Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SINESTESIA MONOCROMÁTICA
Caliel Alves dos Santos

Etimologicamente a palavra chrôma tem origem grega e significa o sinal que contém a informação referente às cores da imagem. Você já ouviu uma música e sentiu o cheiro do som? Ou quando leu um mangá, sentiu a batida perfeita de um hip-hop? Lendo o mangá criado pelo Washington (roteiro) e Erick (arte), (que chamarei de Irmãos Messias, Amén) você terá essa experiência.
    Essa dupla de cariocas conseguiu imprimir influências diversas e elementos de um bom B-Shonen. Cansado de ver mangá brasileiro ambientado no Japão e com aqueles nomes e termos japoneses? Seus problemas acabaram. De todos os trabalhos que li até agora, essa é o que tem a atmosfera mais brasilei-ra. José, Andrea, Diego de todo o Brasil estão aqui.
    Henry vive com seu pai Abrahan (numa favela, importante que se diga), eles gerem uma academia de gangues. O desmotivado protagonista volta de mais um dia da escola. Após fazer a apresentação do local a Candy, aluna de inter-câmbio (essa parte foi hilária), um grupo de ex-alunos pede para serem aceitos novamente na academia.
    Entre eles está o pequeno notável JC. Ele não está muito interessado nas aulas, na verdade, seu propósito é muito maior. As habilidades dos persona-gens têm relação com as cores. Não sei exatamente o sistema, mas cada cor no círculo cromático parece ter uma função diferente, com infinitas possibilida-des. Os Irmãos Messias conduzem a história com uma sinergia simbiótica.
    O título está aprovado! Espero poder ver no futuro mais do que o círculo cromático é capaz de fazer. JC roubou a cena do volume 1 (só suspeito para falar, adoro hip-hop), veja a luta dele ouvindo Battlecry do Nujabes. Para ad-quirir seu mangá acesse:

http://www.facebook.com/kromaquadrinho


Biografia:
Caliel Alves nasceu em Araçás/BA. Desde jovem se aventurou no mundo dos quadrinhos e mangás. Adora animes e coleciona quadrinhos nacionais de autores independentes. Começou escrevendo poemas e crônicas no Ensino Médio. Já escreveu contos, noveletas, resenhas e artigos publicados em plataformas na internet e em algumas revistas literárias. Desde 2019 vem participando de várias antologias como Leyendas mexicanas (Dark Books) e Insólito (Cavalo Café). Publicou o livro de poemas Poesias crocantes em e-book na Amazon.
Número de vezes que este texto foi lido: 54873


Outros títulos do mesmo autor

Resenhas Poetize a vida Caliel Alves dos Santos
Artigos O Brasil não é hexa, mas Lula é tri! Caliel Alves dos Santos
Artigos O romper das cordas Caliel Alves dos Santos
Resenhas Mirar na lua acima das estrelas Caliel Alves dos Santos
Artigos Representação política como parâmetro da divisão do Brasil Caliel Alves dos Santos
Artigos O que é dívida histórica? Caliel Alves dos Santos
Resenhas Iraci Gama: intérprete de Alagoinhas Caliel Alves dos Santos
Ensaios Militares como fator de risco a democracia Caliel Alves dos Santos
Resenhas A cidade em palavrório Caliel Alves dos Santos
Resenhas A poética feminina Caliel Alves dos Santos

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 139.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Minicurso sobre a redação no ENEM - Isadora Welzel 79716 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 59535 Visitas
81 anos da prisão e morte dos Rosas Brancas - Vander Roberto 55450 Visitas
QUE SE... - orivaldo grandizoli 55364 Visitas
Lançamento do livro - Alberto Kopittke 55341 Visitas
Nua, totalmente indefesa - rodrigo ribeiro 55307 Visitas
A FARSA DA USURA - fabio espirito santo 55282 Visitas
amor feito desejo... - natalia nuno 55241 Visitas
A Magia dos Poemas - Sérgio Simka 55217 Visitas
O Senhor dos Sonhos - Sérgio Vale 55207 Visitas

Páginas: Próxima Última