Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Fé mascarada
Até onde o homem é capaz de ir em nome da fé?
Carlos Rogério Lima da Mota

Resumo:
"...multidões são levadas a acreditarem que a fé - o sentimento irradiante que abrilhanta a alma humana - pode e deve ser vendida como um produto, na forma de milagres..."

A Constituição Federal assegura a todo brasileiro liberdade de credo. Assim, nenhum cidadão poderá ser depreciado ou mesmo punido por suas escolhas, diferentemente do que ocorre em nações do Oriente, onde se um concidadão, por qualquer motivo, resolver contrariar as autoridades religiosas, acabará fuzilado num paredão. A Constituição é laica, absolutamente imparcial, prova disso é que o Brasil não adotou nenhuma religião oficial, transferindo esta missão a cada um de seus filhos. Isso não quer dizer que a Carta Magna permita que malandros, usando o nome de Deus, pratiquem a venda da salvação e outras falácias para persuadir os fiéis mais humildes de que o caminho ao Paraíso perpassa pela igreja e/ ou religião de que apregoam. Em outras palavras, liberdade de escolha não pode ser confundida com libertinagem.

Mas não é isso o que acontece na prática, afinal, multidões são levadas a acreditar que a fé - o sentimento irradiante que abrilhanta a alma humana - pode e deve ser vendida como um produto, na forma de milagres - alguns tão críveis que de milagres mesmos não apresentam qualquer resquício. Infelizmente, diversas denominações associam as bênçãos divinas à doação de parte do salário, pregando, inclusive, que aqueles que se "negam a abrir o bolso a Deus" serão condenados à pobreza terrena e ao sofrimento eterno, com direito a uma passagem sem volta ao inferno, via Diabo-Tur. Como grande parte da população brasileira não provê de conhecimentos necessários ao discernimento da boa intenção ao puro golpe, acaba entregando todos os bens de uma vida às mãos de falsários, os ditos homens de Deus.

Hipnotizados pelas belas palavras dos "pregadores", eles põem em risco o sustento da própria família em prol de uma salvação supostamente arquitetada. É a tal história: "... quanto mais você doar, mais terrenos lhe serão reservados no reino do céus". Há estudiosos que afirmam que não é somente a ausência de cultura que cega o homem, mas o desespero que há por trás de cada história de vida. Assim, o que move o homem a certas loucuras é o sofrimento causado pelos problemas que ele tem enfrentado. É como se a fé passasse a ser uma muleta e as respectivas denominações as chaves que abrirão o baú da felicidade coletiva.

Chegar ao fim do poço e perder a noção dos valores íntimos é mais fácil do que se pensa porque, por mais cético que seja, basta um filho cair doente, ser hospitalizado e apresentar pouca melhora para que qualquer criatura se desespere, abra o coração e peça ajuda ao Divino. É aí que os aproveitadores, verdadeiros lobos em pele de cordeiros, emergem e fazem a festa, porque daquele levarão não só o seu dinheiro, mas a esperança, o amor
Patrocine esta palavra.
Em breve...
ao próximo e todos os outros sentimentos que lhe moldam o caráter.

E esta praga denominada "acesso a Deus por meio de um dote" está em todos os lugares, inclusive na tevê, onde se percebe que vítimas são manipuladas à construção de relatos comoventes, em que dizem estar novamente andando, depois de anos condenadas à cadeira de rodas. Não obstante, estas mesmas criaturas são instigadas a acreditar que o SUCESSO de alguns é produto de um copo d'água abençoado. "Eu perdi tudo, mas hoje, ao me batizar nesta igreja, tomar um pouco da água santa, consegui o sucesso que tanto almejava. Hoje tenho duas empresas, que geram R$ 1 milhão por mês; tenho cinco carros importados na garagem e trabalho apenas um dia por semana... Depois que vim para esta igreja, encontrei-me no Espírito Santo (sic)" - declara o depoente, sorrindo para a câmera e usando todo o poder midiático de persuasão para atrair outras vítimas ao "esquema da fé". E que sucesso é esse? Ter dinheiro é ter sucesso? Nem sempre, como prova Charles Dickens em Um Conto de Natal.

A liberdade de credo deve ser respeitada em um estado de direito, todavia, maracutaias como essas devem ser banidas de todos os meios e punidas com o rigor da lei, até para que aqueles que realmente pregam a verdade das escrituras sejam preservados e não atirados ao mesmo fosso da mentira, como está acostumada a fazer a sociedade brasileira. Liberdade por si só não resulta em grandes avanços, é preciso aprender a usá-la com responsabilidade.


Biografia:
Formado em Letras e em Educomunicação. Casado, 34 anos, 3 filhos. Colaborador de diversos órgãos midiáticos, sendo eles: YesMarília - (www.yesmarilia.com.br), parceiro da Globo.Com na cidade de Marília, interior de São Paulo, Jornal da Manhã de Marília e Revista Eletrônica Alô Ibiúna, de Ibiúna/SP. Pertence ao quadro de autores da Editora Virtual Usina de Letras (www.contosjuvenis.cjb.net), mantido pelo Sindicato de Escritores de Brasília, que conta, até o momento, com mais de 99 obras publicadas de sua autoria, em sua maioria, artigos e contos de suspense. Seu sonho é ser apenas FELIZ em vida, afinal, que autor consegue ser feliz ao ser incomodado o tempo todo por sua visão perspicaz e sensível de um mundo já torpe feito o atual? * Sites para os quais escreve: http://recantodasletras.uol.com.br/autores/carlosmota http://twitter.com/autorcarlosmota http://www.artigonal.com/find-articles.php?q=carlos+rogerio+lima+da+mota www.brasilwiki.com.br www.etextos.com.br www.contosjuvenis.cjb.net http://carlosmota.dihitt.com.br/ www.autores.com.br/carlosmota http://www.jornaldamanhamarilia.com.br/site/ver_noticia.aspx?CodNoticia=8298 http://www.diariodesorocaba.com.br/noticias/not.php?id=21168 http://www.talentos.wiki.br/post.php?id=14206 http://autorcarlosmota.blogs.sapo.pt http://contosjuvenis.weblog.com.pt/ http://literaturaperiferica.ning.com/profile/carlosmota
Número de vezes que este texto foi lido: 28530


Outros títulos do mesmo autor

Contos Redenção Carlos Rogério Lima da Mota
Crônicas Deus não existe! Carlos Rogério Lima da Mota
Crônicas Às moscas Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos Como construir leitores capazes de autoria? Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos A telenovela retrata o cotidiano Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos Colunista social português assassinado por suposto namorado Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos PORTUGAL À BEIRA DA BANCARROTA Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos AS ARMADILHAS DA LÍNGUA PORTUGUESA EUROPEIA Carlos Rogério Lima da Mota
Artigos Alunos de escola de Cotia lançam livro coletivo Carlos Rogério Lima da Mota
Romance "OBSESSÃO..." - CAPÍTULO II Carlos Rogério Lima da Mota

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 21.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 64526 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 54300 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43152 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 42734 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 40801 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40232 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 37745 Visitas
Amores! - 35969 Visitas
Desabafo - 35378 Visitas
Faça alguém feliz - 33773 Visitas

Páginas: Próxima Última