Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Da janela da nave
perspectiva
Michel Dantas

Resumo:
Poesia que relata uma percepção da vida.

Da janela da nave, eu consigo ver um espaço reluzente e sombrio, contidos em um.

Tantas belezas, tantas catástrofes!
Quanta luz em meio a tantas trevas. Segurança e contrárias lastimas que contrariam verdades, fases da vida, como: felicidade e solidão.

Complexidade é a matriz que constitui essa cidadela, inspirando-me a versos, e expirando seres, tudo ao averso; uma avalanche de aversão. Precisamos adentrar-nos mais.


Biografia:
Olá! Meu nome é Michel Dantas, tenho 16 anos, escrevo poesias e poemas com conteúdos relacionado a assuntos diversos.
Número de vezes que este texto foi lido: 29003


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Subúrbio Michel Dantas
Poesias Amores e sabores Michel Dantas
Poesias A sorte de um amor tranquilo Michel Dantas
Frases O segredo da felicidade Michel Dantas
Poesias Matriz Michel Dantas
Poesias O expurgo da alma Michel Dantas
Poesias Da janela da nave Michel Dantas
Poesias Coletânea de amor Michel Dantas
Poesias Temporal Michel Dantas
Poesias Meu espaço Michel Dantas


Publicações de número 1 até 10 de um total de 10.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
TOMO TUDO - sigmar montemor 39765 Visitas
Lamento - FERNANDO 39598 Visitas
Desabafo - 38855 Visitas
viramundo vai a frança - 38218 Visitas
MANCHETE DE JORNAL - sigmar montemor 37521 Visitas
Faça alguém feliz - 37063 Visitas
Parabéns, Daniel Dantas! - Carlos Rogério Lima da Mota 36318 Visitas
Vivo com.. - 36313 Visitas
eu sei quem sou - 35231 Visitas
camaro amarelo - 35044 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última