Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Perplexidão
Zuza Nascimento

Existem dias que ninguém explica:
nem a força de Deus,
nem o acaso dos homens
e eu me pergunto
se tudo é assim incerto
se tudo é assim é ao menos
se o alvo nunca é certo
se a escuridão é mais que vemos.

Existem dias que ninguém explica:
nem as palavras dum poema,
nem um sonho degenerado
e eu só desejo
continuar com minha tristeza
continuar com minha andança
continuar com minha surpresa
de não saber o que me cansa.

E o que me desanima, e enfada,
como que encantamento é
só essa falta de explicação,
esse caminho tão longe,
esse vir que ninguém vê
um horizonte que não se alcança
seja com as mãos, ou coração...
esse lugar em que não há onde
porque já não há no que se crer.


Biografia:
Meus poemas já dizem muitas coisas.
Número de vezes que este texto foi lido: 29313


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Fabricação Zuza Nascimento
Poesias Perplexidão Zuza Nascimento


Publicações de número 1 até 2 de um total de 2.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Vivo com.. - 33512 Visitas
CÉREBRO HUMANO - Tércio Sthal 32647 Visitas
eu sei quem sou - 32459 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 32405 Visitas
camaro amarelo - 32343 Visitas
sei quem sou? - 32290 Visitas
MENINA - 32195 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 32135 Visitas
viramundo vai a frança - 32123 Visitas
A menina e o desenho - 32123 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última