Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Bile negra
Flora Fernweh

Me afoguei na aguardente de uma vida comum
que se aguarda inconstante feito escuro líquido
derramado na profundeza de um vazio insípido
em torrentes que chovem, as tristezas de um bebum

A nuvem negra paira antes do brilho da manhã
estremecendo o corpo com gotas agulhadas
o sol do dia não raiou, nem uma luz acanhada
adentrou nas trevas da borbulhante agrura pagã

Cura para o que sou e explicação dos mistérios
nunca existiram, empenhar-se é teimosa crueldade
com o mundo já cansado de chorar cemitérios

É somente com as lágrimas da vida que salgo
as águas doces da ilusão brusca e repentina
em marés castanhas de meu eu: figadal fidalgo


Biografia:
Sobre minha pessoa, pouco sei, mas posso dizer que sou aquela que na vida anda só, que faz da escrita sua amante, que desvenda as veredas mais profundas do deserto que nela existe, que transborda suas paixões do modo mais feroz, que nunca está em lugar algum, mas que jamais deixará de ser um mistério a ser desvendado pelas ventanias. 
Número de vezes que este texto foi lido: 479


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Os estados da matéria chamada amor Flora Fernweh
Artigos A régua do mérito Flora Fernweh
Artigos O contágio econômico do desemprego Flora Fernweh
Artigos Meritocracia: uma análise sociológica Flora Fernweh
Artigos Análise do poema Marabá, de Gonçalves Dias Flora Fernweh
Artigos Análise do poema Olhos Verdes, de Gonçalves Dias Flora Fernweh
Artigos Como se lê e o que é literatura no ano de 2020? Flora Fernweh
Haicais Improdutivo Flora Fernweh
Poesias Literatura Flora Fernweh
Poesias Lampejo lírico Flora Fernweh

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 158.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Amores! - 40443 Visitas
TOMO TUDO - sigmar montemor 39896 Visitas
Lamento - FERNANDO 39677 Visitas
Desabafo - 39399 Visitas
MANCHETE DE JORNAL - sigmar montemor 38239 Visitas
Faça alguém feliz - 37571 Visitas
Vivo com.. - 36789 Visitas
Parabéns, Daniel Dantas! - Carlos Rogério Lima da Mota 36395 Visitas
eu sei quem sou - 35736 Visitas
MENINA - 35547 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última