Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
PÓSTUMO
manoel serrão da silveira lacerda

Olho o riso da Dor e vejo o choro da Morte que deambulam zombando da Sorte.
A Dor sempre à frente, ora mais trote, ora mais forte; a Morte,
Nunca se adianta, nem se atrasa no pari passo para o Ato Póstumo.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 27865


Outros títulos do mesmo autor

Poesias LOBSHOMEM manoel serrão da silveira lacerda
Poesias NEURA TRIBAL manoel serrão da silveira lacerda
Poesias ÁLIBIS manoel serrão da silveira lacerda
Poesias APRENDIZ manoel serrão da silveira lacerda
Poesias PÓSTUMO manoel serrão da silveira lacerda
Poesias AUSCHWITZ manoel serrão da silveira lacerda
Poesias O BELISCÃO manoel serrão da silveira lacerda
Poesias A TRINDADE manoel serrão da silveira lacerda
Poesias ANFÍBIOS manoel serrão da silveira lacerda
Poesias ALMA QUÂNTICA manoel serrão da silveira lacerda

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 64.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 30170 Visitas
Amores! - 28300 Visitas
Desabafo - 28254 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 28178 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 28127 Visitas
Faça alguém feliz - 28119 Visitas
aliens - alfredo jose dias 28053 Visitas
Vivo com.. - 28047 Visitas
christine - alfredo jose dias 28023 Visitas
Vocabulario nipo-brasileiro (UDONGE) - udonge 28018 Visitas

Páginas: Próxima Última