Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Chuva e lágrimas
Matilde Diesel Borille

É-me difícil ver
nascer do poema dor,
teus olhos inundando os meus,
pois que não há mais amor.
É-me difícil ser
gota de orvalho sobre a flor,
em súbita lentidão na hora do amor
voltar ao ventre do silêncio.
É-me difícil permitir
que o poema se diga por si
- ausente do meu ser -,
sendo que é feito por mim.
Na verdade, é-me difícil,
em “A Lágrima”,
arco-íris no céu,
sentir-me,
poeta que há pouco chorou.


Biografia:

Este texto é administrado por: MATILDE DIESEL BORILLE
Número de vezes que este texto foi lido: 346


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Menino Sol Matilde Diesel Borille
Poesias Tão flores Matilde Diesel Borille
Poesias Poema de coragem Matilde Diesel Borille
Poesias Como mil sóis Matilde Diesel Borille
Poesias Peregrino de coração Matilde Diesel Borille
Poesias Céu lindo Céu Matilde Diesel Borille
Poesias Iluminar-se Matilde Diesel Borille
Poesias Dom de amar Matilde Diesel Borille
Poesias Júbilo Matilde Diesel Borille
Poesias Girassóis na janela Matilde Diesel Borille

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 68.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 66283 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55171 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43713 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43336 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 42955 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40877 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 39848 Visitas
Amores! - 38259 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 37815 Visitas
Desabafo - 37505 Visitas

Páginas: Próxima Última