Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
BRADO
FRANCISCO MEDEIROS QUARTA

BRADO


Inverno! A neve cai, cai a geada...
É toda solidão a Natureza!
Envolta num véu branco, de tristeza,
Vemos a Terra quase amedrontada...

Esmola vai pedir, desesperada,
Uma pobre viúva, sem defesa!
Os filhos vê chorar, junto da mesa:
Mais um dia sem pão! Ninguém deu nada!...

Oh, vós, a quem a sorte bate à porta:
Viveis nesse egoísmo entrincheirados;
Não vos preocupais com mais ninguém!

Clamam vingança os filhos, hei-la morta!
Os gritos desses órfãos sois culpados!
Vem, “Justo”, desafronta aquela mãe!...



Biografia:
franciscoquarta@sapo.pt

Este texto é administrado por: ANTÓNIO MANUEL FONTES CAMBETA
Número de vezes que este texto foi lido: 28513


Outros títulos do mesmo autor

Poesias QUEIXUME DOS OPRIMIDOS FRANCISCO MEDEIROS QUARTA
Poesias ALMA INQUIETA FRANCISCO MEDEIROS QUARTA
Poesias campanha eleitoral FRANCISCO MEDEIROS QUARTA

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 61 até 63 de um total de 63.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Mas que viagem! - Maisha Mandisa 216 Visitas
“MÃE DA TERRA” - BENEDITO JOSÉ CARDOSO 216 Visitas
CARACTERES - Ivan de Oliveira Melo 216 Visitas
TERRA MARINHA - Ivan de Oliveira Melo 216 Visitas
PROCLAMAÇÃO - BENEDITO JOSÉ CARDOSO 216 Visitas
simplesmente aconteceu - Bernardo Felipe Rotiroti 216 Visitas
Vencer - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 216 Visitas
AMOR OU DOR - Valéria Cenci Valle 216 Visitas
Fases - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 216 Visitas
Pessoa Anônima - Elycyane Yolanda Martins da Silva 216 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última