Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Namore, não fique
Ana Mello

Hoje eu vou fazer propaganda do namoro. Namorar é muito melhor do que ficar simplesmente.
Já sei, você está pensando que eu já passei dos quarenta e nem sei o que é ficar. Bobagem, tem muito quarentão que fica, e além do mais é só pesquisar, falar com as pessoas, para saber o que é que está rolando.
Em primeiro lugar não vá na conversa dos que dizem que namorar está fora de moda, a moda é a gente que faz. Também não se curve às pressões da turma. Eles querem que você fique, dizem que todo mundo já ficou, mas isso nem sempre é verdade. É natural do ser humano ralar com o próximo. Quando estamos solteiros todos querem nos casar, dizem que é melhor. Depois pressionam para que venha o primeiro filho. Aí filho único é ruim, precisamos ter outros. Resumindo, é tudo conversa, cada um sabe o que é melhor para si.
Exatamente, eu estou só defendendo o namoro, mas a decisão é toda sua. Pondere, aprecie.
Ficar não tem compromisso, mas compromisso é tudo. Mostra responsabilidade, comprometimento, personalidade. Não ter limites ou regras é superficial. Pode ter intimidade sexual mas não tem nenhuma intimidade emocional.
Namorar é ter um parceiro que goste de você, que divida suas ansiedades e segredos, que tenha opiniões para compartilhar.
Tem a expectativa de durar para sempre, de virar casamento, ser eterno. Ou pelo menos tem a graça do querer, do futuro.
Ficar não tem futuro, está fadado a acabar.
Qual a graça de beijar um monte de gente em uma festa? Será que isso acrescenta alguma coisa além de bactérias? Beijar é fácil de aprender, não precisa faculdade. Beijar com amor, com vontade, com desejo de dias só de paquera, é muito melhor.
E o dia dos namorados? É uma delícia. Casais por aí trocando abraços, beijos, presentes. Mandando torpedos, escrevendo coisas melosas. É um dia programado para o amor.
Namoro pode ser para sempre, mesmo depois de casados nós podemos namorar, mandar mensagens, fazer poesia.
Os ficantes não sabem quase nada um do outro. Não sabem a música preferida, não conhecem a família, nem as manias, qualidades e defeitos.
E dia dos ficantes? Tem?
Percebeu? Namorar é muito melhor.



Biografia:
Para saber mais sobre a autora acesse http://anamello.multiply.com
Número de vezes que este texto foi lido: 33807


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Desinfetante Ana Mello
Poesias Desinfetante Ana Mello
Crônicas Fogo que arde Ana Mello
Crônicas Manias Ana Mello
Crônicas Assuntos complicados Ana Mello
Contos Compunção Ana Mello
Contos No elevador - faltou luz Ana Mello
Crônicas Uma voz interior Ana Mello
Crônicas Oficinas e pessoas Ana Mello
Crônicas A verdade está nas unhas Ana Mello

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 27.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 47845 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 42154 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 41455 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 40603 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 40259 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 39973 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 39799 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 39777 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 39607 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 39586 Visitas

Páginas: Próxima Última