Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ILHOSES
manoel serrão da silveira lacerda

Feito corpo.
Feito alma.
Feito espírito.
Feito [os] nós infestos de agruras abstêmias,
Idem inglórios epítetos insultuosos.

Destapas d’alma a fenda ó bardo?
Azo a sós, dê-se em essência parida,
Opila, tece pelo bico da Parkinson odes diversas das que vós alinhaveis tecidas a ponto perfeito?

Não o ranço?
Nem o vil escárnio que escoado pelo o esfínque, vazam rimas quão em escarros.

Oh! A de não tê-las n’outras cartilhas o verbo ser-dor,
Sido purgado, alma para ser carne?
Vês?! Vês que dor se for [do que duvido!] não é verbo para sê-lo,
Porque a dor do Deus criador,
É dor à sós do ser sentir - quase, dor sem fim, dor que não se faz.

Feito dor.
Feito verbo.
Feito carne.
Feito nós infestos de agruras abstêmias,
Idem inglórios epítetos insultuosos.
És preciso tu, ó Narciso, ó vão além útero, fragma de um Eu despedaçado, venera estampa da própria carne.

És preciso tu, que os pensas sê-lo,
Mais que tudo: o Deus, o Verbo e o Nada?
Sido purgado, verbo ser-dor, alma para ser carne.
Sede vós mais que os ancestrais avós dos vossos ilhoses.

Então, ousas à ti dizeres?
Ou é-me essência parida?
Ou de fenestra a ambrósia dos mortais.



Date: Mon, 24 May 2010 09:38:56 -0700
From: decastrig@yahoo.com.br
Subject: câmbio...câmbio...
To: manoel.serrao@hotmail.com

Caro amigo Esse bate papo é muito legal. Percebo, porém que meu ritmo não acompanha o seu. Vc se comunica com muita gente. Eu não. To vivendo enclausurada no Arpoador, é mole?

Vou tentar passar uma mudança que percebi nos teus textos. Ñ é uma análise literária, apesar de eu ter estudado letras na USP (ñ me formei, é claro).achei engraçada a sua mudança de estilo e norma conforme o veículo. Foi nesta ordem que as percebi:· Na poesia vc se expande. Vc fala na interseção dos planos universal/individual. Seu inconsciente (Junguianamente falando) se apodera de suas línguas, de sua palavra, de sua parole (Saussure) que são lançadas nas ondas reais e virtuais da grande rede. Aqui a norma ñ é culta nem inculta, aqui vc é Serrões. Vc as declama tb, nas tertúlias da Ilha?· Nos e-mails, vejo o advogado formado no Recife: norma culta, plano universal, formal, barroco quase pomposo, um discurso imponente e impressionante aliada a uma certa malandragem de comerciante que eu já havia ouvido, mas nunca lido. Lembre-se que o pai de minha filha era um pernambucano comunista e político que, aos 15 anos ganhou um concurso de oratória da Assembleia Legislativa de Pernambuco com o tema da prostituição, defendendo as putas e concorrendo contra políticos adultos conhecidos. E olha que eu acho os meus e-mails formais demais (rimou).· Não sei como se chama aquela conversa escrita on-line que nós tivemos. Pois, é. Ali eu reencontrei o velho Serrão que eu conhecia de ouvido com sua linguagem cotidiana por um lado muito maranhense, por outro trazendo outras vivências e uma pitada das formas acima descritas, tudo isso no plano individual e informal. É coloquial, regional, mais a pitada de apuro. Eu sei que sou lenta e complicada, mas não tinha, até então, me aberto com ninguém. Tenho esta trava com "autoridades constituídas que me atrapalha muito. Serrão, responde, vai!Bjs,Inês   









Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28745


Outros títulos do mesmo autor

Poesias LOBSHOMEM manoel serrão da silveira lacerda
Poesias NEURA TRIBAL manoel serrão da silveira lacerda
Poesias ÁLIBIS manoel serrão da silveira lacerda
Poesias APRENDIZ manoel serrão da silveira lacerda
Poesias PÓSTUMO manoel serrão da silveira lacerda
Poesias AUSCHWITZ manoel serrão da silveira lacerda
Poesias O BELISCÃO manoel serrão da silveira lacerda
Poesias A TRINDADE manoel serrão da silveira lacerda
Poesias ANFÍBIOS manoel serrão da silveira lacerda
Poesias ALMA QUÂNTICA manoel serrão da silveira lacerda

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 64.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 55540 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 52848 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39198 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 34058 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 33281 Visitas
Amores! - 32744 Visitas
Desabafo - 32350 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31604 Visitas
Faça alguém feliz - 31231 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 31040 Visitas

Páginas: Próxima Última