Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
PANCHO E O BURRINHO PREGUIÇOSO
Saulo Piva Romero

ERA UMA VEZ UM HOMEM CHAMADO PANCHO. ELE TINHA UM LONGO BIGODE, UMA PANÇA ENORME E USAVA UM SOMBREIRO NA CABEÇA PARA SE PROTEGER DO SOL QUENTE DO DESERTO MEXICANO. ELE TAMBÉM TINHA UM BURRINHO CHAMADO PABLO. PABLO ERA UM BURRINHO VELHO E CANSADO DE TANTO CARREGAR PANCHO COM SUA PESADA PANÇA EM SEU LOMBO. ISSO FEZ COM QUE PABLO AO PASSAR DOS ANOS SE TORNASSE MUITO PREGUIÇOSO.
E QUANDO ELE CISMAVA DE EMPACAR EM PLENO DESERTO COM UM SOL CALIENTE NÃO HAVIA NINGUÉM QUE O CONVENCESSE A CONTINUAR CAMINHANDO.
PANCHO NÃO ESTAVA MAIS AGUENTANDO VER O SEU BURRINHO SE REBELAR CONTRA ELE QUANDO SAÍAM EM VIAGEM PELO DESERTO.
ENTÃO, ELE DECIDIU QUE IRIA VENDER O BURRINHO PREGUIÇOSO NO MERCADO.
ENTÃO, ELE MONTOU NO LOMBO DO SEU BURRINHO E PARTIU PARA O MERCADO DA VILA MAIS PRÓXIMA DE ONDE ELE MORAVA.
MAS, O BURRINHO EMPACOU NO MEIO DO CAMINHO COMO SEMPRE FAZIA NOS ÚLTIMOS ANOS.
ISSO FAZIA COM QUE PANCHO FICASSE MUITO IRRITADO COM O BURRINHO E ELE CRAVAVA AS ESPORAS COM FORÇA EM SEU LOMBO O OBRIGANDO A SE LEVANTAR DEPRESSA.
NESSE MOMENTO UM HOMEM QUE PASSAVA AO LADO DELES VENDO A CENA NA QUAL O MEXICANO MALTRATAVA O SEU BURRINHO, DISSE:
- O QUE VOCÊ TEM NA CABEÇA PARA LEVAR UM BURRINHO ESTRADA AFORA E MALTRATÁ-LO DESSE JEITO? COMO QUER QUE ELE CAMINHE RÁPIDO COM A SUA ENORME PANÇA FAZENDO PESO NO LOMBO DELE E AINDA CRAVANDO AS ESPORAS SEM DÓ.
A PACIÊNCIA DO BURRINHO TAMBÉM TEM LIMITE E FOI POR ISSO QUE ELE SE TORNOU UM ANIMAL TEIMOSO, CANSADO E PREGUIÇOSO.
ENTÃO, O MEXICANO ENVERGONHADO COM A SUA ATITUDE PARA COM O BURRINHO, AGRADECEU AO HOMEM POR ELE TER CHAMADO A SUA ATENÇÃO E PROMETEU QUE DESSE DIA EM DIANTE ELE NUNCA MAIS MALTRATARIA O POBREZINHO DO BURRINHO.
ASSIM QUANDO AQUELE HOMEM FOI EMBORA, O MEXICANO DESCEU DO LOMBO DE PABLO E OLHOS BEM NO FUNDO DOS SEUS OLHINHOS LHE DISSE:
- EU LHE DEVO UM PEDIDO DE DESCULPAS, POIS, EM TODOS ESSES ANOS EU LHE EXPLOREI E LHE MALTRATEI. AGORA É A MINHA VEZ DE LHE RETRIBUIR TODOS ESSES ANOS EM QUE ME SERVIU FIELMENTE.
ENTÃO, PANCHO AMARROU AS PERNAS DO BURRINHO NUM PAU E LÁ SE FOI CARREGANDO O BURRINHO COM AS PATAS PARA CIMA CARREGANDO PABLO AOS TROPEÇÕES ATÉ O MERCADO.
E QUANDO PANCHO CHEGOU LÁ, TODOS RIRAM DA CARA DELE, TANTO QUE O MEXICANO FICOU ZANGADO NAQUELE MOMENTO SE ESQUECEU DA PROMESSA FEITA AO BURRINHO E JOGOU O COITADINHO NO RIO E VOLTOU PARA CASA AINDA RECLAMANDO E PENSANDO ALTO.
IMEDIATAMENTE O BURRINHO COMPLETAMENTE INDEFESO COMEÇOU A SE DEBATER E A ZURRAR SEM PARAR.
E POR UM ACASO DO DESTINO AQUELE MESMO HOMEM QUE HAVIA ACONSELHADO PANCHO A TRATAR O SEU BURRINHO COM MAIS AMOR E CARINHO, MERGULHOU NO RIO E SALVOU A SUA VIDA.
O HOMEM RETIROU O BURRINHO DO RIO E FOI CAMINHANDO ESTRADA AFORA ATÉ QUE FINALMENTE ENCONTROU A FAZENDINHA ONDE PANCHO MORAVA. QUANDO O HOMEM CHEGOU LÁ E ENTROU NA FAZENDINHA, ELE SE DEPAROU COM UMA CENA QUE O DEIXOU ASSUSTADO, AO INVÉS DE ENCONTRAR O MEXICANO COM QUEM HAVIA CONVERSADO, DEU DE CARA COM UM BURRO VELHO COM UM SOBREIRO NA CABEÇA E LONGOS BIGODES.
ENTÃO, O HOMEM DISSE:
- EU NÃO DISSE PARA VOCÊ TRATAR O SEU BURRINHO COM MAIS AMOR E CARINHO. E VOCÊ TORNOU A PECAR, POIS, JOGOU O POBREZINHO DO BURRINHO NO RIO E OLHA NO QUE DEU SUA TEIMOSIA, POIS, QUANDO A CABEÇA NÃO PENSA, O CORPO EMBURRECE.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 102


Outros títulos do mesmo autor

Contos O LOBO MAU E AS SETE CRIANÇAS Saulo Piva Romero
Contos A PROFESSORA QUE VIROU ROBÔ Saulo Piva Romero
Contos MARIA FUMAÇA Saulo Piva Romero
Contos MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO Saulo Piva Romero
Contos BIA E O BEIJA-FLOR Saulo Piva Romero
Contos A BORBOLETA QUE VIROU UMA PRINCESA Saulo Piva Romero
Contos AS TRAVESSURAS DO SACI Saulo Piva Romero
Contos PATO AQUI, PATO ACOLÁ Saulo Piva Romero
Contos AS SOLDADAS GUERREIRAS Saulo Piva Romero
Contos A SERPENTE E O GUARANÁ Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 161.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 55690 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 52866 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39223 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 34192 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 33362 Visitas
Amores! - 33008 Visitas
Desabafo - 32590 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31636 Visitas
Faça alguém feliz - 31446 Visitas
Vivo com.. - 31101 Visitas

Páginas: Próxima Última