Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Ciro Chorou - 4 Elementos
Rafael da Silva Claro

A personalidade de hoje é Ciro Gomes, o “coroné” de Sobral/CE. Eu poderia citar outros nomes que surfam na onda coronavírus. Os quatro elementos aos quais me refiro são: terra, fogo, água e ar. Esses elementos, significando tragédias para o Brasil, deram carona para políticos e outros oportunistas.

Terra- O soterramento de Brumadinho/MG, proporcionado pela Vale, trouxe um punhado de profissionais, à espera de uma tragédia, que “sabiam”, como o pior poderia ser evitado. Novos deputados federais, ávidos para instalar uma CPI para chamar de sua, tomaram posse. Ciro Gomes, especialista em tudo, correu apontando os culpados e as soluções.

Fogo- Incêndio na Amazônia, a comoção foi planetária. Com, suposta, razão, porque as notícias correram com certo exagero. Isso não aconteceu com a Austrália, mesmo que lá tenha sido muito pior. Aqui, apareceram: especialistas de plantão; a sazonal candidata a presidente da República e eterna ambientalista, Marina Silva; cantores, modelos, atores etc, sempre dispostos a capitalizar seu, pretenso, monopólio da virtude; e, olha ele aí, Cirão da Massa. O sujeito disse “Em nome da Democracia, vamos tocar fogo na rua”

Água - Muito óleo desembocou na costa brasileira, principalmente no Nordeste. E, eis que surge do pântano Choro, digo, Ciro. E, novamente, ele veio apontando culpados e expelindo soluções simples, por mais complexo que fosse o problema. Solerte, Ciro Gomes, igual quando prometeu limpar os nomes do SPC, prometeu o que faria se estivesse na Presidência da República. Simples.

Apareceu também, ela, sempre à espreita, esperando uma desgraça ambiental ou as próximas eleições presidenciais, Marina Silva. Ela balbuciou as platitudes de sempre. As ideias dela devem ser esquecidas por decreto.

Ar - Ciro chorou. A cara de pau de Ciro Gomes agora é, também, digital. A sua peculiar sem-vergonhice evoluiu na maneira como chega até nós. Antes, restrita aos comícios e ao corpo a corpo, a dissimulação indisfarçável dele não resistiu à tecnologia.

Foi aberta, oficialmente, a temporada de oportunismo político. Não que essa prática não seja habilmente difundida sempre. Mas o COVID-19 e a anomia presidencial abriram brecha para a oposição, um lote de governadores anarquistas e o eterno candidato à Presidência, Ciro.

Tudo roteirizado, câmera posicionada e ligada, bastava o irmão de Cid “retroescavadeira” Gomes fingir uma sobrenatural empatia com os pobres e um, incontrolável e forçado, choro. E assim foi, mal começa o vídeo, ele simula não conter as lágrimas. Muito, porém mal executado. Iniciou a discurseira, voz embargada, mas faltou um item essencial ao kit-choro, a lágrima. Nem sequer os olhos lacrimejados. Entretanto, foi desse jeito que ele publicou a coisa.

Eu vi alguns vídeos do coroné de Sobral, também canastrão e carpideira, na vida real, sem ensaio. É mais divertido. A farsa não resiste ao YouTube.


Biografia:
Ensino secundário completo. Trabalhei em várias empresas, fora da literatura. Tenho um blog, onde publico meus textos: “Gazeta Explosiva” Blogger
Número de vezes que este texto foi lido: 33804


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios Guia Politicamente Incorreto da Pandemia Rafael da Silva Claro
Ensaios Na pressão Rafael da Silva Claro
Ensaios Nadando de braçada Rafael da Silva Claro
Ensaios Dois Papas Rafael da Silva Claro
Ensaios O Clarividente Rafael da Silva Claro
Ensaios Polícia e ladrão Rafael da Silva Claro
Crônicas Retrospectiva 2020 Rafael da Silva Claro
Ensaios Espiral do silêncio Rafael da Silva Claro
Ensaios Rodrigo Maia nunca mais Rafael da Silva Claro
Crônicas Ócio criativo Rafael da Silva Claro

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 83.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 48518 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 42870 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 41915 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 40795 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 40438 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 40155 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 40026 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 39982 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 39785 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 39741 Visitas

Páginas: Próxima Última