Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A ESPERANÇA É A ÚLTIMA QUE CORRE!
Saul Mariano de Souza

Vesti meu terno de domingo singular;

Botei perfume de alfazema pra agradar;

Corei meu rosto de cobiça de encontrá-la;

Saí de casa com meu passo de esperança;

Cheguei bem cedo na pracinha sem tardança;

Sentei num banco do jardim para esperá-la;

"Tem que ser hoje! Vou dar fim ao meu anseio!"

Colhi três ramos de determinada flor;

Lembrei palavras pra dizer com muito amor;

Provi meu peito do frescor daquele instante;

Cantei poemas e canções por distração;

Contei estrelas no horizonte em oração;

Sorri pra lua, com prazer no meu semblante.

"É só esperar pra ser feliz! Verá! Verá!"

Traguei fumaça de cigarro como um louco;

Senti pontadas de suspeita pouco a pouco;

Cruzei as mãos, adivinhando a má verdade;

Baixei meus olhos carregados de certeza;

Desfiz meu peito com soluços de tristeza;

Deixei cair três ramos murchos de saudade.

"Ela não veio! Santo Deus. . . ela não veio!"

Sequei meu rosto amolecido pelo pejo;

Ergui meu vulto fatigado de desejo;

Rumei meus passos no retorno à solidão;

Despi meu corpo umedecido da garoa;

Deitei meus sonhos num colchão largado à toa;

Dormi com a dor do desengano, da ilusão.

"Ela virá! Sei que amanhã ela virá!. . ."


Biografia:
Nascido em Petrópolis-RJ em 05/04/44 Escolhido como destaque do ano em 1975 na poesia! Se tornou Membro da Academia Teresopolitana de Letras. http://poetasaulmariano.site.com.br
Número de vezes que este texto foi lido: 103


Outros títulos do mesmo autor

Poesias MEDICINA E MULHER Saul Mariano de Souza
Poesias TODOS AMAM AS CORES Saul Mariano de Souza
Poesias TEM QUE SER ASSIM? Saul Mariano de Souza
Poesias VISÃO DE SEMPRE Saul Mariano de Souza
Poesias AMOR QUERIDO... AMOR FERIDO Saul Mariano de Souza
Poesias FRAQUEZA Saul Mariano de Souza
Poesias TEMPO SEM TEMPO Saul Mariano de Souza
Poesias A ESPERANÇA É A ÚLTIMA QUE CORRE! Saul Mariano de Souza
Poesias PENÚLTIMA ORAÇÃO Saul Mariano de Souza
Poesias QUASE… Saul Mariano de Souza

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 15.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 68639 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55741 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44451 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44164 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 43816 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43780 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 42248 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41394 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41382 Visitas
Amores! - 39925 Visitas

Páginas: Próxima Última