Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Livre-se dos seus medos
Angelita Penalva

Os nossos medos, independente do que sejam, podem nos roubar um futuro de conquistas e consequentemente nossa felicidade. Eles nos privam dos nossos sonhos, que acabam sendo arquivados ou excluídos da nossa memória, para darem lugar a esse sentimento tão destrutivo.
O medo não nos deixa seguir em frente, é como se fosse uma força nos puxando para trás, quando na verdade deveríamos ir desbravando tudo e todos rumo ao que realmente desejamos e não ficarmos vivendo superficialmente, por conta de nossas frustrações provenientes desse medo de encararmos o desconhecido, o que estar por vir.
Claro que quando olhamos para o medo como precaução ou mesmo cautela, estamos sim nos precavendo de situações arriscadas que talvez pudessem nos acarretar algum transtorno, mas não é desse tipo de sentimento que estamos tratando aqui e sim do medo destruidor de conquistas.
Esse equilíbrio de quando temer ou ir em frente, tem muito a ver com o feeling de cada um. Situações adversas para uma pessoa, pode ser encarada como um simples desafio para outras. Por isso, a importância de meditarmos em relação a cada uma delas e tomarmos a decisão que venha em resposta ao nosso coração. Ouvirmos opiniões de outras pessoas próximas sempre ajuda, desde que vejamos como parâmetro de comparação e não deixarmos nos influenciar a ponto de decidirmos contra os nossos reais desejos.
Nos dias de hoje, o medo se tornou uma palavra frequente em nossa vida. Somos bombardeados diariamente com notícias que nos causam temor e insegurança. Não basta termos conquistados em várias áreas, como pessoal, financeira, etc, quando somos atingido por este tipo de sentimento, todo o nosso emocional é abalado e consequentemente atingirá a nossa vida em geral. Daí a importância de estarmos preparados com a nossa reserva mental de sentimentos de fé e coragem.
Existem vários tipos de medo: os traumáticos, os vivenciados por longos períodos, os que foram conquistados inconscientemente ou não, os que nos foram impostos geralmente pela criação que tivemos e tantos outros. Esse tipo de sentimento alimentado pela nossa mente diariamente, pode nos causar danos terríveis. Ele acaba nos consumindo por completo, aos poucos, como se não nos déssemos conta e quando vamos ver, já se tornou um hábito, ou melhor, um péssimo hábito, que por consequência acaba nos privando das boas coisas da vida.
O melhor tratamento para o medo, é enxertarmos sempre a nossa mente subconsciente de pensamentos de conquistas e vitórias. É como se fizéssemos uma reserva de bons sentimentos e quando precisássemos, eles estariam alí, no nosso estoque, pronto para nos atender.
Faça sempre o que lhe dá prazer, escute uma música, faça uma viagem, leia um livro, o que pode ser bom para uma pessoa talvez não seja para outra, então, corra atrás do que lhe faz bem. Encha tua mente de bons sentimentos, inclusive de coragem.











Biografia:
Angelita Penalva
Número de vezes que este texto foi lido: 28475


Outros títulos do mesmo autor

Artigos Somos aquilo que pensamos ser Angelita Penalva
Artigos Mude seus pensamentos Angelita Penalva
Artigos Siga em frente Angelita Penalva
Artigos Felicidade Angelita Penalva
Artigos Sentimentos secretos Angelita Penalva
Artigos O poder do pensamento Angelita Penalva
Artigos Simplicidade Angelita Penalva
Artigos O balanço da vida Angelita Penalva
Artigos Dias comuns Angelita Penalva
Artigos Saudade Angelita Penalva

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 23.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Desabafo - 29494 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29403 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29220 Visitas
Faça alguém feliz - 29094 Visitas
Vivo com.. - 29091 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 29033 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 29016 Visitas
eu sei quem sou - 28986 Visitas
sei quem sou? - 28983 Visitas
viramundo vai a frança - 28983 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última