Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Doses homeopáticas
Eliete M M Fagundes

Resumo:
Professora faz uma analogia sobre o termo "doses homeopáticas"

Este termo em sentido figurado corresponde a algo que é feito com calma, de forma gradual, com continuidade, com qualidade e sempre apresentando resultados positivos crescentes. Na verdade, está ligado diretamente ao tratamento homeopático, que é eficaz, mas, na crença popular, classificado erroneamente como lento. As pessoas tomam duas doses ao dia e por um tempo relativamente longo porque trata as predisposições genéticas individuais, além do problema agudo. A Homeopatia é uma ciência que harmoniza os seres vivos, humanos, animais, plantas, águas e solos. E tem a característica principal de fazer experimentos em humanos. Por meio de muito estudo e pesquisas, criei um método inédito na homeopatia mundial ao estender o tratamento homeopático para o meio ambiente em geral, plantas, águas, solos, ar, máquinas.
Poucas pessoas sabem que os produtos que adoecem os seres vivos, se usados em doses diluídas, irão gerar curas desde que sejam semelhantes à pessoa doente. Todos os registros históricos da literatura mundial descritos como adoecedores e geradores de doenças e morte foram considerados pela homeopatia como suporte e prova de experimentos em humanos. A experimentação se faz quando um humano, propositalmente ou acidentalmente, ingere um produto tóxico e há o registro realizado por um observador.
O filósofo ateniense Sócrates foi o grande exemplo disso. Na ocasião, recebeu um remédio judiciário: ensinava o povo da Grécia a pensar. Foi condenado a tomar o veneno cicuta. Ao ingeri-lo, seu amigo Platão anotou os sintomas que ele sentiu: descontração, calma, vertigens, tonteiras, convulsões, epilepsia e lucidez até os últimos momentos de vida. E, hoje, quando uma pessoa apresenta esses sintomas descritos, é indicado tomar Cicuta em forma homeopática, diluída e sucussionada. E, ao invés dela adoecer, ficará harmonizada. Este é o princípio básico da ciência da homeopatia: administração de pequenas doses de remédios feitos dos vários reinos da natureza.
Outro exemplo é a planta Datura stramonium que, se ingerida em dose natural, gerará alucinações na pessoa, sintomas considerados de loucura. A pessoa pode constantemente apresentar crises nervosas violentas ao mínimo contato com a água ou até falar línguas estrangeiras sem nunca ter estudado. Quando encontramos uma pessoa nesta situação indicamos Datura stramonium que, em dose homeopática, faz recuperar sua lucidez.
Arnica Montana ingerida em dose natural causa hemorragias internas. Mas, quando uma pessoa está com hemorragias, por acidente ou durante ou após uma operação, é indicada em dose homeopática para estancar os sangramentos, vencer os hematomas e acelerar a cicatrização. Arnica também é muito importante para resolver os traumas energéticos: sustos, medos e pavor de cenas chocantes.
No modelo homeopático, ao invés de se usar matéria, usa-se o insumo ativo diluído, através de diluições e sucussões sucessivas. Este processo é realizado até 100 vezes seguidas, não restando mais matéria, apenas a energia da substância, ou seja, a sua configuração eletromagnética e a informação dos efeitos curativos. A pessoa que apresenta os sintomas do medicamento ficará normalizada se ingerir a substância descrita em dose homeopática.
A principal característica da homeopatia e das terapias naturais é que elas trabalham para reequilibrar a forma natural de cura dos seres vivos. As doenças pelo método natural são expelidas pelas fezes, urina, boca, nariz, olhos, ouvidos e pela transpiração. A função da homeopatia é apenas dar suporte energético aumentando a frequencia vibratória do sistema imunológico para que o próprio indivíduo se harmonize, assim como os demais reinos, pois todos seguem as mesmas leis da natureza para adoecer e para se curar.

Professora Eliete M M Fagundes
cursohomeopatias@terra.com.br      
www.homeopatias.com    


Este texto é administrado por: Homeopatias.com
Número de vezes que este texto foi lido: 33720


Outros títulos do mesmo autor

Artigos A Homeopatia e a Obesidade Eliete M M Fagundes
Artigos Doses homeopáticas Eliete M M Fagundes
Artigos Curso de Homeopatia: Eliete M M Fagundes
Artigos Homeopatia: Eliete M M Fagundes
Artigos A Homeopatia e as peculiaridades individuais Eliete M M Fagundes
Artigos Dengue: tratamento com Homeopatia Eliete M M Fagundes


Publicações de número 1 até 6 de um total de 6.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 34596 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 34039 Visitas
viramundo vai a frança - 34024 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 34021 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 34008 Visitas
Tempo - Luiz Fernando Sacramento Lusoli 34007 Visitas
Como posso desenvolver uma campanha de marketing - Antonio 34006 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 33999 Visitas
A Carta Gelada - José Rony de Andrade Alves 33997 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 33996 Visitas

Páginas: Próxima Última