Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A ESTRELA DOS LAGOS
Saulo Piva Romero

ERA UMA VEZ UMA PROFESSORA CHAMADA CARINHOSAMENTE DE ZOÉ.
ELA LECIONAVA NUMA ESCOLA DA PERIFERIA.  A PROFESSORA ZOÉ ERA MUITO QUERIDA E RESPEITADA POR SEUS ALUNOS.
SEUS ALUNOS A AMAVAM TANTO QUE TODOS OS DIAS LHE ENTREGAVAM UMA MAÇÃ PARA EXPRESSAR TODO O AMOR QUE SENTIAM POR ELA.
HÁ VINTE E NOVE ANOS ESSA CENA SE REPETIA TODOS OS DIAS NAQUELA ESCOLA HUMILDE DE PERIFERIA.
AQUELA SENHORA DE CABELOS RUIVOS ESTAVA SEMPRE DISPOSTA A ENSINAR TUDO O QUE SABIA PARA QUE SEUS ALUNOS PUDESSEM ENFRENTAR A VIDA FORA DA ESCOLA COM CORAGEM, COMPETÊNCIA E DETERMINAÇÃO PARA QUE NUM FUTURO BREVE PUDESSEM SE TORNAR CIDADÃOS DE BEM E EXCELENTES PROFISSIONAIS.
NUMA DE SUAS AULAS A PROFESSORA ZOÉ PEDIU PARA OS ALUNOS ESCREVEREM OS NOMES DOS COLEGAS DE CLASSE NUMA FOLHA DE PAPEL SULFITE E QUE DEIXASSE UM ESPAÇO NA FRENTE PARA ESCREVEREM ALGO A RESPEITO DELES.
ENTÃO, A SÁBIA PROFESSORA ZOÉ DISSE PARA QUE ELES PENSASSEM NA COISA MAIS BONITA QUE ELES PODERIAM DIZER A RESPEITO DE CADA UM DOS SEUS COLEGAS DE CLASSE NAQUELE PEQUENO ESPAÇO RESERVADO AO LADO DOS NOMES.
ISSO FEZ COM QUE SE CONSUMISSE TODO O TEMPO DA AULA ATÉ QUE TODOS OS SEUS ALUNOS ACABASSEM A TAREFA PROPOSTA.
ASSIM QUANDO A AULA TERMINOU TODOS OS ALUNOS ENTREGARAM A FOLHA PARA ZOÉ.
ENTÃO QUANDO A PROFESSORA ZOÉ JÁ SE ENCONTRAVA SOLITÁRIA NA SALA DE AULA COMEÇOU A ESCREVER O NOME DE CADA UM DE SEUS ALUNOS NUM PEDAÇO DE PAPEL E SUBLINHOU TUDO O QUE ELES DISSERAM EM ESPECIAL PARA CADA UM DE SEUS COLEGAS.
NA AULA SEGUINTE A MEIGA PROFESSORA ZOÉ ENTREGOU PARA CADA UM DOS SEUS ALUNOS A SUA LISTA FAZENDO QUE EM POUCO TEMPO A CLASSE INTEIRA SORRISSE.
ELE ATENTA A REAÇÃO DOS ALUNOS OUVIA AS MAIS VARIADAS OPINIÕES VINDAS DOS ALUNOS.
- EU NUNCA PODERIA IMAGINAR QUE SIGNIFICAVA TANTO PARA ALGUÉM! E MUITO MENOS NÃO SABIA QUE GOSTAVAM TANTO DE MIM.
OS COMENTÁRIOS FORAM MUITOS DURANTE AQUELA AULA.
MAS NINGUÉM COMENTOU MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO NAS AULAS SEGUINTES.
ASSIM A PROFESSORA ZOÉ NUNCA MAIS SOUBE SE ELES HAVIAM DISCUTIDO ESSE ASSUNTO COM OS SEUS PAIS OU ENTRE ELES FORA DA ESCOLA. MAS PARA AQUELA SÁBIA SENHORA DE CABELOS RUIVOS ISSO ERA O QUE MENOS IMPORTAVA, POIS PARA ELE O QUE IMPORTAVA DE VERDADE ERA QUE HAVIA ATINGIDO O SEU OBJETIVO COM A TAREFA PROPOSTA AOS SEUS ALUNOS, POIS ELES HAVIAM FICADO FELIZES COM ELES MESMOS E COM OS SEUS COLEGAS.
ASSIM OS ANOS SE PASSARAM E OS SEUS QUERIDOS ALUNOS CRESCERAM E A SÁBIA ZOÉ FINALMENTE SE APOSENTOU.
CADA ALUNO SEGUIU A SUA VIDA EM UMA DETERMINADA CIDADE E NUNCA MAIS ELES SE VIRAM.
MAS, UM DIA DEUS DECIDIU CHAMAR UM DOS ALUNOS DA PROFESSORA ZOÉ. O JOVEM NESTOR QUE PERDEU  A SUA VIDA SERVINDO A PÁTRIA EM UMA GUERRA.
ISSO FEZ COM QUE TODOS OS ALUNOS SE REENCONTRASSEM NOVAMENTE COM A QUERIDA PROFESSORA ZÓE NA DESPEDIDA A NESTOR.
NESTOR PARECIA TÃO BONITO E MADURO.  POR ISSO ERA DIFÍCIL ACREDITAR QUE ELE HAVIA PARTIDO TÃO JOVEM.
SEUS COLEGAS DA ANTIGA ESCOLA DE PERIFERIA ESTAVAM TODOS ALI REUNIDOS PARA LHE DAR ADEUS.
E A SÁBIA PROFESSORA ZOÉ JÁ COM OS SEUS CABELOS BRANCOS FOI A ÚLTIMA A PRESTAR HOMENAGEM A NESTOR.
E ENQUANTO ZOÉ BEIJAVA-LHE A TESTA DE SEU QUERIDO ALUNO, UM SOLDADO QUE GUERREOU AO LADO DELE NA GUERRA SE APROXIMOU E DISSE:
- A SENHORA FOI A PROFESSORA DE HISTÓRIA DO NESTOR?
ELA BALANÇOU A CABEÇA FAZENDO UM GESTO POSITIVO.
ENTÃO, O SOLDADO DISSE:
- ELE FALAVA MUITO SOBRE A SENHORA
OS OLHOS DA SÁBIA ZOÉ ENCHERAM-SE DE LÁGRIMAS E LOGO APÓS A DESPEDIDA TERMINAR OS PAIS DE NESTOR VIERAM FALAR COM ELA.
- SENHORA ZOÉ PRECISAMOS LHE FALAR! NÓS ENCONTRAMOS ESSE PADAÇO DE PAPEL NO BOLSO DA CALÇA DE NESTOR QUANDO ELE FOI LEVADO AO HOSPITAL E TEMOS A CERTEZA DE QUE VAI RECONHECÊ-LO E ABRINDO A CARTEIRA O PAI DE NESTOR ENTREGOU-LHE O PAPEL QUE ELE HAVIA ESCRITO NUMA DE SUAS AULAS.
ENTÃO ZOÉ IMEDIATAMENTE SE LEMBROU DA LISTA QUE HAVIA PROPOSTO COMO TAREFA AOS SEUS ALUNOS HÁ MUITOS ANOS ATRÁS COM TODAS AS COISAS BONITAS QUE OS COLEGAS TINHAS ESCRITO SOBRE ELE.
- MUITO OBRIGADO POR PROPORCIONAR ESSA FELICIDADE AO MEU FILHO, POIS ELE GUARDOU ESSE PAPEL COMO SE FOSSE UM TESOURO DURANTE TODOS ESSES ANOS.
ENTÃO, A SÁBIA PROFESSORA ZOÉ SE SENTOU E COMEÇOU A CHORAR PROFUNDAMENTE TOMADA PELA EMOÇÃO. ELE CHORAVA COM MUITO SENTIMENTO POR NESTOR E POR TODOS OS SEUS COLEGAS QUE NÃO MAIS O VERIAM E TAMBÉM PORQUE UM PEQUENO ATO FEITO POR ELA HÁ ANOS ATRÁS HAVIA FEITO TODA A DIFERENÇA NA VIDA DE TODOS OS ALUNOS QUE PASSARAM POR SUAS MÃOS ABENÇOADAS POR DEUS.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 33841


Outros títulos do mesmo autor

Contos TICA E NECA Saulo Piva Romero
Contos NO BALANÇO DA LUA Saulo Piva Romero
Contos MISSÃO LESNOCK Saulo Piva Romero
Contos A LUA E EU Saulo Piva Romero
Contos A MENINA E O CATAVENTO Saulo Piva Romero
Contos PAPAI NOEL EM HOME OFFICE Saulo Piva Romero
Contos O SONHO DO PAPAI NOEL Saulo Piva Romero
Contos A INCRÍVEL JORNADA DE UM PARDAL NO ALASCA Saulo Piva Romero
Contos SALZINHO DA TERRA Saulo Piva Romero
Contos O COLAR Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 260.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 49933 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 43339 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 42697 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 41190 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 40754 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 40486 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 40430 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 40416 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 40128 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 40127 Visitas

Páginas: Próxima Última