornal do Povo. Uma atividade sem remuneração.Meus poemas eu publico em alguns sites. Meu e-mail para contato é: dirzz@uol.com.br.
Número de vezes que este texto foi lido: 196


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas Lições aos humanos DIRCEU DETROZ
Poesias PANDEMIA DIRCEU DETROZ
Crônicas O Brasil da Gripe espanhola DIRCEU DETROZ
Crônicas Tatuados na sexta extinção DIRCEU DETROZ
Poesias CAÇA E CAÇADO DIRCEU DETROZ
Crônicas A morte da morte DIRCEU DETROZ
Poesias BAGUNÇA DIRCEU DETROZ
Crônicas O primeiro ambientalista DIRCEU DETROZ
Poesias APETITE DIRCEU DETROZ
Crônicas A negação dos radicais DIRCEU DETROZ

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 972.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 64307 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 54208 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43080 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 42657 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 40269 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40138 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 37520 Visitas
Amores! - 35641 Visitas
Desabafo - 35105 Visitas
Faça alguém feliz - 33534 Visitas

Páginas: Próxima Última