Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SENHOR DA VIDA 3 TERROR
PAULO FOG
paulo ricardo azmbuja fogaça

Resumo:
BOM






    3



            Já esta no décimo dia ali, Giovani olha toda aquela situação se repetir diurtunamente, corpos são levados para um outro ambinete, muitas vezes ainda com vida, ai sim, o terror se torna profundo, diabólico, o cheiro de sangue e dor dita tudo por ali, novas vítimas chegam até que alguém de um passado recente é jogado a duas jaulas dele.
   - Leonor, não, Leonor, seus covardes o que vocês fizeram com ela, seus pulhas, cretinos, monstros?
   Leonor, ele a conhece há 3 anos, num baile da empresa em que ele trabalhou por 5 anos, houve de cara o flerte o que fez logo eles assumirem um relacionamento onde Giovani, sempre apressado e disposto a viver como pensava, foi de encontro a ela e viveram 6 meses juntos num apartamento no centro da cidade, porém logo surgiram as diferenças e a separação fora inevitável, mais Leonor carregava um filho, fruto destes 6 meses de uma loucura apaixonante, assim ela determinava aquele momento de sua vida.
   Leonor ainda dorme profundamente, Giovani tenta acorda-la aos gritos mais logo é interrompido por Juracy.
   - Por favor moço, fique quieto, eles estão loucos para dar as boas vindas aos que chegaram.
   - O quê?
   - Você ainda não percebeu, somos presas aqui, eles fazem o que bem querem de nós.
   - Desde quando esta aqui?
   - Eu, acho que meses, sei lá.
   - Já tentou sair?
   - De que jeito, acredite, todos que tentaram foram mortos, chicoteados e cortados em pedaços.
   - Quem são eles?
   - Frutos dos infernos, isso é o que eles são.
   A mulher vai relatando alguns fatos que ela vivenciou ali que faz Giovani se contorcer em ódio até desabar num choro.
   - Isso menino, chore, chore bastante e logo saberá que as lágrimas aqui são raras.
   As luzes são acesas, musicas alta, 8 personagens em trajes de social preto entram ali, trazem dois carrinhos com comida, logo iniciam a jogar de pedaços de carne assada e algumas folhas.
   - Que carne é essa, o que é isso?
   Giovani ouve aquele barulho de bocas e dentes, todos iguais a feras caindo naquele banquete maligno, ele retorna o olho para aquela carne e logo é jogado outro pedaço que faz ele ir ás pressas ao canto da jaula atordoado.
   - Parem, seus loucos, isso é carne humana, são pedaços de corpos, são as vítimas daqui, eles são, são, monstros.
   Giovani grita tanto que parece criar um estardalhaço, porém ninguém liga e continua a se alimentar daquela carne.
   - Vocês, vocês se tornaram selvagens, cruéis como eles, vocês estão se tornando monstros.
   Ele olha para a jaula de onde aquela senhora o repreendera há pouco e para seu espanto e terror ela come um pedaço generoso de uma perna.
   - O que vocês são?
   Outra música e dois personagens entram em trajes de bailarinas e ali distribuem sucos de cor vermelha, quando chega a jaula de Giovani ele constata, é sangue diluído em água e açucar.
    Terminado ali a refeição, outros anões joga balas, doces, pipoca e todos retornam para onde entraram, agora ficara aquela música country lenta e um globo de Luz é aceso enquanto os presos ali terminam o lamber de dedos e tirar piolhos de seus cabelos.
   Giovani senta ali ao fundo da jaula quando ouve de algum outro ali sobre o não comer de sua parte na carne, ele então joga seu pedaço que atinge duas jaulas depois mais alguma outra pessoa recolhe o pedaço com auxílio de um arame.
   Outra pessoa agradece enquanto outras xingam e juram brigas e mortes para quem não dividiu aquilo.
   - Eu quero sair daqui, não vou ficar com vocês, eu desisto de tudo antes disso.
   - E o que você acha que nós fizemos?
   Décimo terceiro dia, Giovani acorda com muita fome, dormira por mais de 20 horas, devido ao inalar de um gáz, logo soube se tratar de um costumeiro ali, atordoam a muitos, principalmente os que não fazem uso regular de alimentos são os primeiros a cair em sono profundo, assim ele notara algumas mangueirinhas e vasilhas de soro.
   - O que houve?
   - Te deram soro enquanto dormia.
   - São uns canalhas.
   - Eles te querem muito por aqui, não costumam fazer isso muito, só para os interessantes.
   - Interessantes, como assim?
   - Eu estou aqui há quase 6 meses e vi poucos serem tratados do seu jeito.
   - Que jeito?
   - A rainha esteve contigo.
   - Rainha, que rainha?
   Um som alto logo rompe aquilo, 9 homens alli em máscaras de porcos, somente de shorts bem curtos e alguns adereços em couro e tachas.
   - O que é isso?
   - Não, vai ter abate.
   Gláucia a mulher que esteve falando com Giovani se apavora, logo entram duas mulheres de vestimentas iguais só que de top aos risos, elas trazem aventais plásticos.

     110324..................


Biografia:
amo ler e escrever mais ainda sempre
Número de vezes que este texto foi lido: 224


Outros títulos do mesmo autor

Contos E ENTÃO, O AMOR - GAY LGBT 18 ANOS E1 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos PERIGOS DA NOITE 15 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos PERIGOS DA NOITE 14 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos PERIGOS DA NOITE 13 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos PERIGOS DA NOITE 12 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos PERIGOS DA NOITE 11 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos PERIGOS DA NOITE 10 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos PERIGOS DA NOITE 9 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos PERIGOS DA NOITE 8 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos PERIGOS DA NOITE 7 paulo ricardo azmbuja fogaça

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 31 até 40 de um total de 107.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Depressivo - PauloRockCesar 54149 Visitas
O pseudodemocrático prêmio literário Portugal Telecom - R.Roldan-Roldan 54129 Visitas
Viver! - Machado de Assis 54127 Visitas
camaro amarelo - 54107 Visitas
A Aia - Eça de Queiroz 54053 Visitas
O Cônego ou Metafísica do Estilo - Machado de Assis 54031 Visitas
Cansei de modinha - Roberto Queiroz 54022 Visitas
Novidade no Céu - Teresa Vignoli 54022 Visitas
Insônia - Luiz Edmundo Alves 54021 Visitas
A ELA - Machado de Assis 53999 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última