Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
PROFUNDO 1 IND 16 ANOS
DE RICO FOG E IONE AZ
paulo ricardo a fogaça

Resumo:
BOM







OLÁ PESSOAL, COMO SEMPRE VENHO AQUI PARA AGRADECER A TODO CARINHO E DEDICAÇÃO QUE TENS NOS DADO NESSES ANOS EM QUE INICIAMOS NOSSOS TEXTOS PELAS PLATAFORMAS DIGITAIS DE LEITURA, MUITO OBRIGADO DE TODO CORAÇÃO SEMPRE.




INICIAMOS AGORA UMA NOVA EMPREITADA, LHES APRESENTO UMA NOVELA UM TANTO DIFERENTE, FAREI DE TUDO PARA QUE SUA LEITURA SEJA BOA TANTO QUANTO AS OUTRAS QUE JA TROUXEMOS A VOCÊS, COMEÇA AQUI UMA ESTÓRIA NA VIDA E NOS SEUS DESVIOS E SUCESSOS.
BOA LEITURA A TODOS E JA DE INICIO, MUITO OBRIGADO A TODOS.
PERSONAGENS E LUGARES SÃO FICTICIOS NADA TENDO RELAÇÃO A REALIDADE.
TEXTO INDICADO A MAIORES DE 16 ANOS CONTENDO TRECHOS QUE SERÃO MAIS APROPRIADOS A MAIORES DE DEZOITO.







                  PROFUNDO


      DE PAULO FOG E IONE AZ.




Outubro, 1990, Hospital de Epitácio SP, próximo das duas da manhã, Adriana a recepcionista se aloja com seu namorado aos beijos e abraços, Sérgio sempre ali junto dela, um auxiliar de oficina mecânica, nisso ocorre um apagão, o casal se trancara no banheiro e diante ao fato logo saem, rapidamente a energia retorna devido ao gerador que fora acionado.
- O que foi isso?
- Vamos voltar ao nosso assunto lá dentro, vai?
- Pare Sérgio, é sério, se nos pegam perco o meu trabalho.
- Tudo bem.
Ela sente um breve ruído e circunda o balcão, ali ao canto perto da porta dupla de entrada um cesto de picnic.
- O que tem nesse cesto, como veio parar aqui, juro que não havia nada aqui antes.
Ela se abaixa e pega o cesto colocando no balcão, Sérgio abre este.
Uma criança recém nascida ainda tendo o umbigo preso, Adriana corre para fora á procura de quem tenha deixado aquilo, nada.
- Meu pai do céu, e agora, como vou explicar isso.
- Explicar o quê, Adriana?
A moça gela ao ver na sua frente a enfermeira chefe Luciana.
- Olhe..........
Doutor Marcelo faz um rápido exame visual na criança quando decide por ligar as autoridades policiais.
- Ainda não.
- Por que Luciana?
- Vou falar com alguém antes.
- Doutor?
- Mais ou menos.
- Imagino. Luciana sai apressada deixando o recém nascido á cargo de Adriana, Sérgio teve de ficar na recepção.
No centro cirúrgico ocorre um parto em extremo risco, a mãe, filha de um juiz, o seu marido, aspirante a deputado.
- E então?
- Esta quase. Minutos depois nasce a criança que segundos após um breve choro vem a óbito.
As lágrimas de todos ali faz o lugar se encher em comoção, é a segunda vez que Danielle tenta ser mãe, ainda jovem sofrera um acidente automobilistico que lhe fizera ter alguns problemas dentre estes o descolo do útero.
Sempre em tratamento medicinais, tudo do mais atual, conseguira obter êxito por duas vezes em engravidar, porém da primeira perdera com poucos meses de gestação e agora nasce logo depois morre.
Simone a cunhada de Dani anda de um lado a outro no corredor, ficara incumbida de dizer a parente o que ocorrera junto do clinico ali.
- Como vou dar essa noticia a ela?
Luciana chega ali e Simone a abraça logo em choro.
- E agora amiga, como vou dizer a Dani que perdera outro filho, como?
- Precisamos conversar.
- O quê?
Ao canto da sala junto do clinico, os familiares ouvem o que Luciana relata.
- Mais e se a mãe aparece?
- Muito dificil, devido as circunstâncias.
- Será?
- Fica a critério de vocês.
- Tá, nos dê uns minutos.
Eduardo é o primeiro a aceitar a situação.
- Por mim tudo bem. Rodrigo o pai de Dani fecha com o genro.
Assim sendo, o bebê morto é retirado e a criança deixada ao acaso ganha um lar e uma família.
Três dias depois ela recebe alta, o apartamento em que ficara junto de sua mãe fora cheio de flores após Dani sair do centro cirúrgico, ela decidira que estas ficarão na capela para agraciar o local e enfeitar a Virgem do Bom Parto.
Adriana recebe um aumento em troca do silêncio, afinal para todos os envolvidos, aquilo nunca ocorrera naquele hospital.
Dias atuais - Allan já é clinico geral e com com seu próprio consultório ganhado pelo pai e o avô, ainda por cima solteiro, mais cobiçado entre as mulheres dali e da região, alto, branco, corpo atlético, sorriso cativante, praticante de natação, judô, equitação.
- Filho, vim te ver.
- Mãe o que faz aqui tão cedo?


Biografia:
amo escrever e ler
Número de vezes que este texto foi lido: 33761


Outros títulos do mesmo autor

Romance PROFUNDO 16 IND 16 ANOS paulo ricardo a fogaça
Romance PROFUNDO 15 IND 16 ANOS paulo ricardo a fogaça
Romance PROFUNDO 14 IND 16 ANOS paulo ricardo a fogaça
Romance PROFUNDO 13 IND 16 ANOS paulo ricardo a fogaça
Crônicas O MEU EU paulo ricardo a fogaça
Romance PROFUNDO 12 IND 16 ANOS paulo ricardo a fogaça
Romance PROFUNDO 11 IND 16 ANOS paulo ricardo a fogaça
Crônicas ESSAS FÉRIAS paulo ricardo a fogaça
Crônicas A MULHER O ABORTO E O LGBT paulo ricardo a fogaça
Crônicas ESSAS ELEIÇÕES 2020 paulo ricardo a fogaça

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 54.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 34131 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 34116 Visitas
LÍRIO - Alexsandre Soares de Lima 34066 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 34058 Visitas
A Carta Gelada - José Rony de Andrade Alves 34056 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 34055 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 34046 Visitas
Como posso desenvolver uma campanha de marketing - Antonio 34045 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 34042 Visitas
A tristeza no Nordeste - Wanessa Daiana de Brito 34039 Visitas

Páginas: Próxima Última