Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O PORQUINHO ALADO
Saulo Piva Romero

HOUVE UM TEMPO EM QUE O DONO DE UM CIRCO COMPROU UM PORQUINHO PARA SER A PRINCIPAL ESTRELA DO ESPETÁCULO. QUINTINO FICOU ENCANTADO ASSIM QUE VIU UM PORQUINHO DIFERENTE DOS OUTROS.
O PORQUINHO ERA MESMO MUITO ESPECIAL, POIS, ELE PODIA VOAR, POIS, TINHA UM PAR DE ASAS.
O FATO DO PORQUINHO PODER VOAR FEZ COM QUE ELE CUSTASSE MUITO CARO. MAS, SEU QUINTINO NÃO VIA NENHUM PROBLEMA NO ALTO PREÇO DO PORQUINHO, POIS, ELE ERA UM HOMEM MUITO RICO.
ENTÃO, ELE DECIDIU COMPRAR O PORQUINHO PAGANDO GRANDE FORTUNA AO FAZENDEIRO QUE ERA O DONO DELE.
SEU QUINTINO, APESAR DE TER UMA GRANDE FORTUNA EM DINHEIRO TAMBÉM ERA UM HOMEM MUITO MAU.
DURANTE A VIAGEM DE VOLTA PARA O CIRCO, ELE COLOCOU O PORQUINHO SOB AS RÉDEAS E FEZ COM QUE O SUPERINOVADOR CONDUZISSE A CARROÇA.
O PORQUINHO SENTIA SEU COURO DOER QUANDO O VELHO QUINTINO CHICOTAVA AS RÉDEAS SOBRE SEU LOMBO E ALÉM DISSO, ELAS APERTAVAM-LHE O SEU FOCINHO.
FLUFFY, O PORQUINHO VOADOR SEMPRE FOI MUITO BEM TRATADO PELO SEU ANTIGO DONO E DESDE QUE FOI COMPRADO PELO CRUEL QUINTINO, SENTIA-SE UM ESCRAVO NAS MÃOS DELE.
QUANDO, FLUFFY CHEGOU AO CIRCO, QUINTINO PEDIU PARA OS SEUS EMPREGADOS PARA ALIMENTAR O PORQUINHO E LOGO DEPOIS QUE DESSEM UM DEMORADO BANHO NELE, POIS, NAQUELA NOITE, O PORQUINHO DE ASAS IRA ESTREAR NO PICADEIRO DO GRANDE CIRCO MÁGICO.
TODOS OS ARTISTAS DO CIRCO SE APEGARAM AO PORQUINHO MENOS, QUINTINO QUE SÓ PENSAVA EM EXPLORAR O PORQUINHO ALADO PARA GANHAR MUITO DINHEIRO COM AS SUAS APRESENTAÇÕES.
QUANDO TERMINAVA DE FAZER AS SUAS APRESENTAÇÕES, O PORQUINHO ALADO ERA TRANCAFIADO NUMA JAULA, POIS QUINTINO TEMIA QUE ELE LEVANTASSE VOO E FUGISSE PARA BEM LONGE DALI.
CERTA VEZ APARECEU UM CASAL DE ANÕES NO CIRCO PEDINDO EMPREGO.
QUINTINO ACHOU INTERESSANTE TER UM SHOW COM ANÕES NO CIRCO E ASSIM OS CONTRATOU..
OS ANÕES LOGO FICARAM AMIGOS DO PORQUINHO QUE TINHA O DOM DE VOAR COM SEU LINDO PAR DE ASAS,
FLUFFY SEMPRE RECLAMAVA PARA OS SEUS NOVOS AMIGUINHOS DOS CASTIGOS E HUMILHAÇÕES QUE RECEBIA DO VELHO QUINTINO. O CASAL DE ANÕES SENSIBILIZADOS COM O SOFRIMENTO DO AMIGO ALADO PROMETERAM QUE IRIAM AJUDÁ-LO A ACABAR COM O SEU SOFRIMENTO E QUE DARIAM TAMBÉM UMA LIÇÃO NO MALVADO QUINTINO.
MAS, NEM O PORQUINHO ALADO E NEM O VELHO QUINTINO SABIA QUE AQUELES
ANÕES QUE HAVIA CHEGADO ALI HÁ POUCO TEMPO ERAM ELFOS COM PODERES MÁGICOS
CERTO DIA, QUINTINO RESOLVEU FAZER UMA VIAGEM PARA CONTRATAR NOVAS ATRAÇÕES PARA O SEU CIRCO. ENTÃO, MANDOU QUE COLOCASSEM AS RÉDEAS NO POBRE PORQUINHO ALADO NOVAMENTE.
QUINTINO APERTOU-LHE O FOCINHO E CHICOTEOU SEU LOMBO COMO HAVIA FEITO NO DIA EM QUE O COMPROU DO FAZENDEIRO.
FLUFFY MESMO SENTINDO MUITA DOR ABRIU AS SUAS ASAS E TENTOU LEVANTAR VOO, MAS, NÃO CONSEGUIU.
ENTÃO, O VELHO QUINTINO O CHICOTEOU NOVAMENTE SEM DÓ E NEM PIEDADE.
NESSE MOMENTO O CASAL DE ELFOS DISFARÇADOS DE ANÕES SE ESCONDEM DENTRO DA CARROÇA.
O PORQUINHO ALADO COM MUITO ESFORÇO DEPOIS DA SURRA QUE LEVOU DE QUINTINO CONSEGUE COM MUITO ESFORÇO LEVANTAR VOO E ASSIM A CARROÇA COMEÇA A ZIGUE-ZAGUE NO CÉU.
COM ISSO, QUINTINO PERDE O CONTROLE DAS RÉDEAS QUE ATRELAVAM O PORQUINHO ALADO A CARROÇA.
ENTÃO, A CARROÇA COMEÇA A TOMBAR DE UM LADO PARA O OUTRO, MAS, ANTES QUE ELA SE DESPEDAÇASSE CONTRA UMA CASINHA NA BEIRA DA ESTRADA, OS ELFOS SALTAM DE DENTRO DA CARROÇA PARA A SURPRESA DE QUINTINO.
– QUEM SÃO VOCÊS, FEIOSAS CRIATURAS?
-NÓS SOMOS UM CASAL DE ELFOS DISFARÇADOS DE ANÕES QUE VOCÊ CONTRATOU PARA O SEU CIRCO. VOCÊ É MALVADO! CASTIGA E HUMILHA ESSE POBRE PORQUINHO ALADO. E NÓS OS ELFOS, FILHOS DA FADAS E HERDEIROS DA TERRA DO FAZ DE CONTA NÃO GOSTAMO DAS CRIATURAS QUE CASTIGAM PORQUINHO ALADO, POIS, QUE VOCÊ SEMPRE CASTIGA E HUMILHA, É UMA CRIATURA ENCONTRADA NO REINO DE CELIORTE E DÃO SORTE AOS QUE TEM A HONRA DE COMPARTILHAR DA SUA COMPANHIA.
MAS, VOCÊ COM SEU CORAÇÃO DE PEDRA NÃO CONSEGUIU PERCEBER O QUANTO É VALIOSO E NOBRE ESSE PORQUINHO ALADO.
ELE FOI ENVIADO DE CELIORTE PARA QUE VOCÊ SE TORNASSE MENOS EGOÍSTA MAS, NÃO SOUBE VALORIZAR O QUE O SACRIFÍCIO QUE ESSE PORQUINHO TEVE QUE FAZER PARA QUE SE TORNASSE AINDA RICO DO QUE JÁ ERA.
ASSIM O CASAL DE ELFOS COM SEUS OLHOS FIXOS NA DIREÇÃO DO MALVADO QUINTINO APONTARAM AS VARINHAS PARA ELE E RECITARAM ALGUMAS PALAVRINHAS FAZENDO COM QUE FAÍSCAS DOURADAS SAÍSSEM DE SUAS PONTAS E DISPARASSEM FEITO UM RAIO CAINDO SOBRE ELE E REBATENDO EM FLUFFY.
QUANDO AS FAÍSCAS DOURADAS TERMINARAM DE EXPLODIREM SOBRE QUINTINO E EM FLUFFY, ALGO HAVIA MUDADO O DESTINO DOS DOIS PARA SEMPRE.
O PORQUINHO ALADO HAVIA SE TRANSFORMADO NUM HOMEM E QUINTINO HAVIA SE TRANSFORMADO NUM PORQUINHO ALADO COM UM LINDO PAR DE ASAS.
ENTÃO, O PORQUINHO ALADO, AGORA UM HOMEM COLOCOU AS RÉDEAS EM QUINTINO, AGORA, UM PORQUINHO ALADO E O ATRELOU A CARROÇA E COM ELAS NAS SUAS MÃOS APERTOU-LHE O FOCINHO E ESTILOU O SEU CHICOTINHO DE COURO COM FORÇA CASTIGANDO O LOMBO DE QUINTINO, QUE AGORA COMO UM PORQUINHO SENTIU O GOSTO AMARGO DE SER CASTIGADO E HUMILHADO.
E O CASAL DE ELFOS ANTES DE PARTIREM DE VOLTA PARA A TERRA DEIXARAM UM VALIOSO ENSINAMENTO PARA QUINTINO.
– NÃO FAÇA COM OS OUTROS O QUE VOCÊ NÃO GOSTARIA QUE FIZESSEM COM VOCÊ!
ASSIM QUE TERMINARAM DE RECITAR ESSES VALIOSOS ENSINAMENTOS, O CASAL DE ELFOS DESAPARECEU COMO BOLHAS DE SABÃO ESTOURANDO NO AR.
EM SEGUIDA FLUFFY FEZ COM QUE QUINTINO ABRISSE AS SUAS ASINHAS E ASSIM QUE ELE LEVANTOU VOO PARTIRAM DE VOLTA AO CIRCO COM ELE SOB AS SUAS RÉDEAS E ATRELADO A CARROÇA.
ASSIM QUE CHEGARAM LÁ, FLUFFY MANDOU DAR UM BOM BANHO EM QUINTINO, DEPOIS ALIMENTÁ-LO E TRANCAFIÁ-LO NUMA JAULA PARA QUE NÃO FUGISSE COM A AJUDA DE SUAS LINDAS ASINHAS.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 300


Outros títulos do mesmo autor

Contos A SEREIA E O PESCADOR Saulo Piva Romero
Contos O URSINHO ABANDONADO Saulo Piva Romero
Contos OS GUERREIROS DA MONTANHA Saulo Piva Romero
Contos AS AVENTURAS DE BIMBO Saulo Piva Romero
Contos GRILO NA CUCA Saulo Piva Romero
Contos A OFICINA MECÂNICA DO DIRCEU Saulo Piva Romero
Poesias UM GAFANHOTO NO RETROVISOR Saulo Piva Romero
Contos O PÁSSARO DE UMA SÓ ASA Saulo Piva Romero
Contos A SERENATA Saulo Piva Romero
Contos O MARTELO E A BIGORNA Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 229.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 66230 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55157 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43709 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43330 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 42941 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40868 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 39775 Visitas
Amores! - 38242 Visitas
Desabafo - 37483 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 37435 Visitas

Páginas: Próxima Última