Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O Estudo de Libras na Escola
A importancia do estudo de Libras na Educação Básica
Michela Aparecida Biltge

Resumo:
A escola como meio de difundir novos meios de comunicação entre os alunos e explanção para a divulgação na soicedade e espaço escolar.

O estudo de Libras na Educação Básica se faz mister em propiciar as diferentes possibilidade e oportunidade de comunicação entre surdos e ouvintes desde a educação básica, como também favorecer o acesso e permanência dos surdos na escola, visto que é difícil e restrita a oportunidade de ensino oferecida aos alunos; assim sendo poder auxiliar nas ações cotidianas do surdo, que são complicadas devido à falta de profissionais intérpretes e desconhecimento da libras pela população. Sabemos por experiências acumuladas e compartilhadas entre profissionais da educação que utilizam o espaço escolar com oficinas e
Projetos voltados para os alunos e sua família, (em cursos opcionais, por exemplo) oferecem uma interessante oportunidade para incluir surdos em uma sociedade de ouvintes, utilizando a Libras para que todos possam interagir e proporcionar melhores condições de comunicação entre ambos.

A LÍNGUA COMO FATOR SOCIAL
Dentre os objetivos da aprendizagem da língua de sinais por alunos ouvintes e com necessidades educacionais especiais observamos que proporcionar maior comunicação entre surdos e ouvintes e favorecer o acesso e permanência dos mesmos na escola e primordial, visto que é difícil e restrita a oportunidade de ensino oferecida aos alunos. Conforme SALLES (2007):
“A sociedade brasileira se apresenta como maior nação de falantes da língua portuguesa. No entanto, é necessário promover o letramento e o amplo acesso do cidadão às diferentes instâncias sociais, à produção e ao usufruto dos bens culturais e artísticos, com vistas ao desenvolvimento humano e à realização pessoal. A situação da comunidade surda nesse cenário é particularmente interessante, em termos linguísticos, pela perspectiva do bilinguismo, e culturais, tanto no plano da cidadania brasileira, com o sentimento de nacionalidade e o respaldo institucional, quanto na condição que identifica seus membros como detentores de uma cultura própria, a cultura surda (p.23-24).” Vemos também o apoio que o surdo não encontra para realizar as ações cotidianas (uma simples consulta médica ou atendimento bancário, (por exemplo), são complicadas devido à falta de profissionais intérpretes. Assim, o conhecimento da linguagem de sinais por mais pessoas contribui para a qualidade de vida da pessoa surda.
Desta forma, podemos utilizar o espaço escolar como opção para inserir projetos e oficinas voltados para o surdo e sua família, com cursos opcionais ou como disciplina a ser incorporada ao currículo, vejamos os casos das línguas estrangeiras modernas, da qual já se faz como parte integrante da grade curricular no ensino regular desde as séries iniciais.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 156


Outros títulos do mesmo autor

Poesias INCLUSÃO DA LIBRAS NO CURRÍCULO DO ENSINO FUNDAMENTAL Michela Aparecida Biltge
Poesias O Estudo de Libras na Escola Michela Aparecida Biltge
Poesias Libras Michela Aparecida Biltge


Publicações de número 1 até 3 de um total de 3.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 68951 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 57874 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 56685 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55754 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 54995 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 54849 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54805 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 54747 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54685 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 54648 Visitas

Páginas: Próxima Última