Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Alice
Carolina Cortez

...Era uma vez uma tal de Alice. Bonita, inteligente, poderosa, independente,...Enfim, todos os "entes" que você possa imaginar!!!
Alice viajava quase todos os finais de semana para lugares incríveis com os seus amigos, nos quais, quando dava "cinco minutos" em Alice, ela desmarcava os rolês.
Mas tudo bem, eles a entendiam, pois, se fosse o contrário, não seria a Alice.
Sabe aquele cara legal que insistia em mandar flores para ela com aqueles bichinhos de pelúcia bem cafona!!! Então, ele existia na vida de Alice, a qual, previsivelmente, ela o esnobava.
É! Alice gostava de fazer o que desse na sua telha, ou seja, cair nas baladas e ir embora sem nenhum compromisso com ninguém.
Seus pais, tentaram ensinar lhe um pouco sobre a vida, ou, no mínimo, como ter respeito ao próximo, blá, blá, blá,...Mas isso para ela era caretice.
Alice teve o mundo aos seus pés. Tinha seu carro, sua casa, na qual, ficava sozinha do seu jeitinho.
Quando estava entediada, ia até fazer supermercado de madrugada.
Toda sexta feira, Alice ia no salão de beleza se enfeitar só para ela (será!).
No trabalho, Alice não era funcionária, mas sim chefe. Muito competente por sinal.
Realmente, a vida de Alice era perfeita, não dependia de ninguém.
Até que veio um surto viral.
Infelizmente, começou a se espalhar pelo mundo.
Sabe aqueles amigos, os quais Alice dava o "bolo"! Então, Não sobrou nenhum para contar história.
Os funcionários então, nem se fala.
Os pais, coitados,...
Até o mané que ela esnobava, faleceu.
Bom! Para Alice, talvez, tanto faz, como tanto fez, pois, ela era auto suficiente mesmo.
Porém, ela foi percebendo que todos estavam indo.
Foi então, que ela se viu sozinha no mundo.
...E agora Alice!
Alice! Alice "mórreu"!
PS: Talvez, porque ela não tenha escutado a música do Raulzito.


Biografia:
Sou Carolina e escrevo, pois isso faz bem para minha mente e alma. Tenho um blog , seu endereço é entendacomoquisercarolcortez.blogspot.com e mail:cmscortezmi@gmail.com abç
Número de vezes que este texto foi lido: 585


Outros títulos do mesmo autor

Contos Por amor, fiz um pacto com o Diabo Carolina Cortez
Contos Trânsito Carolina Cortez
Artigos Reciclagem Carolina Cortez
Contos Direito à um nome Carolina Cortez
Artigos Guilhermina Carolina Cortez
Artigos Amor, estranha lágrima Carolina Cortez
Artigos "Enta" Carolina Cortez
Contos Rafaela Carolina Cortez
Artigos "Fome de que?!" Carolina Cortez
Contos Neide Carolina Cortez

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 55.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 69473 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55923 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 47772 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44649 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44302 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43921 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 43089 Visitas
viramundo vai a frança - 42545 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41853 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41553 Visitas

Páginas: Próxima Última