Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O câmbio na economia internacional
Isadora Welzel

O câmbio é a expressão de uma relação que permite comparar moedas distintas, e se realiza no âmbito da economia internacional, nas trocas comerciais entre países. O entendimento do câmbio, por conseguinte, passa pelo entendimento de valor e sobretudo, da moeda enquanto representação de um valor, reserva de valor e como meio de troca. Nessa terceira característica se verifica nitidamente a noção de câmbio, cuja definição pode variar internamente em um país. A economia busca manter uma reserva de valor, que no horizonte nacional é controlada pelo Estado, sendo uma expressão de soberania. Com a queda do padrão-ouro em razão da escassez do metal, houve uma desestabilização em razão da falta de um parâmetro nas relações cambiais, resultando na crise de 1929. O Tratado do Atlântico foi instituído para regular o câmbio, e com o Acordo de Bretton Woods, o dólar foi instaurado como moeda-padrão e referência cambial. Para exemplificar, um dólar é diferente de um real, pois as unidades de valor não são as mesmas. Com a proposta estadunidense, o dólar surgiu como equivalente universal e a única moeda com lastro em ouro, o que deu origem ao câmbio-fixo, já que os EUA era o grande investidor de moedas e investimento direto. Nesse ínterim, surgem importantes figuras, como o FMI, que define o câmbio conferindo confiabilidade internacional o garantir o provimento de crédito aos países que necessitarem. As raízes do câmbio fixo então, situam-se desde Bretton Woods, e suas características principais permeiam a busca por estabilidade, o interesse nacional, sua importância dada a base de comparação para outras moedas, fixação pelo governo, necessária fiscalização para evitar inflação e deflação e sua importância veemente nos investimentos estrangeiros.

Disciplina: Direito Internacional Econômico


Biografia:
Além de grande admiradora da escrita e da literatura, sou estudante de Direito na Universidade Federal de Santa Catarina e meu propósito no Recanto das Letras é traduzir conteúdos do mundo jurídico para a comunidade leitora, de modo a propagar conhecimentos sobre o Direito e propor reflexões. 
Número de vezes que este texto foi lido: 54716


Outros títulos do mesmo autor

Jurídicos Padrões decisórios Isadora Welzel
Jurídicos Minicurso sobre oratória Isadora Welzel
Jurídicos Oratória Isadora Welzel
Jurídicos A contemporaneidade: Maquiavel e armamentismo Isadora Welzel
Jurídicos Reflexões sobre os direitos humanos Isadora Welzel
Jurídicos Resumo - livro Privatização e serviços públicos Isadora Welzel
Jurídicos O câmbio na economia internacional Isadora Welzel
Jurídicos A Organização Mundial do Comércio Isadora Welzel
Jurídicos Resenha - A Grande Transformação: Karl Polanyi Isadora Welzel
Jurídicos A prova no direito civil e processual civil Isadora Welzel

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 110.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Amores! - 54782 Visitas
Delícias da festa junina - Ivone Boechat 54781 Visitas
DIVINO SER - Ivan de Oliveira Melo 54780 Visitas
Carta para Sophie Scholl - Junho/2024 - Vander Roberto 54779 Visitas
eu sei quem sou - 54778 Visitas
Desabafo - 54777 Visitas
Dores da paixão - Ivone Boechat 54777 Visitas
Leite com Pimenta - Rafael da Silva Claro 54772 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 54770 Visitas
A força do recomeço de empresários atingidos pelas enchentes - Isnar Amaral 54770 Visitas

Páginas: Próxima Última