Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ÁUREA
Estas mulheres
Sebastiao donizete de oliveira

Resumo:
Andando pela cidade tudo que me desperta a atenção, torna se poemas, foi o que aconteceu em um destes dias.   


     Apreciei em uma destas minhas caminhadas da vida.
     Uma beleza brasileira, nome exótico, olhos claros.
     Já ia saindo embora não resisti, voltei perguntei seu nome.
     Me apaixonei e comecei a escrever andando pela rua.
     Uma menina mulher com a metade de minha idade.
     Nem conheço e fiquei encantado diante de tamanha beleza.
     Dias passaram e aquela imagem não sai da mente.
     Ando pelas ruas da cidade querendo encontrar.
     Aquela beleza que me cativou com simplicidade.
     Sem saber ao menos que me inspirou a escrever.
     Estas pequenas linhas sem saber quem sou.
     Apaixonado pelas belezas brasileiras.
     Não desfazendo das Suecas, Alemãs Japonesas. Etc
     As brasileiras tem uma mistura ímpar.
     O meu país e tudo que nela há, será que nossos governantes o amam?
     Em nossas moedas está escrito: Bem dita é a nação onde Deus é o senhor.
     Deus é o nosso senhor confiemos nele e o mais ele fará.
     Mas temos que fazer nossa parte, vamos cuidar e preservar nossas belezas brasileiras.



Biografia:
-Sou um senhor de 51 anos escrevo desde 1983, nunca publiquei meus trabalhos. por questões financeiras. Tudo tem seu tempo na face da terra, o tempo de Deus não o nosso. Creio que chegou a hora de se fazer notório os meus trabalhos .
Número de vezes que este texto foi lido: 33798


Outros títulos do mesmo autor

Poesias SEREIA Sebastiao donizete de oliveira
Poesias VOYAGE Sebastiao donizete de oliveira
Poesias QUATRO ESTAÇÕES Sebastiao donizete de oliveira
Poesias MAIS CAMINHOS Sebastiao donizete de oliveira
Poesias Amor de carnaval Sebastiao donizete de oliveira
Poesias ÁUREA Sebastiao donizete de oliveira
Poesias PAI E MÃE Sebastiao donizete de oliveira
Poesias UMA FIGURA Sebastiao donizete de oliveira
Poesias FÁ LÁ DO MI Sebastiao donizete de oliveira
Poesias CORAÇÃO ROUBADO Sebastiao donizete de oliveira

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 14.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 50782 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 43463 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 43222 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 41469 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 40932 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 40741 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 40730 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 40617 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 40383 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 40274 Visitas

Páginas: Próxima Última