Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
BRASIL EM CRISE
BRASIL EM CRISE
Henrique Pompilio de Araujo

Resumo:
Entra governo e sai governo e o Brasil continua em Crise. Onde estão os problemas?

BRASIL EM CRISE
     Entra governo, sai governo, mas a situação do Brasil não está nada perto de ser revolvido. Poderíamos ser a maior potência do mundo em quase todos os setores, mas ficamos sempre pra baixo. Por quê? Existe uma série de fatores para isto e vamos analisar alguns deles.
     O maior problema do governo sempre foi gastar mais do que se ganha. Isto é fatal para qualquer empresa, quanto mais para um país, portanto para melhorar o país, precisa começar a cortar gasto pela casa. Tudo precisa ser feito com muito critério, muito cuidado para não entrar numa bola de neve. Algumas mudanças e reformas precisam ser feitas urgentemente e a principal delas quase ninguém fala que é a reforma política, mas isto nas três esferas e não em uma só: Nos poderes executivo, legislativo e Judiciário. Vamos falar aqui de uma forma geral:
     A reforma mais importante que precisa ser feita é a política. É o setor que mais gasta dinheiro público. Devíamos começar com o senado Federal: por que três senadores para cada Estado? Dois é mais que suficiente. O período pode ser o mesmo, que é de 8 anos. Além disso o salário precisaria ficar pelo meio e chega de auxílio de tudo quanto é lado.
     Na câmara federal a reforma deveria ser bem maior, o corte do salário e o afastamento de assessores que não fazem nada. O mandato seria o mesmo de 4 anos, mas os partidos deveriam ser reduzidos, ficando apenas com 5. Pra que tantos partidos no país se no resto do mundo o máximo que tem são 6 para cada um.
     Nos Estados deveriam ser a mesma coisa e nos municípios não precisam tantos vereadores. O salário de vereadores precisa ser estudado. Há municípios no Estado em que o salário de vereador é R$ 4000,00 mensais e verba indenizatória de 16 mil. Isto é um verdadeiro assalto num município pequeno. Também precisa reduzir o número de município no país. Para se tornar município a comunidade deveria ter no mínimo 5 habitantes. Um município com apenas 800 a 900 cidadãos é prejuízo para a nação, pois vão ter que disponibilizar com uma prefeitura e tudo o que uma cidade grande tem. A reforma política é a que mais precisa ser feita.
     No poder judiciário há uma coisa que deveria ser feito: a nomeação dos seus membros não deveria ser pelo executivo, mas sim por concurso público. Assim não haveria puxa-saquismo. É preciso da oportunidades para todos.
     Os ministérios deveriam ser reduzidos para 10 apenas. Pra que tanto ministérios. Os ministérios que deveriam ficar seriam:
01.     Educação
02.     Trabalho, emprego e previdência;
03.     Indústria e comércio;
04.     Transportes (Rodovias, rodovias, fluvial e Aérea);
05.     Saúde;
06.     Cultura, turismo, lazer e esportes;
07.     Agropecuária: (Agricultura de grande porte, agricultura familiar)
08.     Meio Ambiente (reformas ambientais, mineralogia, pesca;
09.     Interior e cidades;
10.     Exterior
Dentro de um ministério, poderiam ser criados alguns departamentos para atender a todos os setores. Não há necessidade de se criar um ministério para uma coisa pequena. Esta criação onera muito o país, sem necessidade. Por exemplo, o ministério de educação teria uma abrangência maior, pois incluiria aí as escolas fundamentais, o ensino médio e o superior. Há muito o que se fazer na educação do Brasil. Este formato está muito defasado. O ensino médio deveria ser um ensino técnico profissionalizante e algumas faculdades deveriam ser fechadas como é o curso de Direito, Pedagogia, Filosofia, Educação física e outras. O mercado está saturado de profissionais deste tipo e o País continua investindo num curso sem necessidade por enquanto.


Biografia:
Henrique Pompilio de Araújo, nascido em Campo Mourão PR e radicado em Cuiabá MT. Começou a escrever desde cedo. Professor aposentado, bacharel em Direito e Teologia. Trabalhou em diversas escolas em Cuiabá e alguns jornais do Estado. Publicou sua primeira obra em 1977: Secos & Molhados - Poemas. Ultimamente publicou outros livros: "Flores do Além" Poemas, "Contos da Espiritualidade" - Contos, "Nas curvas da vida" Memórias, "Cinquenta contos" Contos. Há muitas obras ainda esperando edição.
Número de vezes que este texto foi lido: 53079


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios COMO VIVER MAIS DE CEM ANOS Henrique Pompilio de Araujo
Ensaios COLÔNIA DAS ÁGUAS Henrique Pompilio de Araujo
Ensaios CIÊNCIAS OCULTAS Henrique Pompilio de Araujo
Ensaios CIDADES UMBRALINAS Henrique Pompilio de Araujo
Ensaios Chico deu continuidade às obras de Kardec Henrique Pompilio de Araujo
Ensaios AVISO DOS PLEIADIANOS Henrique Pompilio de Araujo
Ensaios Almas gêmeas, existem ou não existem? Henrique Pompilio de Araujo
Ensaios A minha missão na terra Henrique Pompilio de Araujo
Poesias A escuridão é poderosissima Henrique Pompilio de Araujo
Poesias Energia dos Espíritos Henrique Pompilio de Araujo

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 62.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 69080 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 57979 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 57634 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55906 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 55225 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 55205 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 55085 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54962 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 54953 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 54939 Visitas

Páginas: Próxima Última