Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O ÚLTIMO UCHIRA
Caliel Alves dos Santos

Dedicado a Masashi Kishimoto.


Me desculpe Naruto por terminar assim
Tudo vai terminar aqui no Vale do Fim
Eu continuarei com minha vingança contra Itachi
Saudades da Sakura e lembranças do Kakashi...

Tudo começou pela busca do poder
Pela estabilidade o meu clã teve que morrer
Eu vi o meu pai morto e minha mãe mutilada
Como diz o ditado: “A lágrima é salgada”
Desde aquele dia eu perdi a minha infância
Só me sobraram o ódio, a fúria e a vingança
Num país em conflito nada nunca está a salvo
Todos só almejam chegar no lugar mais alto
O pior disso tudo que o culpado é meu irmão
De modo vergonhoso ele traiu sua Nação
Agora ele é mais um dos fugitivos de Konoha
Suas últimas palavras: “Meu irmãozinho, corra!”
Agora eu sou o vingador buscando a justiça
Por essa vendeta a minha vontade é submissa
Seguirei Orochimaru, ele vai me ajudar
Cuidado Itachi, um dia eu vou me vingar.

Me desculpe Naruto por terminar assim
Tudo vai terminar aqui no Vale do Fim
Eu continuarei com minha vingança contra Itachi
Saudades da Sakura e lembranças do Kakashi...

Eu me tornei um ninja, agora eu sou genin
Não posso esperar até chegar a ser jonin
Sei o que você sente, eu vejo a sua mágoa
Que o seu sentimento flua como essas águas
Escorram pelo tempo e deságuem no infinito
Espero que entenda, você é meu melhor amigo
Por mais que você queira, eu nunca vou voltar
Assim como você, eu nunca tive um lar
Esse desejo que voraz me consome
É a própria vingança, esse é seu nome
O maior dos fardos que alguém pode carregar
As lágrimas já secaram, eu não vou chorar
A minha história foi escrita com sangue
Agora é olho por olho e sangue pelo sangue
O meu caminho é mudar a realidade...
Espero que um dia você se torne Hokage.

Me desculpe Naruto por terminar assim
Tudo vai terminar aqui no Vale do Fim
Eu continuarei com minha vingança contra Itachi
Saudades da Sakura e lembranças do Kakashi...


Biografia:
Comecou a escrever depois de um concurso em sala de aula. Dois anos depois ele publicou seu primeiro livro.
Número de vezes que este texto foi lido: 28672


Outros títulos do mesmo autor

Resenhas Guia Politicamente Incorreto da Terra Plana Caliel Alves dos Santos
Artigos As idiossincrasias do mercado de quadrinhos nacional Caliel Alves dos Santos
Artigos O coach como vendedor de mentiras Caliel Alves dos Santos
Poesias Poesia marxista Caliel Alves dos Santos
Resenhas O livro dos escritores olimpianos Caliel Alves dos Santos
Contos Preview: Distante do Céu Caliel Alves dos Santos
Releases ACID+NEON VOL.2 Caliel Alves dos Santos
Resenhas Um estrangeiro no pedaço Caliel Alves dos Santos
Resenhas Pelo signo do ódio morrerás Caliel Alves dos Santos
Resenhas Explorar é preciso! Viver? Nem tanto... Caliel Alves dos Santos

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 94.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 66102 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55099 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43680 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43296 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 42566 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40816 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 39590 Visitas
Amores! - 38092 Visitas
Desabafo - 37353 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 35680 Visitas

Páginas: Próxima Última