Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
🔵 SP 470 — Edifício Itália
Rafael da Silva Claro


De longe, avistei o próximo “alvo”: Circolo Italiano (Edifício Itália). Não era o mais alto de São Paulo, mas era bem imponente, icônico e com uma vista, digamos, geométrica. Para quem não se contentava apenas com a paisagem urbana, tinha a Serra da Cantareira cercando toda a Zona Norte.

Como faltava coragem, técnica e cara de pau para subir o arranha-céu como o francês Alain Robert (escalando) e fôlego para vencer os 46 andares (pelas escadas), então, subi à cobertura pelo elevador. Quando as portas abriram, praticamente dentro do requintado restaurante, vi que não teria mais volta.

Boné entortado, jaqueta jeans surrada e mochila nas costas denunciavam a presença de mais um fotógrafo naquela cobertura. O “maître” devia estar familiarizado com a presença de caçadores de imagens. Como se a indumentária fosse submetida a uma rápida análise, eu esperaria ser barrado ou ignorado pelo segurança, garçom ou “maître”. Diferentemente das minhas expectativas, fui bem recebido, bem tratado e orientado.

Saquei a jurássica, embora excelente, máquina fotográfica e comecei a clicar as fotos mais retratadas do centro de São Paulo. Portando os negativos do icônico edifício da Avenida Ipiranga, como se estivesse fugindo, deixei o restaurante sem aproveitar a consumação.

*******

Em 2017, dois paraquedistas calmamente jantaram e beberam vinho ao som de um piano. Contrastando com o requinte do restaurante refinado (Terraço Itália), a dupla saltou, num inédito “base-jump”. O velame entregou-os à Avenida Ipiranga sãos e salvos.

******

Como falei, na minha saída, satisfeito com as imagens capturadas, abri mão do cardápio e saí com pressa. Fui, novamente, tratado com garbo e elegância, apesar do meu aspecto. Como o endereço ficou manjado, minha imagem provavelmente denunciaria a intenção de uma fuga radical (como os paraquedistas do “base-jump”).

Atualmente, acredito que o meu tratamento seria bem diferente, pois, devido ao modo como me equipei, denunciava a possibilidade de me atirar do prédio de 165 metros. Daquele jeito, somente numa correria, no imediato instante da abertura das portas do elevador, eu conseguiria abandonar o restaurante triunfalmente.

Quando vejo o arranha-céu da Avenida Ipiranga, custo a acreditar que já escalaram e saltaram daquele lugar espetado no centro de São Paulo.


Biografia:
Ensino secundário completo. Trabalhei em várias empresas, fora da literatura. Tenho um blog, onde publico meus textos: “Gazeta Explosiva” Blogger
Número de vezes que este texto foi lido: 201


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios 🔴 A arte de enganar Rafael da Silva Claro
Crônicas 🔵 Rosmitter, o boêmio Rafael da Silva Claro
Poesias 🔴 Conto de fardas Rafael da Silva Claro
Ensaios 🔴Madonna de areia Rafael da Silva Claro
Ensaios Leite com Pimenta Rafael da Silva Claro
Ensaios 🔴 As joias da coroa Rafael da Silva Claro
Ensaios 🔴 Feiquinius Rafael da Silva Claro
Crônicas 🔵A mansão dos mortos Rafael da Silva Claro
Ensaios 🔴 Os esquerdistas invadem a América Rafael da Silva Claro
Ensaios 🔴 Atila, o rei dos energúmenos Rafael da Silva Claro

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 426.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 69106 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 58001 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 57663 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55939 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 55260 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 55256 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 55161 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 55031 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 55019 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54996 Visitas

Páginas: Próxima Última