Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SÁBADOS E DOMINGOS
Wilson Luques Costa

Dedico aos meus amigos de infância


SÁBADOS E DOMINGOS


eu gostava do cinto ´lee´
à frente o número 97 as janelas estilhaçadas pela dente de leite
embaixadas malfeitas e mal articuladas
na ausência da bola porque sempre murchava ou sempre furava ferro enferrujado
quase um/umbigo próximo ao bico íamos jogar sete e meio e/ou tômbola
casa de dona cida perdia quase toda a minha economia não sobrava para nada nem para alguma folia
mas a folia era ali mesmo fogueira ao relento uma batata assada
eu e todos os meus camaradas
lá pelas onze no máximo meia-noite vestia-me como um monge
                                       nem esperava a mãe gritar de longe
o universo era ali mesmo certa vez fiz ´cinquina´ noites perdi feio adorávamos o pipoqueiro de domingo
sentavam-nos no muro
as janelas estilhaçadas   à nossa frente o universo eu e os meus camaradas.


Biografia:
Wilson Luques Costa nasceu em São Paulo, SP, Brasil. Jornalista, professor, poeta e escritor. Eleito pela Academia Internacional de Literatura Brasileira - NY um dos Top Five nos Destaques Literários Awards Focus Brasil NY na Categoria Ensino e Pesquisa com o ensaio O Paradoxo do Zero.
Número de vezes que este texto foi lido: 53001


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Revisitando Szymborsca Wilson Luques Costa
Poesias GATO Wilson Luques Costa
Poesias GATO Wilson Luques Costa
Contos NOSOCÔMIO Wilson Luques Costa
Contos TENDÊNCIA Wilson Luques Costa
Poesias A DÚVIDA SHAKEASPEREANA Wilson Luques Costa
Contos O CINÉFILO Wilson Luques Costa
Poesias Alguns poemas escolhidos Wilson Luques Costa
Contos ALMANAQUE RODÉSIA Wilson Luques Costa

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 21 até 29 de um total de 29.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
ficou vendo as oportunidades irem embora - Riz de Ferelas 6 Visitas
estive buscando o horizonte de seus pensamentos - Riz de Ferelas 6 Visitas
meu coração vai escrever versos que vão trazer luz - Riz de Ferelas 6 Visitas
em meu coração existe uma tempestade - Riz de Ferelas 6 Visitas
um dia vamos colher rosas - Riz de Ferelas 4 Visitas

Páginas: Primeira Anterior