Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ESTRADA DE AÇO 13 NOVEL LIVRE 12 ANOS
DE PAULO FOG E IONE AZ
paulo azambuja

Resumo:
BOM

12


        EM MEUS DEVANEIOS ACHO, QUE SEREI SALVO POR ALGUÉM QUE TANTO LEMBRO, E VOCÊ EM SEUS?




          Lúcia ali estirada ao chão, Duquel sai, Esmeralda aproveita e joga ao lado da garota um amarradinho de ervas.
        Logo a cela é fechada, ali na entrada do calabouço, Duquel aguarda a feitiçeira.
        - Ficou em pesos leves por ter deixado aquilo para ela?
        - Você quase a matou.
        - Deveria te-lo feito.
        - Ai sim, estaria em péssimos lençóis.
        - Sei até onde posso ir.
        - Eu sei, acabei de conferir.
        A feitiçeira segue mais a ministra a bloqueia com o chicote fechado.
        - O que foi Esmeralda, vai me dizer que esta querendo particiapr de algum levante contra mim?
        - O que sei, logo esse jogo vai virar.
        - E quando isso acontecer vou estar ainda mais rica.
        O general da tropa vem a ministra e lhe diz algo ao ouvido lhe entregando um bilhete.
        - Obrigado general.
        - O que foi?
        - Boas novas, parece que chegamos ao antigo Palácio do reino Azul.
        - O que pretende naquelas ruínas?
        - Oras Esmeralda, iremos saquea-las o máximo que pudermos. A ministra solta um riso cheio de perversidade.
        Reginaldo ali na banheira sendo auxiliado por 3 serviçais, recebe doses aromáticas e óleos para o corpo em seu banho.
        Alguém bate á porta e ele ordena que entre.
        - Majestade.
        - O que foi?
        - Um bilhete da ferrovia.
        - Obrigado. Ele abre e lê saindo do seu banho, assim sendo vestido pelas serviçais.
                                                                                              05052019...........


Biografia:
gosto de escrever
Número de vezes que este texto foi lido: 28659


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O MEDO E SEUS PARCEIROS paulo azambuja
Crônicas NOSSO PAÍS E SEUS DEVANEIOS paulo azambuja
Poesias O SENTIDO DE DOER paulo azambuja
Contos ESTRADA DE AÇO 11 NOVEL LIVRE 12 ANOS paulo azambuja
Poesias OUTROS SONHOS E AFINS paulo azambuja
Contos ESTRADA DE AÇO 10 NOVEL LIVRE 12 ANOS paulo azambuja
Contos ESTRADA DE AÇO 9 NOVEL LIVRE 12 ANOS paulo azambuja
Contos ESTRADA DE AÇO 8 NOVEL LIVRE 12 ANOS paulo azambuja
Contos ESTRADA DE AÇO 7 NOVEL LIVRE 12 ANOS paulo azambuja
Poesias INCERTEZAS E OUTROS MOMENTOS paulo azambuja

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 166.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 30228 Visitas
eu sei quem sou - 30125 Visitas
sei quem sou? - 30097 Visitas
viramundo vai a frança - 30079 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 30061 Visitas
camaro amarelo - 30040 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30038 Visitas
MENINA - 30025 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29988 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 29987 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última