Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Quando tudo passar
BENEDITO JOSÉ CARDOSO

Quanto tudo passar
E a brisa do ar
Tocar
Os fios de teus cabelos
Você vai perceber
que já é hora de acordar.

Despertar para uma nova era que vai surgir
Uma nova vida vai brotar e você irá perceber que é hora de sair, gritar bem alto, para o mundo todo ouvir .

Somar as horas que ficaram para trás e deixaram de ser uteis.
Se renovar …
Abraçar as pessoas sem medo do invisível te contaminar

Dizer tudo a todos, é possível.

Quando se tem fé
Não existe inimigo
que possa te derrubar
Pois Deus é contigo.

Esquecer os dias de tormentas
Sem olhar para trás.
Seguir à linha do horizonte
Respirar o ar puro e saudável da natureza

Lavar a alma e o espirito das impurezas da mente
Nas águas da fonte da vida
Seguir com coragem e sempre à frente
Quando tudo passar


Biografia:
"As obras do artista só têm valor, quando consegue atingir a sensibilidade daqueles que entendem"
Número de vezes que este texto foi lido: 407


Outros títulos do mesmo autor

Cordel A TELA DA DOR BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias Belém do Grão Pará BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel “SANTO LICOR” BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Crônicas “Um cenário de barbárie” BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel A ULTIMA LIGAÇÃO BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel “POBRE WALDEMAR” BENEDITO JOSÉ CARDOSO

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 131 até 136 de um total de 136.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
RESTOU, MULTIPLICOU - Alexsandre Soares de Lima 3 Visitas
Três na Cama - Bia Nahas 3 Visitas

Páginas: Primeira Anterior