Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
E VIVA A CLASSE MÉDIA
DIRCEU DETROZ

E lá se foram vinte anos desde o impeachment de Collor de Mello. Nesta semana, as televisões e os jornais apresentaram programas, e estamparam reportagens sobre o acontecimento. Revendo a ênfase com que deputados e senadores gritavam o “sim”, fica a impressão que estavam livrando o Brasil do diabo. E sabemos que ficaram outros tantos súditos.

Cabem algumas reflexões dessas duas décadas. O ex-presidente corrupto hoje é um senador da República. Apoia com unhas e dentes, o principal partido responsável pela sua queda. Politicamente a regressão do Brasil foi fantástica. Não precisamos apenas de uma reforma política. Precisamos refundar a República. Reescrever nossa Democracia.

Que com o julgamento do “mensalão” tem mostrado sua fraqueza. E não é apenas isso. Nossa Democracia tem um mal maior. Atenta contra um dos seus maiores princípios, quando exclui o povo. No Brasil, o peso do nosso voto é uma das maiores enganações. No fim, acabamos sendo coautores de tudo o que está acontecendo. Incluindo a corrupção.

Estruturalmente o caminho percorrido também foi pequeno. Com a economia e a inflação estabilizadas, deveríamos deslanchar no nosso crescimento. E quem está no poder, conta sempre com a sorte de ter um culpado para esconder seus erros. Desta vez, Dilma Rousseff culpa a crise financeira Europeia.

Cresceremos menos de 2% neste ano. E muito deste crescimento pífio deve ser colocado na conta do endividamento da sociedade. Crescer à custa de crédito fácil e endividamento futuro, não é a fórmula adequada. A produção foi esquecida. E chegará o momento, que nossa “bolha” também será alfinetada.

Educação e saúde é um caos. Infraestrutura idem. A voracidade fiscal do governo federal eleva o chamado “Custo Brasil”, minando nossa competividade no exterior. Duas décadas após Collor de Mello, o Brasil continua sem uma política industrial, educacional e social. Vivemos de lampejos.

São algumas migalhas aqui. Outras acolá. Não se enxerga no horizonte projetos e políticas robustas. Não vemos além da ponta do nariz, quando deveríamos mirar trinta anos adiante. No Brasil, somos amantes do imediatismo e da indolência. Só acordamos em épocas de eleições.

E ainda resta o susto de se descobrir fazendo parte da classe média. Se a tua renda mensal estiver entre R$ 291,00 e 1.019,00, você faz parte dela. Achamos o máximo o governo comemorar e fazer média em cima de nós. Garanto que neste momento tem muita gente se descobrindo classe alta e nem sabia. Uau! “Nunca antes na História deste país”, tivemos tantos ricos.


Biografia:
Sou catarinense, natural da cidade de Rio Negrinho. Minhas colunas são publicadas as sextas-feiras, no Jornal do Povo. Uma atividade sem remuneração.Meus poemas eu publico em alguns sites. Meu e-mail para contato é: dirzz@uol.com.br.
Número de vezes que este texto foi lido: 28512


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas A descoberta da Terra DIRCEU DETROZ
Poesias POSFÁCIO DIRCEU DETROZ
Crônicas A paciente silenciosa DIRCEU DETROZ
Crônicas Muito além da Amazônia DIRCEU DETROZ
Crônicas A causa da ciência DIRCEU DETROZ
Poesias MARCADOR DE PÁGINAS DIRCEU DETROZ
Crônicas Os senhores das armas DIRCEU DETROZ
Crônicas A esperança e a dor DIRCEU DETROZ
Crônicas O primeiro homem DIRCEU DETROZ
Crônicas As garotas da ficção DIRCEU DETROZ

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 930.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 48609 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39016 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 33070 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 32035 Visitas
Amores! - 32018 Visitas
Desabafo - 31638 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31401 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30773 Visitas
Faça alguém feliz - 30762 Visitas
Vivo com.. - 30413 Visitas

Páginas: Próxima Última