Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Degrau
Roberto Vagner

Desço um degrau.
O passo não resiste
Ao que é natural.

Um passo para baixo.
Suave e esperado.
Num oblíquo dos olhos
Avistam os pés.

Atrás, uma escada já sem início
Cheia de falhas, degraus perdidos.
Tempo esquecido sob pés cansados.

Sorrisos marinados
Em risadas diversas.
Falas íntimas humanas
Como se fossem minhas .

Preenchem vazios.

Desço um degrau.
Desconheço a inclinação.
Mas desço.
Programado.

Sem ilusão.







Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 11


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Degrau Roberto Vagner
Poesias Brevidade Roberto Vagner
Poesias Motivos Roberto Vagner
Poesias Chamas Roberto Vagner
Poesias A Rua Roberto Vagner
Poesias Existir Roberto Vagner
Poesias O Trem Roberto Vagner
Poesias Cordel do Dia a Dia Roberto Vagner
Poesias Oração dos bichos Roberto Vagner


Publicações de número 1 até 9 de um total de 9.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 181422 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 131674 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 131039 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 127233 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 66316 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 55523 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 53945 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 53414 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 52610 Visitas
Piscianas, as mulheres mais próximas dos sentimentos. - Nandoww 49831 Visitas

Páginas: Próxima Última