Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Setembro
Dias cinzas
PauloRockCesar

Resumo:
Olhos refletem o que o coração diz.



Quando se perde a natureza do ser
Os olhos não vêm mais beleza
E toda poesia se veste feita uma valsa triste

E não a ar que nos abrigue em um mundo de solidão,

A tanto tempo eu procuro E são tantas noites sem dormir

O que estávamos procurando está fora de casa .
O que tanto aguardamos não volta com suas asas.

Perseguidos pelo mundo
Escondendo o rosto e coragem
Um caminho longo
Na vida curta
Só mais uma estrada triste
Um dia cinza outra alma sem par

E medo me persegue nas noites pesadelos
Durante o dia tormento e desespero
Não sou tão forte,
quanto antes.
Quando criança sentia mês pés firmes
no chão,
hoje já não sei andar descalço.
Hoje já não sinto a terra.
Estou preso nessa selva sem ar.

E o amor hoje voa longe, gostaria de velo outra vez bater suas asas em direção mim, sei que hoje ela vive em
outro Jardim.

Eu vejo a vida passar,
E  o tempo me maltrata, me tirando as folhas sinto meu tronco rachando, assim
como meu peito.
Sou uma árvore presta a  estimação.

Sou o fruto jogado no chão.


Biografia:
Autor e compositor sonhando em ganhar o mundo com suas palavras...A cada passo dessa estrada eu me mantenho vivo A cada metro desse chão sinto que estou vivo, que estou no mundo toda tristeza é valida cada flor tem seu perfume assim como cada poeta tem seu valor hoje se choro é que algo vive em mim se grito é que estou reagindo escrevo por que existo por que é do agora que os sonhos são feitos de sorrisos de acasos Agora quando não estiver mais falando escrevendo é que estarei morto ou em algum lugar no espaço mais por enquanto estou aqui , leião escutem me observem pois estou vivo .............. O maior segredo é que a vida não é um processo de descoberta, mas sim de criação. Você não está se descobrindo, mas sim, se recriando. Por isso, não tente descobrir quem você é , mas busque determinar quem você quer ser!
Número de vezes que este texto foi lido: 53085


Outros títulos do mesmo autor

Cartas E quando a saudade dorme nos olhos PauloRockCesar
Poesias Quando o Carnaval voltar PauloRockCesar
Poesias Perdido no escuro. PauloRockCesar
Sonetos Preciso me curar PauloRockCesar
Poesias Setembro PauloRockCesar
Artigos Cansado PauloRockCesar
Cartas Depressivo PauloRockCesar
Poesias Como estou. PauloRockCesar
Ensaios Enquanto a vida passa PauloRockCesar
Cartas Um sonho bom PauloRockCesar

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 102.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 69079 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 57977 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 57630 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55903 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 55222 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 55198 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 55080 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54961 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 54945 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 54934 Visitas

Páginas: Próxima Última