Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Princípios que permeiam a educação infantil
Morgana Bombana Susin

A instituição de educação infantil é um dos espaços de inserção das crianças nas relações éticas e morais. Devemos criar um ambiente conhecido e seguro para elas, no qual todas as pessoas são chamadas pelos nomes e pouco a pouco se tornam referências. Através do lúdico a criança conhece as coisas que rodeiam e aos poucos vai incorporando a cidadania, os conceitos e ideias de mundo e vai exercitando suas potencialidades na construção de seu perfil ético e moral.
Educar é propiciar situações de cuidados, brincadeiras e aprendizagens orientadas de forma integrada e que possam contribuir para o desenvolvimento das capacidades infantis de relação interpessoal, de ser e estar com os outros em atitude básica de aceitação, respeito e confiança e o acesso, pelas crianças, aos conhecimentos mais amplos da realidade social e cultural. A educação será um processo, que poderá auxiliar o desenvolvimento das capacidades de apropriação e conhecimento das potencialidades corporais, afetivas, emocionais, estéticas e éticas, na perspectiva de contribuir para a formação de crianças felizes e saudáveis - ocorrendo de maneira ao processo de desenvolvimento infantil.
A educação deve voltar-se para a realidade, fazendo com que o próprio indivíduo construa seu conhecimento, tornando-se assim elemento participativo e ativo, não só na escola como também na sociedade tornando-se um cidadão consciente, crítico e criativo. O conhecimento implica numa interação significativa entre sujeito e objeto do conhecimento, processo que transforma ambos.
     Ensino e aprendizagem são processos distintos, mas interdependentes, é o ensino que deve buscar o diálogo com a aprendizagem. O conteúdo a ser ensinado deve ser compreendido, numa perspectiva ampla, de forma a incluir o que devemos saber, o que devemos saber ser e o que devemos ser.
A Escola tem como um dos objetivos o conhecimento, oportunizando ao aluno seu desenvolvimento integral como sujeito da sua própria história.
A Educação Infantil tem como objetivo o desenvolvimento integral da criança, em seus aspectos físicos, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade, através da vivência de situações que visem à socialização e à integração nas diversas áreas do conhecimento, como conteúdos básicos para a construção de conhecimento e escolhas de valores, num contexto lúdico e prazeroso.
A construção da identidade e autonomia refere-se ao progressivo conhecimento que as crianças vão adquirindo de si mesmas, a auto imagem que através deste conhecimento se vai configurando e à capacidade para utilizar recursos pessoais de que disponha a cada momento.
Na Educação Infantil, promover a aprendizagem e o desenvolvimento das crianças pequenas significa ajudá-las a progredir na definição da própria identidade, no conhecimento e na valorização de si mesmas.
Na escola, quando as crianças aprendem, por exemplo, a ordenar um joguinho, a brincar com carrinhos, estão também aprendendo muitas coisas sobre elas mesmas, que lhes permitem formar uma opinião sobre si.
Portanto, a construção de uma auto imagem positiva requer que, na escola, as crianças tenham experiências em situações que lhes permitam ganhar confiança em suas capacidades e que sejam vistas como crianças com possibilidades. Isso dá segurança, que é um elemento básico para atrever-se a explorar novas situações, novas experiências. É importante observar que não se trata de renunciar à exigência e ao controle, e sim, de endereçá-la a um contexto comunicativo, afetuoso e respeitoso.
Nesta fase de desenvolvimento, as crianças têm grande necessidade de explorar o espaço, de exercitar o movimento de seu corpo e de conhecer os objetos que existem à sua volta. Para isso, deve-se haver um cuidado em relação ao espaço e materiais, evitando possíveis perigoso. Um dos aspectos essenciais deste eixo de trabalho está relacionado ao fato das crianças hoje possuírem poucos momentos para se movimentar e brincar livremente.
O circuito motor é o conjunto ou série de habilidades relacionadas com o deslocamento, o equilíbrio e a manipulação realizadas pelas crianças com diversos materiais, na intenção de repetir um trajeto previamente determinado. É realizado com a colocação de materiais como mesas, bancos, colchões e também com materiais que foram adquiridos especialmente para os circuitos. No circuito a criança percebe o seu corpo e o movimento com precisão, e mobiliza-os de múltiplas formas no espaço. Quem realiza um circuito se depara com desafios em obstáculos às vezes fáceis ou não, que aos poucos constroem suas habilidades, ao mesmo tempo em que se depara com situações de insegurança, respeito e cooperação com o outro (controlar o medo, esperar a vez sem empurrar, ajudar o outro).
            Os jogos e brincadeiras de movimento são atividades que através de vários gestos (saltos, corridas, lançamentos, equilíbrios, chutes, etc) estimulam o desenvolvimento do corpo e do movimento. Consideramos esses jogos importantes para a produção do conhecimento, para o desenvolvimento da moralidade, da afetividade, do corpo e do movimento das crianças, além de serem situações desafiadoras e significantes. As professoras estão sempre preocupadas em construir um ambiente sócio-moral e afetivo positivo, não privilegiando a competição, não selecionando e excluindo os participantes nos jogos, não admitindo risos, gozações e humilhações. Haverá também muito cuidado em não propor jogos que ponham em risco a integridade física da criança.
A música é a linguagem que se traduz em formas capazes de expressar e comunicar sensações, sentimentos e pensamentos, por meio da organização e relacionamento expressivo entre o som e o silêncio. Está presente em todas as culturas, nas mais diversas situações: festas e comemorações, rituais religiosos, manifestações cívicas, políticas, etc....
     Na educação infantil, a música é utilizada como suporte para atender a vários propósitos, como a formação de hábitos, atitudes e comportamentos: lavar as mãos, escovar os dentes, onde a realização de comemorações relativas ao calendário de eventos do ano letivo simbolizados no dia da árvore, dia das mães, etc.., a memorização de conteúdos relativos a números, letras do alfabeto, cores, traduzidos em canções.
     A música mantém contato estreito e direto com as demais linguagens expressivas (movimento, expressão cênica, artes visuais) e por outro lado, torna possível a realização de projetos integrados. É um meio de expressão e uma forma de conhecimento acessível às crianças, é também meio de desenvolvimento do equilíbrio, da autoestima e do autoconhecimento, além de poderoso meio de integração social.
A partir dos dois anos de idade, as crianças estão muito interessadas em atividades que permitam a representação plástica. No início pintam e fazem rabiscos por simples prazer. Aos poucos, dão-se conta que podem representar a realidade de maneira que cada vez possa ser mais reconhecida e os seus desenhos vão se tomando mais fiéis à realidade.
O mundo em que a criança vive se constitui de um conjunto de fenômenos naturais e sociais indissociáveis diante do qual ela se mostra curiosa e investigativa. Desde pequena, pela interação com o meio natural e social no qual vive a criança aprende sobre o mundo, fazendo perguntas e procurando respostas às indagações e questões. Gradativamente, toma consciência do mundo de diferentes maneiras, em cada etapa de seu desenvolvimento. As vivências sociais, as histórias, os modos de vida, os lugares e o mundo natural são para ela parte de um todo integrado. A intenção da instituição deve ocorrer de forma integrada, proporcionando um aprendizado significativo.
Artigo escrito pelas professoras; Morgana Bombana Susin e Jussara Oliveira, da EMEI Amor Perfeito.


Biografia:
Artigo escrito pelas professoras de Ed. Infantil Morgana Bombana Susin e Jussara Oliveira, da Escola Municipal de Educação Infantil Amor Perfeito.
Número de vezes que este texto foi lido: 54713


Outros títulos do mesmo autor

Artigos Princípios que permeiam a educação infantil Morgana Bombana Susin
Artigos A rotina e a adaptação no berçário Morgana Bombana Susin


Publicações de número 1 até 2 de um total de 2.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Amores! - 54783 Visitas
Delícias da festa junina - Ivone Boechat 54782 Visitas
DIVINO SER - Ivan de Oliveira Melo 54781 Visitas
Dores da paixão - Ivone Boechat 54780 Visitas
Carta para Sophie Scholl - Junho/2024 - Vander Roberto 54779 Visitas
Desabafo - 54778 Visitas
eu sei quem sou - 54778 Visitas
Leite com Pimenta - Rafael da Silva Claro 54772 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 54770 Visitas
A força do recomeço de empresários atingidos pelas enchentes - Isnar Amaral 54770 Visitas

Páginas: Próxima Última