Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
CAIPIRAS EM GUERRA
9 DE JULHO
Orlando Batista dos Santos

CAIPIRAS EM GUERRA

Dizem que durante a Revolução Constitucionalista de 1932 ocorreram episódios marcantes por sua singularidade no campo de batalha. Dois exemplos típicos são, do lado legalista, os aviões “vermelhinhos” semeando o terror nas trincheiras paulistas, e do lado dos revolucionários, as famosas matracas, instrumentos de madeira que simulavam o ruído de metralhadoras, pondo as forças de Getúlio em pavorosa. Quem lê sobre o assunto com “espírito desarmado” não tem dificuldade para descobrir casos pitorescos, em que pese a gravidade que se revestiu a revolução. Eis alguns exemplos:
Tendo uma patrulha legalista composta por mineiros sido presa por combatentes paulistas, um sargento aprisionado desabafa desconsolado: “É, eu tava dizeno: esse negóço de brigá in casa istranha num dá certo. Tava me parpitano...”. Tendo que informar sobre à situação da tropa mineira na região, falou: “O capitão diz que nóis tem de chegá in Casa Branca de carqué jeito, mais tô veno que nóis num chega nem na metade do camin... Paulista é um causo sério pra brigá. Cada sordado fais um istrago danado!”
O lado legalista contava suas vantagens. Segue um diálogo de nordestinos em pleno combate:
—Raimundo, é o diabo qui tá fumano!!!
—Oh, gente da pexte; paulixta atira qui nem dexa a gente drumí!!!
—Será qui eles vem assaltar a gente?!
—Tu tá é bexta! Tu já viu paulixta fazê assalto? E o medo da faca!!!
—Tá bon, tá bon... e se eles vinhé?!
—Bem capais! Essa gente só sai do buraco à bala; ô gente ruinzinha pra se defendê. Gruda na terra qui nem carrapato. E tome bala, tome bala. E eles sai? Eles sai, mais custa!!!
A contribuição do nordestino à revolução foi marcante para ambos os lados: 400 homens de um batalhão de nordestinos paulistas (porque todos que residiam em São Paulo eram obrigados a ser paulistas) se renderam às forças do governo. Amáveis e brincalhões que eram, festejaram a chegada de um batalhão inimigo composto por soldados pernambucanos que chegara como reforço. Juntando-se aos “conterrâneos” e lá se foram os felizes nordestinos a dar tiros, agora em seus ex-aliados paulistas. E ficaram na História como os vira-casacas.

**
Consultar Glauco Carneiro em “História das Revoluções Brasileiras”- Record,1989,Segunda Edição.


Biografia:
Estudioso do Folclore e da Cultura Popular de raízes caipiras. Autor do livro Heróis Caipiras. http://www.clubedeautores.com.br/book/119026--HEROIS_CAIPIRAS Presidente da Associação de Produtores da Agricultura Urbana de Campinas e Região. Blog: http://aproagriup.blogspot.com.br
Número de vezes que este texto foi lido: 53015


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Poema do Nascimento Orlando Batista dos Santos
Crônicas CAIPIRAS EM GUERRA Orlando Batista dos Santos
Contos SEO DONATO Orlando Batista dos Santos
Artigos OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR Orlando Batista dos Santos
Crônicas Trabalha, Negro, Canta e Dança Orlando Batista dos Santos
Artigos FOLCLORE - CHUPA-CABRA: O NASCER DE UM MITO Orlando Batista dos Santos
Crônicas OS MEDOS DA GENTE Orlando Batista dos Santos
Poesias ENGENHO NOVO Orlando Batista dos Santos
Poesias FELICIDADE É... Orlando Batista dos Santos
Contos SACI, OU O DEMO EM PESSOA? Orlando Batista dos Santos

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 17.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 69079 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 57977 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 57630 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55903 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 55222 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 55198 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 55078 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54961 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 54945 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 54932 Visitas

Páginas: Próxima Última