Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O GIGANTE DA COLINA
Saulo Piva Romero

HÁ MUITOS E MUITOS ANOS VIVIA, POR ENTRE AS ÁRVORES DA COLINA DAS FLORES, UM GIGANTE FEIO E MUITO MAU. MAS OS HABITANTES DA COLINA DAS FLORES SÓ VIAM A APARÊNCIA DO GIGANTE NA SUA FRENTE E NÃO IMAGINAVAM QUE PORFÍRIO TINHA UM CORAÇÃO TÃO MEIGO E GENEROSO. NA COLINA DAS FLORES SÓ MORAVAM GIGANTES. A PAZ E A TRANQUILIDADE REINAVAM NAQUELA BELA COLINA ATÉ QUE UM DIA, OS ÍNDIOS VIZINHOS DA COLINA DAS FLORES RESOLVERAM EXPLORÁ-LA. OS GIGANTES COMEÇARAM A FICAR IMPACIENTES COM A INVASÃO DO SEU TERRITÓRIO POR UM GRUPO DE ÍNDIOS. ISSO, FEZ COM QUE OS GIGANTES FICASSEM DE ORELHA EM PÉ COM A CHEGADA REPENTINA DO GRUPO DE INVASORES. LOGO, QUE CHEGARAM A COLINA DAS FLORES, OS ÍNDIOS FUGIA DOS GIGANTES, ESPECIALMENTE DE PORFÍRIO QUE ERA O CHEFE DOS GIGANTES E CUJA FUNÇÃO ERA A DE ZELAR E PROTEGER A COLINA DAS FLORES DAS MÃOS DE QUALQUER POVO FORASTEIRO QUE VIESSE A PERTURBAR O SOSSEGO DAQUELA COLINA MARAVILHOSA. ELES FUGIAM DE PORFÍRIO POR CAUSA DA FEIURA DELE. ELES FICAVAM APAVORADOS CADA VEZ QUE DAVAM DE CARA COM O LÍDER DOS GIGANTES. PORFÍRIO ERA TÃO FEIOSO QUE ATÉ OS PÁSSAROS NÃO OUSAVAM CHEGAR PERTO DELE. NO COMEÇO DA INVASÃO DA COLINA DAS FLORES, OS ÍNDIOS PENSAVAM QUE PORFÍRIO ERA BEM MALVADO E QUE ELE FARIA MUITAS MALVADEZAS COM OS PELES VERMELHAS. E PORFÍRIO POR SUA VEZ ANDAVA MUITO POR TODOS OS CANTOS DA COLINA SEMPRE PERSEGUINDO ALGUM ÍNDIO MAIS CORAJOSO QUE SE ATREVIA A ENFRENTÁ-LO, POIS, O LÍDER DOS GIGANTES TAMBÉM ACHAVA QUE OS ÍNDIOS QUERIAM EXPULSAR OS GIGANTES DA COLINA E TOMAR POSSE DELA. MAS, OS ÍNDIOS NÃO QUERIAM FAZER MAL A NINGUÉM. ELES SÓ ENTRARAM NA COLINA PARA COLHER FRUTAS E PESCAR ALGUNS PEIXES PARA QUE NO INVERNO NÃO FALTASSE ALIMENTOS E PARA QUE NÃO PRECISASSE SUBIR NA COLINA QUANDO ELA ESTIVESSE COBERTA DE NEVE. MAS, PORFÍRIO ERA TEIMOSO APESAR DE TER UM CORAÇÃO DE MANTEIGA DERRETIDA. ELE ERA CAPAZ DE FAZER O QUE FOSSE PRECISO PARA DEFENDER A SUA COLINA E O BEM ESTAR E A HONRA DE SEU POVO. NUM CERTO DIA, DEPOIS DE MUITO GUERREAR COM ALGUNS ÍNDIOS, ELE FICOU TÃO CANSADO QUE, AO CHEGAR PERTO DE UM RIO, DEITOU-SE, A FIM DE REPOUSAR. ACOMODOU O CORPO IMENSO SOBRE O CHÃO E ADORMECEU. ENTÃO, ENQUANTO ELE ESTAVA DORMINDO APARECEU UMA FADINHA QUE TAMBÉM O JULGOU SOMENTE PELA APARÊNCIA E PELAS APARENTES MALVADEZAS QUE ELA ACHAVA QUE ELE PRATICOU CONTRA OS PELES VERMELHAS. ENTÃO, A FADINHA RESOLVEU JULGÁ- LO SEM AO MENOS LHE DAR UMA CHANCE DE SE DEFENDER. E MOSTRAR COMO ELE ERA POR DENTRO, QUE ERA UM GIGANTE DE CORAÇÃO PURO E GENEROSO. ENTÃO, ELA SE APROXIMOU DELE E APARECEU NOS SEUS SONHOS E DISSE QUE HAVIA CHEGADO O SEU FIM E DE SUAS MALVADEZAS E TOCOU NELE COM A SUA VARINHA DE CONDÃO TRANSFORMANDO O GIGANTE DA COLINA NUMA PEDRA PARA SEMPRE. E ASSIM, PORFÍRIO DORMIU DURANTE MUITOS ANOS ENTRE AS ÁRVORES DA COLINA DAS FLORES E SEU CORPO AGORA NA FORMA DE PEDRA ROCHOSA FORMOU MORROS, MONTANHAS E VALES ENTRE A COLINA DAS FLORES. QUANDO OS ÍNDIOS FICARAM SABENDO DO QUE HAVIA ACONTECIDO COM O LÍDER DOS GIGANTES NA MESMA HORA COMEÇARAM A ORAR AO CRIADOR DO UNIVERSO PARA QUE ELE DESFIZESSE A INJUSTIÇA COMETIDA PELA FADINHA QUE O JULGOU SEM CONHECÊ-LO E PERDOASSE OS PELES VERMELHAS TAMBÉM POR NÃO PERCEBEREM QUE SÓ HAVIA BONDADE E PUREZA NO CORAÇÃO DO GIGANTE DA COLINA DAS FLORES. ENTÃO, QUANDO OS PELES VERMELHAS TERMINARAM A ORAÇÃO, PORFÍRIO VOLTOU A SER UM GIGANTE NOVAMENTE E TEVE A ABSOLUTA IMPRESSÃO DE QUE TUDO O QUE ACONTECEU COM ELE, ALI JUNTO AO RIO FORA SOMENTE UM SONHO E NADA MAIS. DEPOIS JÁ REFEITO DO SONHO AGITADO, PORFÍRIO RECONHECEU QUE NÃO HAVIA SIDO AMÁVEL COM OS ÍNDIOS E PEDIU PERDÃO COM MUITA HUMILDADE POR JULGAR OS PELES VERMELHAS SEM CONHECER AS SUAS VERDADEIRAS INTENÇÕES. DEPOIS DE TUDO RESOLVIDO. OS GIGANTES E OS PELES VERMELHAS SE TORNARAM GRANDES AMIGOS E VIVERAM MUITOS E MUITAS ANOS DE PAZ E DE CONVIVÊNCIA PACÍFICA NA LINDA COLINA DAS FLORES.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 28486


Outros títulos do mesmo autor

Contos JOÃO CARIJO E ZÉ DO MATO Saulo Piva Romero
Poesias O COLECIONADOR DE FIGURINHAS Saulo Piva Romero
Contos O ESPELHO DE NARCISO Saulo Piva Romero
Contos A LOBA DA NEVE Saulo Piva Romero
Contos A ABELHINHA ABELHUDA Saulo Piva Romero
Contos A MINHOCA E A FORMIGA Saulo Piva Romero
Contos VOCÊ É TÃO DOCE! Saulo Piva Romero
Contos MONIQUE E A PÉROLA VALIOSA Saulo Piva Romero
Contos DOM COIOTE E SANCHO PANDA Saulo Piva Romero
Contos AS MANGAS DO QUINTAL DA SINHAZINHA Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 114.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
haicai - rodrigo ribeiro 38203 Visitas
The crow - The Wiki World - The Crow 38177 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30419 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 29828 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29728 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29721 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29699 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29519 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29467 Visitas
Amores! - 29431 Visitas

Páginas: Próxima Última