Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Sonhos, de Freud para a eternidade
Arthur Alves

Resumo:
Colocação pessoal sobre as perspectivas psicológicas do fenômeno sonho

Certa vez, lembro-me de ter sonhado com
algo enigmático, extremamente confuso. Analisei,
analisei, mas pouco obtive, queria saber de última
hora o que havia acontecido no período de consciência
mental para ter sonhado com algo assim. Descobri
que a bagunça do cotidiano metropolitano transforma
meus sonhos em questões justapostas, mas dispares; onírico.


Biografia:
Ao olhar o espelho, me deparo com a face mórbida e deduzida pelo sistema econômico em que vivemos. De alma caleja e cansada, aquí se faz o autor da morte.
Número de vezes que este texto foi lido: 456


Outros títulos do mesmo autor

Poesias A carta fechada Arthur Alves
Poesias O que seca sua alma? Arthur Alves
Frases Sonhos, de Freud para a eternidade Arthur Alves
Poesias Críticas a práticas humanas Arthur Alves


Publicações de número 1 até 4 de um total de 4.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 65574 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 54765 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43449 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43083 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 42129 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40546 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 38791 Visitas
Amores! - 37058 Visitas
Desabafo - 36446 Visitas
Faça alguém feliz - 34812 Visitas

Páginas: Próxima Última