Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Girassóis na janela
Matilde Diesel Borille

Em aparecendo iluminada na janela,
o sol se abriria de repente,
ela, então, veria flores,
girassóis brotos e girassóis maduros
fazendo felizes visitantes voadores.
Para dentro da casa, à direita da janela,
entre guaches e acrílicos, em uma paisagem que evocava o terreno liquefeito dos sonhos, uma ave em cor branca de corpos aprisionava peixinhos na beira de um lago silencioso.
Quanta melancolia os grandes olhos vermelhos do misterioso pássaro escondia?
Nenhum observador de arte ousou experimentar mergulhar na imagem para descobrir.
Somente a moça de pele inverno, que em desejos de escapismo, flutuou sobre as águas, levando na mão direita um ser de asas, e prosseguiu até o nascer do Sol, e estando em mais alto floresceu.


Biografia:

Este texto é administrado por: MATILDE DIESEL BORILLE
Número de vezes que este texto foi lido: 54818


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Cicios celestes Matilde Diesel Borille
Poesias Notas de coração de flor Matilde Diesel Borille
Poesias Enigma transcendente Matilde Diesel Borille
Poesias Absolutamente em amor Matilde Diesel Borille
Poesias Mulher em flores azuis Matilde Diesel Borille
Infantil O que há lá fora vovô? Matilde Diesel Borille
Poesias Fios de sóis Matilde Diesel Borille
Infantil Sentimento de criança Matilde Diesel Borille
Poesias Além do verde dourado Matilde Diesel Borille

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 61 até 69 de um total de 69.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
O Poeta - PauloRockCesar 54815 Visitas
Sobre ter que partir - Berke Oliver 54815 Visitas
Serena - PauloRockCesar 54815 Visitas
Mudanças - Ceci Sousa 54815 Visitas
Já Dizia Um Conhecido - Berke Oliver 54815 Visitas
Provérbios 23 - Silvio Dutra 54815 Visitas
Espera - Berke Oliver 54815 Visitas

Páginas: Primeira Anterior