Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O Livro do Coração
Matheus Costa

O LIVRO DO CORAÇÃO

Este livro envelhecido
tem marcas que eu mesmo fiz...
E a própria vida hoje quis
dar conta do que guardei.
Nos rastros que já cruzei
e o tanto que hei de andar,
percebi que, ao versejar,
confesso tudo que sei.

O abraço - quando guarida -
mostra no gesto, a clareza...
Razão inversa à vileza
de quem esconde consigo
armadilhas neste abrigo,
expondo (em falsa proposta)
que a mão que afaga as costas
jamais oferta perigo.

O espinho carrega a culpa
de ferir a quem afaga
- casca seca e vida amarga -
...Seu destino não foi pleno!
Teve a bênção do sereno
na vivência que lhe cabe;
E apenas ele é quem sabe
que a flor também tem veneno.

A solidão é poesia
escrita em verso calado...
Logo ao tê-la no costado
se deixa de ser sozinho!
E assim, revela aos pouquinhos:
- Paciência não é cansaço!
...Pois, bem pouco adianta o passo
se for maior que o caminho.

A confiança, se perdida,
talvez não ache retorno...
Na ferida do abandono
descobre quem lhe merece.
Ao seu jeito, reconhece
que diante à palavra errada,
bem mais vale dizer nada...
...num silêncio – quase prece.

O perdão é cura entregue
à quem se aceita aprendiz
do ensino que a cicatriz
demonstra em paciência e dor...
...Pois a fé só tem valor
na reza de quem bem sabe
que pouco adianta o milagre
se o santo for pecador!

O sonho, embora buscado,
nasce e morre junto a nós...
Será inverdade no "após"
se não lhe cuida o "presente".
E teima em contar à gente
sobre distância e saudade,
se acaso a felicidade
toma um rumo diferente.

O tempo leva consigo
- nas rugas simples da idade -
a real capacidade
de que ele mesmo conserve
aquilo que a história escreve
e se transforma em lição...
...pra o livro do coração
guardar somente o que deve.

O olhar - guardião da face -
conforme este livro ensina,
carrega a eterna sina
de ser sinal da verdade...
E deflagra, sem piedade,
alguém que, com dita ira,
pensa que a voz da mentira
calará a sinceridade.

Todo livro, embora antigo,
traz consigo uma lição...
Este, do meu coração,
também não é diferente,
Em suas linhas, sabe e sente
tudo que mais nos indaga...
...e entende as dores amargas
que, por "vez", invadem a gente.

Suas páginas são um segredo,
por nunca encontrarem fim...
Contam do não e do sim,
do final e do começo.
- Eu, que tanto lhe conheço,
guardo-o na estante da alma...
Não o decifro sem calma,
tampouco o leio ao avesso.

Desta forma - folha a folha -
descubro aquilo que sou...
E se o tempo assim guiou,
me confesso por inteiro
neste livro, companheiro
das horas que, sem aviso,
a saudade que escravizo
faz de mim, um prisioneiro!


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 33764


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Mundo Em Frente Matheus Costa
Poesias Barro e Fé Matheus Costa
Poesias A Lua Em Casco Crescente Matheus Costa
Poesias Sonoridade Matheus Costa
Poesias Ao Apontar O Dedo Matheus Costa
Poesias Culpa Matheus Costa
Poesias Justo Matheus Costa
Poesias Assim Somos Nós E Os Potros Matheus Costa
Poesias Amanunciado Matheus Costa
Poesias Alma e Voz de Uma Carreta Matheus Costa

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 27.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 76064 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 62016 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50277 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50041 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49605 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49261 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 48984 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48806 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48786 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 48238 Visitas

Páginas: Próxima Última