Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Cada vez mais desperto
Carlos Vagner de Camargo

Hoje amanheci com um desejo imenso,
Uma vontade louca de tocar-te
De amar-te, devorar-te.
Mas não te vi, por isso não me saciei.

Hoje qui-la como nunca quis ninguém,
Amei-te como nada amei por quem.
De longe, perto me fiz e tudo por ti
Na estrada vago, desejando possuir-te.

Intrínseco em meus pensamentos
De pura malícia e ardor refrescante
Implorando os teus sentimentos
Que me são tão caros, pois és tão delirante.

E quando conseguir esse sentimento saciar
Verei como foi lindo e essencial me revelar.
Na imensidão do amor me perder, consumir
Porque de teus braços arianos não quero mais sair.

Assim, extasiado em sua boca a minha deitar
Com toda a expressão do meu sincero afeto
Desejoso da próxima vez que te encontrar
Eu esteja por ti cada vez mais desperto.


Biografia:
Sou paulista nascido em Ilha Solteira, interior de SP, formado em Letras Licenciatura Plena pelo Centro Universitário Assunção UniFAI, tenho 35 anos e estou para começar a lecionar no meio público e privado de ensino fundamental e médio. Sou músico,canto, toco, fui tenor do Coral Sagrado Coração de Jesus em Três Lagoas-MS, Sempre escrevi muito, lia muito, hoje dois anos após minha formatura, estou retomando a todo o gás o gosto pela leitura. Amo Shakspeare, mas leio de tudo, desde tratado filosóficos a textos de Zola, Tolstoi entre outros grandes. Tenho poemas publicados pelo site da UniABC (onde atualmente trabalho), pelo professor Sérgio Simka no link http://grupodeescritoresdauniabc.uniblog.com.br/ Ainda não sou conhecido, mas espero em breve sê-lo.
Número de vezes que este texto foi lido: 33856


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Boca Murcha Carlos Vagner de Camargo
Poesias Exposição Carlos Vagner de Camargo
Poesias Racha Carlos Vagner de Camargo
Poesias Primavera de Amor Carlos Vagner de Camargo
Poesias Essa Coisa Carlos Vagner de Camargo
Poesias O Mensageiro Carlos Vagner de Camargo
Poesias O Trenzinho Carlos Vagner de Camargo
Poesias Nefasta Adoração Carlos Vagner de Camargo
Poesias Força Estranha Carlos Vagner de Camargo
Poesias Ciúmes Carlos Vagner de Camargo

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 68.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 76106 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 62047 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50297 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50059 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49616 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49285 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 48994 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48819 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48795 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 48242 Visitas

Páginas: Próxima Última