Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O LOBO MAU E AS SETE CRIANÇAS
Saulo Piva Romero

RA UMA VEZ SETE CRIANÇAS QUE SE PERDERAM NA FLORESTA ENCANTADA QUANDO FORAM VISITAR A VOVOZINHA QUE ESTAVA MUITO DOENTE.
HELENA, MILENA, SERENA, MADALENA, FILOMENA, SELENA E GINO PERCEBERAM LOGO QUE HAVIAM TOMADO A DIREÇÃO ERRADA E JÁ ESTAVA ANOITECENDO. ENTÃO, ELES DECIDIRAM DESCANSAR DEBAIXO DE UMA ÁRVORE PARA RECUPERAR AS FORÇAS E TENTAR RETOMAR O CAMINHO QUE REALMENTE OS LEVARIA PARA A CASA DA VOVOZINHA.
ASSIM QUE OS PRIMEIROS RAIOS DE SOL ROMPERAM O CÉU, AS SETE CRIANÇAS ACORDARAM E FIZERAM UM LANCHINHO RÁPIDO COM O QUE HAVIAM TRAZIDO NA MOCHILA. E LOGO EM SEGUIDA, PARTIRAM RUMO A CASA DA VOVOZINHA SÓ QUE AGORA PEGARAM A DIREÇÃO CERTA.
SÓ QUE NAQUELA FLORESTA TINHA UM LOBO QUE FICAVA ACORDADO O DIA INTEIRO E COM OS OUVIDOS BEM ABERTOS E QUE PERCEBEU QUE AQUELAS SETE CRIANCINHAS ESTAVAM INDO NA DIREÇÃO DA CASA DA VELHINHA QUE ELE JÁ HAVIA TENTADO VÁRIAS VEZES SEM SUCESSO TRANSFORMÁ-LA EM UM DELICIOSO ALMOÇO.
ENTÃO, O VELHO E TEIMOSO LOBO MAU PEGOU UM CAMINHO BEM MAIS CURTO E CHEGOU ANTES DAS CRIANÇAS NAQUELA JÁ BEM CONHECIDA CASINHA.
MAS, CHEGANDO LÁ, ELE NÃO ENCONTROU A VOVOZINHA. ENTÃO, MAIS UMA VEZ, O LOBO USOU O VELHO TRUQUE DE SE DISFARÇAR DE VOVOZINHA PARA TENTAR ENGANAR AQUELAS SETE CRIANÇAS INOCENTES.
O LOBO VESTIU A CAMISOLA E A TOUCA DE DORMIR DA VOVOZINHA E SE DEITOU NA CONFORTÁVEL CAMA EM QUE ELA DORMIA.
ENTÃO, QUANDO HELENA, MILENA, SERENA, MADALENA, FILOMENA, SELENA E GINO CHEGARAM LÁ E SE APROXIMARAM DA CAMA DA VOVOZINHA JÁ PERCEBERAM QUE ALGO ESTAVA ERRADO. MAS, O LOBO QUE SE ACHAVA TÃO ESPERTO NEM IMAGINAVA QUE AS SETE CRIANÇAS ERAM FILHOS DA RAINHA DAS FADAS DA FLORESTA ENCANTADA E QUE POSSUÍAM PODERES MÁGICOS. ENTÃO, QUANDO A VOVOZINHA RETORNOU PARA A SUA CASINHA, AS SETE CRIANÇAS COM SEUS PODERES GIRARAM SUAS VARINHAS QUE SOLTAVAM FAISCAS DE FOGO E MUDARAM O FINAL DESSA HISTÓRIA ENVOLVENDO O LOBO E A VOVOZINHA.
ENTÃO, SOB O EFEITO DO ENCANTAMENTO, O LOBO MAIS UMA VEZ SE DEU MUITO MAL, POIS, A VOVOZINHA TINHA AGORA GRANDES DENTES AFINADOS E UNHAS ENORMES E GRANDES ORELHAS E O LOBO HAVIA ENVELHECIDO E PERDIDO TODA A SUA FORÇA E O SEU APETITE.
NESSE MOMENTO, AS SETE CRIANÇAS SE DIVERTIAM MUITO, POIS, A VOVOZINHA PULOU EM CIMA DO LOBO QUE ESTAVA VELHINHO, SEM DENTES, OU SEJA, QUASE BANGUELA E SEM FORÇAS PARA SE DEFENDER DAQUELA QUE AGORA ERA UMA MULHER FERA SÓ TEVE TEMPO DE PULAR A JANELA QUE PARA A SUA SORTE ESTAVA ABERTA E SUMIR SEM DEIXAR RASTROS E SE ESCONDER BEM LONGE DAQUELA MULHER SEDENTA PARA DEVORAR O LOBO QUE FUGIU COMO UM CARNEIRINHO ASSUSTADO.
ASSIM O ENCANTAMENTO SE DESFEZ E TUDO VOLTOU A SER COMO ERA ANTES. ENTÃO, AS SETE CRIANÇAS ENTREGARAM A CESTA DE GULOSEIMAS QUE HAVIAM TRAZIDO A VOVOZINHA E DEPOIS DE SE DESPEDIREM DA VOVOZINHA, HELENA, MILENA, SERENA, MADALENA, FILOMENA, SELENA E GINO PARTIRAM DE VOLTA PARA A FLORESTA ENCANTADA.
O LOBO MAU NUNCA ANDOU TÃO APRESSADAMENTE COMO FEZ DEPOIS QUE FUGIU ASSUSTADO DA CASA DA VELHA QUE VIROU UMA FERA TÃO FEROZ QUANTO ELE.
MAS, MAIS UMA VEZ O SENHOR LOBO ENTROU NUMA TREMENDA CONFUSÃO QUANDO ELE CHEGOU AO CORAÇÃO DA FLORESTA E AVISTOU TRÊS PORQUINHOS TRABALHANDO NA CONSTRUÇÃO DAS CASAS EM QUE IAM MORAR.
ELES TINHAM MUITA PRESSA EM CONSTRUIR AS SUAS CASAS, POIS, HAVIAM SIDO ALERTADOS PELA MÃE QUE HAVIA UM LOBO MAU QUE ESTAVA FAMINTO NAS REDONDEZAS DO CORAÇÃO DA FLORESTA ENCANTADA. ENTÃO, UM DOS PORQUINHOS RESOLVEU CONSTRUIR UMA CASINHA DE PALHA JÁ O PORQUINHO MAIS NOVO RESOLVEU CONSTRUIR UMA CASINHA DE MADEIRA E O PORQUINHO MAIS VELHO COM MUITO MAIS INTELIGÊNCIA QUE OS SEUS IRMÃOS RESOLVEU CONSTRUIR UMA CASINHA TODA DE TIJOLOS.
QUANDO O LOBO AVISTOU A CASA DE PALHA FOI LOGO AVISANDO QUE SE O PORQUINHO NÃO LHE DESSE ABRIGO, ELE COM APENAS UMA SOPRO A DERRUBARIA AO CHÃO, MAS, O PORQUINHO CORAJOSO NÃO ATENDEU AO PEDIDO DO LOBO. ENTÃO, O LOBO AVISTOU A CASINHA DE MADEIRA E TORNOU A AMEAÇAR QUE SE O PORQUINHO MAIS NOVO NÃO LHE DESSE ABRIGO TAMBÉM A DERRUBARRIA AO CHÃO COM SEU SOPRO, MAS OUTRA VEZ OUVIU UM NÃO COM RESPOSTA.
ENTÃO, O LOBO FICOU FURIOSO E COM APENAS DOIS SOPROS DERRUBOU AS DUAS CASINHAS.
DAÍ, O LOBO AVISTOU A CASINHA DE TIJOLOS E FEZ A MESMA AMEAÇA AO PORQUINHO MAIS VELHO. O PORQUINHO NEM DEU OUVIDOS A AMEAÇA DO LOBO, MAS O QUE OUTRA VEZ O LOBO NÃO IMAGINAVA ERA QUE IRIA ENCONTRAR NOVAMENTE AQUELAS SETE CRIANÇAS QUE PINTARAM O SETE NA CARA DELE FAZENDO COM QUE ELE SAÍSSE CORRENDO E ASSUSTADO COMO UM CARNEIRINHO DA CASA DA VOVOZINHA. ENTÃO, QUANDO O LOBO COMEÇOU A ASSOPRAR NA DIREÇÃO DA CASINHA DO PORQUINHO MAIS VELHO NADA ACONTECEU COM A CASINHA FEITA DE TIJOLOS. MAS, O COITADINHO DO LOBO FICOU VERMELHO COMO UM CAMARÃO E PERDEU TODO O FÔLEGO QUE AINDA LHE RESTAVA E PARA COMPLETAR AS SETE CRIANÇAS GIRARAM AS SUAS VARINHAS NA DIREÇÃO DA CASA DE TIJOLOS ONDE AGORA SE ENCONTRAVAM OS TRÊS PORQUINHOS. E COMO UM RAIO AS FAÍSCAS DE FOGO ATINGIRAM A CASA, RETIRANDO OS TRÊS PORQUINHOS SÃOS E SALVOS DA CASA E IMEDIATAMENTE A CASINHA FEITA DE TIJOLOS DESABOU ATINGINDO EM CHEIO O LOBO QUE FICOU TODO AMASSADO E COM DOR DE CABEÇA. LOGO EM SEGUIDA AS SETE CRIANÇAS GIRANDO AS SUAS VARINHAS MÁGICAS RECONSTRUINDO NOVAMENTE AS TRÊS CASINHAS DOS PORQUINHOS. ENTÃO, DEPOIS QUE TUDO VOLTOU AO SEU LUGAR, AS SETE CRIANÇAS TOMARAM UM DELICIOSO CAFÉ AO LADO DOS TRÊS PORQUINHOS E EM SEGUIDA PARTIRAM EM VIAGEM DE VOLTA AO LAR.
E ASSIM NOVAMENTE O SENHOR LOBO SE DEU MAL. MAS, MESMO AMASSADO E COM VÁRIOS GALOS NA CABEÇA, ELE SE LEVANTOU, SACUDIU A POEIRA E SEGUIU OUTRA VEZ NA DIREÇÃO DO CORAÇÃO DA FLORESTA. QUANDO O LOBO ESTAVA PASSANDO PERTO DE UM GRANDE LAGO, AVISTOU UMA CABRA FALANDO COM SEUS CABRITINHOS E IMEDIATAMENTE ABRIU BEM SEUS OUVIDOS E COMEÇOU A ESCUTAR A CONVERSA DA MAMÃE CABRA COM OS SEUS CABRITINHOS. ELA FALAVA AOS FILHOS PARA QUE ELES TRANCASSEM BEM A PORTA E AS JANELAS DA CASA, POIS, TINHA OUVIDO FALAR QUE HAVIA UM LOBO MUITO FEROZ E MALVADO NAQUELA REGIÃO DA FLORESTA, ENTÃO, SÓ ABRAM A PORTA QUANDO A MAMÃE CHEGAR.
ENTÃO, ASSIM QUE A MAMÃE CABRA SAIU O LOBO QUE JÁ ESTAVA ATÉ BABANDO DE FOME, BATEU NA PORTA E OS CABRITINHOS ASSUSTADOS PERGUNTARAM QUEM ERA QUE ESTAVA BATENDO NA PORTA E O LOBO RESPONDEU QUE ERA A MAMÃE QUE JÁ ESTAVA DE VOLTA, MAS COMO A VOZ DO LOBO ERA MUITO GROSSA, ELES LOGO DESCONFIARAM QUE FOSSE O LOBO MAU QUERENDO PEGÁ-LOS. ENTÃO, OS CABRITINHOS FALARAM QUE NÃO IRIAM ABRIR A PORTA PORQUE A MÃE DELES TINHA A VOZ MACIA.
ENTÃO, O LOBO FOI NUMA LOJA E COMPROU UMA PORÇÃO DE GIZ E OS COMEU PARA AMACIAR A SUA VOZ E EM SEGUIDA BATEU NA PORTA DA CASA DOS CABRITINHOS NOVAMENTE.
DAI, ELES PERGUNTARAM OUTRA VEZ A MESMA COISA PARA O LOBO FAMINTO E O LOBO TAMBÉM RESPONDEU A MESMA COISA PARA ELES. ENTÃO, OS CABRITINHOS PEDIRAM QUE LHES MOSTRASSEM AS PATAS PELA JANELA E QUANDO VIRAM AS PATAS PRETAS, ELES NOVAMENTE SE NEGARAM A ABRIR POR QUE A MÃE DELES TINHA AS PATAS BRANQUINHAS. ENTÃO, LÁ FOI O LOBO A UMA PADARIA E COMPROU UM QUILO DE FARINHA E COBRIU AS SUAS PATAS COM A FARINHA BRANCA E NOVAMENTE TORNOU A BATER NA PORTA DA CASA DOS CABRITINHOS DIZENDO SER A MÃE DELES QUE JÁ ESTAVA DE VOLTA. ENTÃO MANDARAM QUE COLOCASSE AS PATAS NA JANELA.
ENTÃO,QUANDO OS CABRITINHOS VIRAM AS PATINHAS BRANCAS, ACREDITARAM QUE ERA A SUA MÃE QUE HAVIA CHEGADO.
E MUITO FELIZES ABRIRAM A PORTA E TIVERAM UMA SURPRESA DESAGRADÁVEL. NESSE MOMENTO O LOBO INVADE A CASA E CONSEGUE COMER SEIS CABRITOS E SOMENTE UM DOS SETE CABRITINHOS CONSEGUE ESCAPAR DA FÚRIA DO LOBO.
ENTÃO, O LOBO SATISFEITO, MAS COM A BARRIGA PESADA SAIU DA CASA E MAIS ADIANTE SE DEITA NUM GRAMADO E PEGA NO SONO, PORÉM NESSE MOMENTO,AS SETE CRIANÇAS CRUZARAM O CAMINHO DO LOBO E OUTRA VEZ MUDARAM O DESTINO DO LOBO EM OUTRA HISTÓRIA NA QUAL ELE FAZIA PARTE.
HELENA, MILENA, SERENA, MADALENA, FILOMENA, SELENA E GINO ENCONTRARAM O CABRITINHO QUE SOBREVIVEU AO ATAQUE DE FÚRIA DO LOBO MAU E ELE CONTOS PARA ELAS TUDO O QUE HAVIA ACONTECIDO NA SUA CASA ENQUANTO A MÃE CABRA ESTAVA TRABALHANDO NA FLORESTA. ENTÃO OUTRA VEZ AS SETE CRIANÇAS APONTARAM A VARINHA NA DIREÇÃO EM QUE O LOBO DORMIA TRANQUILAMENTE.
ENTÃO, RAIOS E MAIS RAIOS DE FOGO ABRIRAM A BARRIGA DO LOBO FAZENDO COM QUE OS OUTROS CABRITINHOS SAÍSSEM SÃOS E SALVOS DA BARRIGA DO LOBO MAU.
EM SEGUIDA OS RAIOS FIZERAM APARECER NO AR UMA AGULHA E LINHA E MAIS SEIS PEDRAS COM O MESMO PESO DOS CABRITINHOS.
ENTÃO, AS SETE CRIANÇAS COLOCARAM AS SEIS PEDRAS PESADAS DENTRO DA BARRIGA DO LOBO E EM SEGUIDA A COSTURARAM COM A AGULHA E A LINHA.
PASSADOS ALGUNS MINUTOS, O LOBO ACORDOU COM A BARRIGA PESADA E COM MUITA SEDE.
QUANDO O LOBO AVISTOU UM POÇO, ELE SE DEBRUÇOU PARA BEBER ÁGUA, O PESO DAS PEDRAS DENTRO DA SUA BARRIGA,O FEZ CAIR DENTRO DO POÇO E NELE FICOU PRESO PARA SEMPRE, POIS, NINGUÉM OUVIA OS SEUS PEDIDOS DE SOCORRO PARA QUE ALGUÉM UM DIA PUDESSE SALVÁ-LO DESSE TRISTE DESTINO EM QUE ELE HAVIA SE METIDO.
ENTÃO, QUANDO, OS CABRITINHOS FICARAM SABENDO QUE O LOBO NÃO IRIA MAIS PERTURBÁ-LOS POR UM LONGO TEMPO, CONVIDARAM HELENA, MILENA, SERENA, MADALENA, FILOMENA, SELENA E GINO PARA DANÇAR E CANTAR JUNTO AO POÇO.
O LOBO MAU NÃO É DE NADA
NEM MARMELADA PODERÁ MAIS COMER
E NEM PEGAR OS PORQUINHOS, OS CABRITINHOS E A VOVOZINHA PARA FAZER MINGAU.
HOJE NÃO VAI HAVER FESTANÇA, POIS, O LOBO MAU FOI DERROTADO PELAS SETE CRIANÇAS.
E NO POÇO FICARÁ POR MUITO TEMPO SEM TER UM BOM PETISCO PARA ENCHER A SUA PANÇA.
E ASSIM AS SETE CRIANÇAS SEGUIRAM PELA FLORESTA ACOMPANHADA DOS SETE CABRITINHOS QUE PULAVAM FELIZES DE UM LADO PARA O OUTRO SABENDO QUE DAQUELE DIA EM DIANTE PODERIAM VIVER SEM MEDO DO LOBO MAU QUE AGORA SE ENCONTRAVA APRISIONADO E ESQUECIDO NO FUNDO DE UM POÇO.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 98


Outros títulos do mesmo autor

Contos EPIFANIA,A ESPOSA DO PAPAI NOEL Saulo Piva Romero
Contos PAPAI NOEL DE PIJAMA Saulo Piva Romero
Contos O REI QUE VENCEU A MORTE Saulo Piva Romero
Contos O BANHO DO HIPOPÓTAMO Saulo Piva Romero
Contos MINHAS ROUPAS ESTENDIDAS NO VARAL Saulo Piva Romero
Contos A MOCINHA DE SUSÃ Saulo Piva Romero
Contos O REI SÁBIO E A CIDADE DOS VALENTES Saulo Piva Romero
Contos O TUBARÃO SURFISTA Saulo Piva Romero
Contos O FANTASMA DA MATEMÁTICA Saulo Piva Romero
Contos ESTÁ CHOVENDO NOVAMENTE Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 175.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 58750 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53288 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 42433 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39471 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 36099 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 35556 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 34325 Visitas
Amores! - 33810 Visitas
Desabafo - 33425 Visitas
Faça alguém feliz - 32027 Visitas

Páginas: Próxima Última