Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SÍRIO-LIBANÊS
Ricardo Cunha Costa

SÍRIO-LIBANÊS

Quando a guerra tornou-se realidade
Despatriar-se foi a única saída.
Por ironia, quem lhe deu guarida
Chamava-lhe de "turco"... Na verdade,

Tomaram d'ele até a identidade
Para que então seguisse sua vida.
Aqui, a sua guerra foi vencida
No trabalho, não na insanidade.

Hoje em dia, no campo damasceno
De novo vê-se a guerra e seu veneno
Como há séculos tem acontecido.

Entretanto, tamanha é a mudança
Que essa terra que fora d'esperança
Também agora o deixa desvalido.

Betim - 25 04 2018


Biografia:
Escrevo. Gosto de escrever. Se sou escritor ou poeta, eu deixo para o leitor ponderar.
Número de vezes que este texto foi lido: 28948


Outros títulos do mesmo autor

Poesias DON'ANA Ricardo Cunha Costa
Poesias CARÍCIAS Ricardo Cunha Costa
Sonetos UBUNTU Ricardo Cunha Costa
Poesias POR ENGANO Ricardo Cunha Costa
Sonetos LUNÁTICO Ricardo Cunha Costa
Sonetos LIVRÍSSIMO Ricardo Cunha Costa
Sonetos POLIAMOR Ricardo Cunha Costa
Sonetos EU E TU Ricardo Cunha Costa
Sonetos ERRATA Ricardo Cunha Costa
Sonetos E A COISA TODA Ricardo Cunha Costa

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 41.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 31064 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30959 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 30652 Visitas
eu sei quem sou - 30612 Visitas
camaro amarelo - 30574 Visitas
sei quem sou? - 30557 Visitas
viramundo vai a frança - 30537 Visitas
MENINA - 30504 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 30487 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 30457 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última