Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Crime organizado
Bhall Marcos

Quando eu vier furtar teu coração
Virei de luvas
pra não deixar marcas
Virei de máscara
pra não ser reconhecido
Virei de asas
pra enganar até o cupído

E carregarei teu coração
tão perto de mim
que quando olharem
pensarão ser o meu

E o levarei tão junto a mim
que a batida dos dois será só uma
E nem CIA, KGB, FBI, suporão
que o bandido fui eu.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 54723


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Crime organizado Bhall Marcos
Poesias Estátua Bhall Marcos
Poesias Ela não veio Bhall Marcos
Artigos As duas faces Bhall Marcos
Poesias Da janela do ônibus Bhall Marcos
Poesias O poema que não fiz Bhall Marcos
Poesias RAP(volução) Bhall Marcos


Publicações de número 1 até 7 de um total de 7.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
eu sei quem sou - 54811 Visitas
DIVINO SER - Ivan de Oliveira Melo 54807 Visitas
🔴 Atila, o rei dos energúmenos - Rafael da Silva Claro 54804 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 54803 Visitas
Carta para Sophie Scholl nº 2 - Junho/2024 - Vander Roberto 54803 Visitas
A força do recomeço de empresários atingidos pelas enchentes - Isnar Amaral 54801 Visitas
sei quem sou? - 54800 Visitas
MENINA - 54798 Visitas
viramundo vai a frança - 54798 Visitas
camaro amarelo - 54796 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última