Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Conjurado
Me conjurado
Aírys Dhany Cardoso

Resumo:
Conjurado é uma carta sobre arrependimento, um grito no vazio de eternas desculpas. Mais que isso, conjurado transparece a eterna vontade de passar a vida tentando se redimir.

Conjurado

Eu sinto muito já não cabe mais em linhas,
a forma como magoei você não tem desculpas ou formas, modos de serem lidados.
Eu jamais poderia dizer que eu conseguiria carregar esse fardo só por amar você, somente por amor. Como você carregou.
Eu sei que pedir perdão soa como algo qualquer parece que nem sentimos mais efeitos desse mero pedido.
Mesmo tendo pedido diversas vezes para não ir, sei que seria muito menos egoísta só te deixar partir.
Sei que se eu somente te deixasse ir embora poderíamos evitar tanto sofrimento, mágoa e dor.
Eu sou egoísta por não permitir que você volte a me deixar por eu somente te amar, por amor e amor não te soltar.
Eu sou um monstro por me esconder debaixo da sua cama por noites e fazer você viver pesadelos que nem merecia viver.
Eu sou a maldição que passou te atormentar, como se tivesse me conjurado em algum espaço sombrio e totalmente terrível.
Eu te atormentei e te persegui como um fantasma, como uma presa fácil de caçar, e vejo que escolhi te ferir.
Eu não sei por que eu fiz tantas escolhas ruins e porque a vergonha foi a única que ficou no fim.
Não posso pedir que confie em mim, que me ame sem pesar e que um dia sequer me encontre em algum altar.
Eu quero que você seja feliz e eu tenho tentado fazer com que eu seja quem te tornará feliz, mas se em algum momento ou se em todos acreditar que não será eu, aceito tardar, mas não aceito falhar, não nesse ponto.
Eu sei que você não tem tão bons olhos sobre mim, não mais. Mas, sei que algo em você reconhece minha verdade até quando eu tento esconde-la.
Eu tenho tentado ser justa mas eu sei que você me vê agora como a falsidade encarnada.
Eu gostaria de poder te mostrar o quando eu já me castiguei, o quanto ainda irei me castigar por te magoar, mas sei que você jamais iria acreditar.
Eu torço muito para que um dia eu deixe te deixar, não por te odiar, não por não te desejar, mas por somente e somente te amar e assim nunca mais voltar te machucar.

Aírys Dhany Cardoso


Biografia:
Conta nova pois as outras foram perdidas, mas caso haja interesse em outros texto é só pesquisar por meu nome. conta profissional instagram: @porqueeuamoescrever. parcerias e divulgações via inbox. Toda arte, texto, conto, carta em meu nome é autoral. *** cometer plágio de qualquer tipo é infringir a Lei nº 9.610/88, que é a norma legal que regulamenta os direitos autorais. Assim, o artigo 187 do Código Penal define que a violação de direitos autorias é um crime, com previsão de punição que varia de multa à reclusão de até quatro anos.***** Para mais informações:+5521966871694 Não aceito nenhum repost em rede social pessoal, edição, postagem de minhas escritas sem minha autorização e sem os devidos créditos. * * * * Escritora e poeta desde o primeiro momento em que aprendi a ler e escrever, desde então, essa paixao é como respirar, como o ar para mim. Nascida dia 12 de junho de 2001 em Mirinzal/MA. Prazer, me chamo Aírys Dhany Cardoso.
Número de vezes que este texto foi lido: 217


Outros títulos do mesmo autor

Cartas Porque seus olhos mentem? Aírys Dhany Cardoso
Cartas Me atraiu para a sua teia. Aírys Dhany Cardoso
Cartas Conjurado Aírys Dhany Cardoso
Poesias Resignificando. Aírys Dhany Cardoso


Publicações de número 1 até 4 de um total de 4.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 68968 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 57889 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 56707 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55781 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 55020 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 54897 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54828 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 54796 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54707 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 54695 Visitas

Páginas: Próxima Última