Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Autossabotagem
Bia Nahas

Minha mente insiste
Em me deixar triste
Pensando coisas terríveis contra mim
Como se não conseguisse fazer nada assim.

Sinto uma melancolia
Que arrasta meu dia
Ao ouvir uma suspeita
De que estou presa.

Meus medos estão descontrolados
Me prendendo em planos não realizados.
A ideia de ser tudo impossível
Me prende em uma corrente invisível.

Ou talvez esteja num cárcere horripilante
Ouvindo vozes exaltadas aterrorizantes
Contra meu próprio mundo.
Me sinto num breu imundo!

Ou talvez esteja amarrada
Por cordas alongadas e apertadas
Ou quem sabe por camisas de força
Para conter minha vontade louca.

Medos traiçoeiros como venenos
Me traem dos meus objetivos
Me empurrando num depressão
Que nunca foi minha intenção.

Preso meu coração
Numa densa escuridão
Onde deprimida não mais consigo
Ver um futuro por essa trava comigo.

Até o dia que eu decidi sair
De casa para sentir
A brisa da manhã do interior
E relembrar da simplicidade do amor.

Amo olhar o verde da grama
E o azul do céu que chama,
Pois a vida é muito mais do que os tempos predefinidos
Que gostariam mais é que sejam naturalmente sentidos.

Viajando por um tempo eu consigo sentir
Que a vida tem tantos rumos a seguir,
mas mesmo assim me questiono como posso me libertar
da minha mente que não quer parar de se autossabotar.


Biografia:
Oi, gente! Sou a Bia. Tenho 22 anos. Moro em São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal. Faço encomendas de poesias. Quem quiser me conhecer, será um prazer. Mande um e-mail que eu respondo. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com Meu blog pessoal de poesias: www.rumoaminhamente.blogspot.com.br Twitter: @Bia__Nahas
Número de vezes que este texto foi lido: 33862


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Recuo da Solidão Bia Nahas
Poesias Vem Com Tudo Bia Nahas
Poesias Batida Contínua Bia Nahas
Poesias Granizo Bia Nahas
Poesias Trem da Loucura Bia Nahas
Poesias Arrepio de Prazer Bia Nahas
Poesias É Tarde? Bia Nahas
Poesias Caladas Falem Bia Nahas
Poesias Autossabotagem Bia Nahas
Poesias Inocência Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 351.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 76074 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 62029 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50283 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50047 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49612 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49274 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 48988 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48811 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48792 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 48238 Visitas

Páginas: Próxima Última