Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O LIVRO DE JASPER 2
paulo ricardo azmbuja fogaça

Resumo:
BOM


            Leon ouve as ordens do comandamente Galdino ao terminar ele coloca o fone no copo com liquido solar que faz carregar a bateria do mesmo.
   - O que houve?
   - Outra batalha na área 70 precisamente na base 86.
   - Quanta perda?
   - Nenhuma, mais temos 3 capturados estão vindo para cá, prepare a sala 6.
   - A 6?
   - Sim, deixe ela de forma agradável.
   - Sim capitão.
   - Obrigado soldado, dispensado.
   - Sim.
   Soldado Evan sai do gabinete atravessando o largo corredor das salas da sede do grande BATALHÃO AZUL IMPERIAL.
   - Soldado.
   - Primeiro tenente.
   - Vamos ter interrogatório.
   - Qual sala?
   - A 6.
   - Estarei lá.
   - Sim primeiro tenente.
   A mulher sai dali seguindo pelo corredor 4 enquanto Evan segue para a sala 6.
Primeira Regência Sul - Eloise entra ás pressas no hospital de campanha, ali em meio as irmãs da saúde ela grita por Edmond.
   - Olhe o respeito querida, estais em solo de saúde, há muitos em recuperação.
   - Aos infernos, quero, preciso e solicito por Edmond.
   A senhora ao ouvir aquilo se benze de forma estranha aos costumes antigos, ela bate ao peito por 3 vezes e esfrega os dedos indicador e médio de sua mão direita a testa.
   - O que houve?
   - Ah doutor, mais uma fanática por ti. Edmond olha ali e vê sua prima irmã Eloise.
   - Eloise, o que faz aqui?
   - Preciso que veja minha mãe.
   - Augusta, o que houve com ela?
   - Esteve na batalha.
   - Como?
   - Sabe que estamos tendo grandes perdas, pois é, minha mãe de cidiu por ir de encontro ao compromisso real.
   - Onde ela está?
   - Ainda no primeiro posto.
   Edmond olha para a senhora ao lado que entende, dando ordens a 3 lúcias, assim são as enfermeiras, estas vão de encontro a Augusta no posto um.
   - Sente-se, me conte o que houve Eloise?
   - Depois, preciso de água.
   - Claro, vou pedir para você.
   - Por favor salve minha mãe.
   - Lógico querida.
   - Assim que ele se vira ouve o leve barulho, Eloise desmaia, o doutor ainda consegue segura-la antes que fosse total ao chão e com ajuda de outra lúcia ele segue ao seu consultório onde a deita na maca.
241222..........................


Biografia:
amo ler e escrever mais ainda sempre
Número de vezes que este texto foi lido: 52972


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas POEMINHAS, DAVI, BBB24, ENFIM.... paulo ricardo azmbuja fogaça
Crônicas QUANDO O AMOR VENCE, ÁS VEZES ISSO ACONTECE paulo ricardo azmbuja fogaça
Crônicas BBB, DENGUE, OTAM, ISRAEL paulo ricardo azmbuja fogaça
Crônicas LAPSOS CULTURAIS paulo ricardo azmbuja fogaça
Crônicas E A DESONERAÇÃO QUE NÃO VEIO? paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos A ESPERADA 10 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos A ESPERADA 9 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos A ESPERADA 8 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos A ESPERADA 7 paulo ricardo azmbuja fogaça
Contos A ESPERADA 6 paulo ricardo azmbuja fogaça

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 107.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
1 centavo - Roni Fernandes 54805 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54795 Visitas
frase 935 - Anderson C. D. de Oliveira 54658 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 54564 Visitas
Amores! - 54536 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 54508 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 54501 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 54464 Visitas
Jazz (ou Música e Tomates) - Sérgio Vale 54431 Visitas
PARA ONDE FORAM OS ESPÍRITOS DOS DINOSSAUROS? - Henrique Pompilio de Araujo 54396 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última